conecte-se conosco


Polícia Federal

PF combate fraudes em contratos de TI em órgãos federais

Publicado

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou, com o apoio da Controladoria-Geral da União – CGU, nesta terça-feira (19/11) a Operação Vaporware, destinada a apurar irregularidades na execução de contrato para aquisição de ferramenta de gestão de contratos.

Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em empresas de TI, residência de empresários, servidores e ex-servidores públicos, no Distrito Federal e em São Paulo. Além disso, a Justiça Federal do DF deferiu diversas medidas cautelares, como o afastamento de servidores da função pública, impedimento de empresas de licitar e contratar com o poder público e bloqueio de bens e valores.

O referido contrato tem origem na adesão a uma Ata de Registro de Preços – ARP. Essa ata também originou adesões por outros órgãos e entidades federais e de outras esferas, abrangendo recursos da ordem de cerca de R$ 71 milhões.

Conforme apontado pela CGU as irregularidades encontradas se repetiram em outros órgãos contratantes, além disso, a ata, que permitiu as adesões posteriores, teria sido direcionada para favorecer a empresa investigada. O prejuízo já apurado supera R$ 27 milhões, podendo chegar a mais de R$ 70 milhões.

Os envolvidos responderão pelos crimes de fraude em licitação, peculato, corrupção passiva e tráfico de influência.

O termo Vaporware se refere a um software ou hardware que é anunciado por um desenvolvedor, mas que nunca é lançado ou efetivamente desenvolvido.

 

Leia Também:  PF combate o tráfico de drogas sintéticas na Paraíba

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Distrito Federal

Contato: (61) 2024-7557

[email protected]

Fonte: Polícia Federal
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia Federal

PF prende 2 pessoas tentando embarcar para Portugal com droga no estômago

Publicado

Guarulhos/SP – A Polícia Federal, no Aeroporto Internacional de São Paulo, prendeu na tarde desta segunda-feira (20), um casal de brasileiros, identificados pela Receita Federal, tentando embarcar para o exterior transportando cocaína.

Servidores da Receita Federal, que fiscalizavam as malas despachadas para voo com destino a Portugal, por meio do raio-x, identificaram substância orgânica, com o formato de cápsulas, no interior da mala de dois passageiros.

As malas suspeitas foram separadas e seus proprietários localizados e conduzidos à PF para realização de perícia em seus pertences. Nas bagagens, foram encontradas 171 cápsulas contendo quase 2 Kg de cocaína.

Após serem ouvidos, confessaram ter engolido outras 29 cápsulas. Devido ao risco de morte, o casal foi encaminhado para um hospital público para que possam expelir as cápsulas que ingeriram.

Extinto o risco de morte, o casal será conduzido aos presídios estaduais, onde ficarão à disposição da Justiça, respondendo pelo crime de tráfico internacional de drogas.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Leia Também:  PF combate o tráfico de drogas sintéticas na Paraíba

Contato: (11) 2445-2212

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Polícia Federal

PF combate o crime de descaminho no Ceará

Publicado

Fortaleza/CE – A Polícia Federal prendeu no domingo (19/1), no Aeroporto Internacional de Fortaleza, um homem, natural do Ceará, com aparelhos celulares não declarados à Receita Federal.

Policiais federais, em fiscalização de rotina, abordaram o cearense no saguão do aeroporto, momento depois de desembarcar de um voo doméstico procedente de Guarulhos/SP, trazendo consigo quatro malas, com grande quantidade de bagagem.

No momento da abordagem o preso declarou que estava vindo de São Paulo com destino à capital cearense, ocasião em que foi convidado pelos policiais para acompanhá-los até a sala da PF no aeroporto, onde foram abertas as bagagens e constatado 117 aparelhos smartphones chineses novos.

O passageiro não tinha nota fiscal dos produtos e, diante das evidências da prática do crime de descaminho, foi dada voz de prisão.

O preso foi conduzido à sede da Superintendência Regional da PF no Ceará, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante e a apreensão da mercadoria pela autoridade policial competente.

Leia Também:  Polícia Federal prende mulher que enviava drogas para a Europa pelo correio

O crime de descaminho consiste na importação de mercadorias sem o pagamento do devido imposto ao fisco com penas de um a quatro anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

Contato: (85) 9.8970-0624

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana