conecte-se conosco


Polícia Federal

PF combate crimes ambientais no Espírito Santo

Publicado

Vila Velha/ES – A Polícia Federal, em ação conjunta com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), deflagrou nesta quinta-feira (13/2), na cidade de Serra/ES, região metropolitana de Vitória, a Operação THERA, com o objetivo de reprimir a aquisição/venda de animais silvestres, em especial aracnídeos, em condições inadequadas e provenientes de criadouros não autorizados ou sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente.

A operação contou com a participação de oito policiais federais no cumprimento de dois mandados de busca e apreensão e quatro analistas ambientais do IBAMA para a realização simultânea da fiscalização administrativa nos endereços do destinatário dos animais.

ENTENDA O CASO

A Coordenação de Segurança dos CORREIOS identificou, em um dos seus centros de distribuição, encomenda postal contendo mais de vinte variedades de filhotes vivos de tarântulas, acondicionados em ampolas, no interior de pequenas caixas de isopor.

A partir desse fato, a investigação foi iniciada para reprimir essa utilização indevida do serviço postal para distribuir ilegalmente animais silvestres, bem como a prática de maus tratos, pois a legislação não permite o transporte de carga viva desta forma, com elevada probabilidade de perecimento antes da chegada ao destino.

Com o auxílio do IBAMA, que prontamente colocou sua expertise para auxiliar a investigação criminal, foi planejada a busca e apreensão nos locais potencialmente utilizados para a criação ilegal de animais silvestres.

Durante as buscas e apreensões foi encontrada criação ilegal de animais silvestres, que resultaram na lavratura de dois termos circunstanciados pela Polícia Federal e respectivos autos de infração pelo IBAMA, com a apreensão de duas jiboias, dois coleiros papa capim e uma jandaia de testa vermelha.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes previstos nos artigos 29 e 32 da Lei 9.605/1998.

 

Contato: (27) 3041-8051/8029

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal divulga o balanço da Operação Zephyros

Publicado


Maringá/PR – A Polícia Federal deflagrou na terça-feira (1/12) a Operação Zephiros, com o objetivo de combater os crimes de Contrabando de cigarros, crimes ambientais de venda e transporte de agrotóxicos e de organização criminosa.

Foram expedidas 17 ordens judiciais, sendo 3 mandados de prisão preventiva e 14 de busca e apreensão, todas devidamente cumpridas.

Entre prisões, sequestro de bens e apreensões, a Polícia Federal divulga o seguinte balanço da operação:

– Prisões: foram cumpridos 03 Mandados de Prisão Preventiva, e efetuadas 03 prisões por em flagrante nas cidades de Foz do Iguaçu/PR e Ivaté/PR;

– Diversos veículos;

– Telefones, documentos diversos para instrução da investigação;

– Patrimônio bloqueado – Propriedades rurais e contas bancárias;

– Cheques em valor superior a R$ 2 milhões;

– Dinheiro em valor superior a R$ 20 mil;

– Armas de fogo e munições – Foram apreendidas quatro armas de fogo sem registro e diversas munições.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Maringá/PR

Contato: (44) 3220-1436/1408

Continue lendo

Polícia Federal

PF deflagra Operação Fronteira contra o tráfico internacional de armas

Publicado


Rio de Janeiro/RJ – Nesta terça-feira, 1/12, em continuidade a ação iniciada na última quinta-feira, 26/11, a Polícia Federal, em conjunto com o MPF e a Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (SENAD/PY), deflagrou a Operação Fronteira, com o objetivo de prender traficantes internacionais de armas e drogas, entre eles, um paraguaio, considerado um dos grandes responsáveis pelo envio dos ilícitos para o Brasil.

A investigação é resultado de um trabalho integrado e de cooperação internacional das instituições brasileiras e paraguaias que, além dos órgãos já mencionados, contou com a participação do Núcleo de Cooperação Policial Internacional (Interpol/RJ) e da Adidância da PF em Assunção, no Paraguai.

As investigações tiveram início, em julho de 2019, após a prisão em flagrante de um homem na altura do Km 227 da Rodovia Presidente Dutra, município de Piraí, no Sul Fluminense, no momento em que transportava, de forma oculta, na lataria de seu veículo, peças de um fuzil desmontado, dois carregadores e uma mira óptica. Na ocasião, o condutor, que é motorista de aplicativos e morador de Foz do Iguaçu/PR, estava acompanhado da esposa e de 2 filhos, sendo inclusive um bebê.

Os investigadores apuraram que o motorista foi contratado por traficantes para realizar o transporte do armamento adquirido no Paraguai até o município de Macaé/RJ, onde seria levado para a comunidade local da Nova Holanda, região dominada por facção criminosa detentora de forte aparato bélico.

Apurou-se, ainda, que o fornecedor do armamento, contratado pelos traficantes do Rio de Janeiro, era um cidadão paraguaio, conhecido como um dos grandes traficantes internacionais de armas, com forte vinculação com os representantes do comércio de armas local. O investigado, que atualmente exerce o cargo de Fiscal da MUNICIPALIDAD DE CIUDAD DEL ESTE, reside em local estratégico na beira do Rio Paraná, de onde grande parte das mercadorias contrabandeadas ingressam em território brasileiro.

Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal Criminal de Volta Redonda/RJ, em desfavor dos investigados em Ciudad Del Leste, no Paraguai, e em Macaé/RJ. Os mandados judiciais foram homologados pela Justiça Paraguaia, após Difusão Vermelha, que é a ordem de captura internacional no sistema da Interpol mundial – red notice.

A ação contou com a participação de aproximadamente 40 policiais federais, apoiados pelo Setor de Inteligência da Polícia Militar de Macaé, no Rio de Janeiro, e pela SENAD, no Paraguai.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.pf.gov.br

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana