conecte-se conosco


Polícia Federal

PF combate roubo a agências dos Correios no ES

Publicado

Vila Velha/ES – A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (27/6) a Operação Aprendiz, com objetivo de combater o roubo às agências dos Correios.

A operação contou com a participação de 14 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de três mandados de busca e apreensão na residência do investigado.

As investigações apontaram que o suspeito poderia estar envolvido com o roubo à agência dos Correios de Laranjeiras, em 09 de novembro de 2018. Ele já havia sido preso em flagrante também por roubo à agência dos Correios, em 09 de janeiro de 2018. Durante seu primeiro interrogatório, confessou ter roubado outras cinco agências. Posteriormente, ao ter sua imagem confrontada com vídeos de circuito de monitoramento de agências, foram identificados mais quatro roubos, totalizando dez crimes em agências dos Correios no Espírito Santo, no período entre maio de 2017 a janeiro de 2018.

O envolvido cumpriu pena até outubro de 2018, quando progrediu para o regime aberto. Menos de um mês após estar em liberdade, já retornou à atividade criminosa, sendo suspeito de ter roubado mais cinco agências até o mês de maio de 2019.

 O modus operandi do grupo criminoso é render os funcionários e clientes da empresa pública, aguardar o mecanismo de retardo do cofre para abri-lo e supostamente tranquilizar as vítimas dizendo que só querem o dinheiro do governo.

Estima-se que esses crimes geraram um prejuízo milionário à empresa pública, além do prejuízo causado pelo abalo psicológico aos funcionários e clientes, vítimas do crime, bem como os dias em que as agências permanecem sem atendimento ao público até recuperar a condição de funcionar adequadamente.

O investigado responderá pelo crime de roubo qualificado, previsto respectivamente no artigo 157, §2º, incisos I, II e V do Código Penal, cujas penas, se somadas, poderão chegar a 16 (dezesseis) anos de reclusão por cada roubo.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia Federal

PF combate evasão de divisas e contrabando de mel

Publicado

Santana do Livramento/RS. A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (19/05), a Operação Iratim II, de combate à evasão de divisas e o câmbio paralelo, com foco em um grupo especializado no contrabando de mel através da fronteira com o Uruguai.

Policiais federais cumprem sete mandados de busca e apreensão nos municípios de Santana do Livramento (03) e São Gabriel (04), além do bloqueio de contas bancárias, da indisponibilização de bens imóveis e do sequestro e arresto de veículos.

A ação deriva da identificação de prática sistemática criminosa voltada ao contrabando de mel, consequência da Operação Iratim, deflagrada em agosto de 2021. As investigações apontam para remessa de dinheiro ao exterior por parte de empresários do ramo da apicultura. O principal objetivo seria fomentar a importação irregular de mel, realizada por intermédio da fronteira entre Santana do Livramento e a cidade uruguaia de Rivera.

A operação de hoje tem como foco principal dois empresários do ramo da apicultura de São Gabriel, suspeitos de incrementarem sua produção com mel oriundo de contrabando. Os empresários se aliaram a um grupo de pessoas de Santana do Livramento, que era responsável pelo recebimento e remessa de valores ao Uruguai, para pagamento de fornecedores de mel daquele país, e pela posterior internalização clandestina do produto.

Segundo apurado, houve a remessa ilegal de mais de R$ 3,2 milhões ao exterior por parte dos investigados, os quais foram utilizados no fomento desse mercado clandestino. De forma estimada, essa prática seria a responsável por um incremento de, ao menos, 15% no abastecimento de mel da empresa dos investigados.

Todavia, os valores e percentuais envolvidos nessas práticas podem ser maiores, notadamente pelos indicativos de que o esquema de contrabando do produto seja ainda mais abrangente. Assim, além da indisponibilização patrimonial dos suspeitos, a ação tem como objetivo o aprofundamento das investigações para identificação de outros envolvidos.

Importante referir que a identificação das atividades de contrabando investigadas foi potencializada pelo mapeamento do mercado informal de câmbio e das atividades de operadores do mercado financeiro paralelo. A Polícia Federal vem intensificando o combate a crimes contra o Sistema Financeiro Nacional na fronteira. A partir dessas investigações, são identificados os fluxos financeiros de outros crimes – como, por exemplo, o contrabando de mel.

A alusão a Iratim remete a uma espécie de abelha conhecida por se apropriar do ninho e do mel de outras abelhas.

Comunicação Social da Polícia Federal em Santana do Livramento

Fone: (55) 3241-9000/(55) 99125-9987

Continue lendo

Polícia Federal

PF apreende droga dentro de embalagens de cosméticos

Publicado

Guarulhos/SP. A Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de São Paulo, apreendeu, nesta quarta-feira (18/5), mais de nove quilos de cocaína dentro de embalagens de cosméticos e prendeu um suspeito.

Um passageiro nacional do Líbano foi abordado por policiais federais, que fiscalizavam as bagagens despachadas para voo com destino a Doha, no Catar, em razão das imagens obtidas por meio do aparelho de raio-x terem evidenciado a existência de material orgânico em suas duas malas. O homem passou por revista em seus pertences.

Dentro de 3 embalagens de produtos para cabelos e 28 desodorantes, que estavam dentro da bagagem suspeita, os policiais encontraram mais de 9 Kg de cocaína. O homem, que possui visto permanente no país e que tinha como destino final de sua viagem a cidade de Beirute, no Líbano, foi preso em flagrante.

Ele será apresentado à Justiça Federal e poderá responder pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Comunicação Social

Delegacia Especial no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Superintendência da Polícia Federal em São Paulo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana