conecte-se conosco


Polícia Federal

PF apura a prática de crimes de estelionato e falsificação de selos e sinais públicos

Publicado

Palmas/TO – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (03/7) a Operação Caduceu, visando desarticular grupo criminoso especializado na prática de crimes de estelionato contra contribuintes que possuem dívidas tributárias junto à Receita Federal. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Gurupi/TO.

Segundo a investigação, os criminosos obtinham informações sigilosas de pessoas físicas ou jurídicas constantes nas bases de dados da Receita Federal, mediante falsificação de suas assinaturas e de selos e carimbos de cartórios extrajudiciais, que devem constar em formulário específico da Receita Federal. Com a obtenção dos dados, a organização criminosa escolhia os contribuintes que possuíam dívidas tributárias e, após procurá-los, ofereciam serviço para retirar juros e multas, mediante a cobrança de 10% do valor total da dívida.O grupo criminoso é formado por contadores que abordavam as vítimas sempre em dupla e bem trajados, sendo que um deles se identificava como funcionário da Receita Federal.

Os envolvidos responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de estelionato e falsificação de selos e sinais públicos, tipificados nos artigos 171, §3º e 296, inciso III do Código do Código Penal.

A operação foi batizada de Caduceu em referência ao bastão presente no emblema das ciências contábeis, tendo em vista que a suposta organização criminosa é formada por profissionais de contabilidade.

*Não haverá coletiva de imprensa.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia Federal

PF combate fraudes envolvendo Auxílio Emergencial no Ceará

Publicado

Fortaleza/CE- A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (26/5) a Operação Horós, com o objetivo de aprofundar investigação sobre esquema criminoso envolvendo fraudes ao Programa Auxílio Emergencial, com indícios de atuação de investigados de Orós/CE.

Participam da ação de hoje 18 policiais federais, que cumprem 4 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 25ª Vara da Justiça Federal, em domicílios investigados na cidade de Orós/CE.

As investigações tiveram início no ano de 2020 e elucidaram esquema de pagamento de boletos em favor dos investigados e a débito das vítimas beneficiárias do programa social Auxílio Emergencial, com fraudes nas contas do programa social do governo federal.

Os investigados poderão responder pelo cometimento, em tese, do crime de estelionato qualificado, com penas de até 6 anos de prisão. 

O nome da operação é uma alusão às origens da área geográfica de atuação do grupo criminoso, no sertão central cearense.

As medidas são parte de uma Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial da qual participam a Polícia Federal, o Ministério Público Federal, o Ministério da Cidadania, a CAIXA, a Receita Federal, a Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União, com o fim de identificar a ocorrência de fraudes massivas e desarticular a atuação de organizações criminosas.

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

Contato: (85) 33924867/9.9972-0194

Continue lendo

Polícia Federal

PF apreende droga dentro de embalagens de perfumes e desodorantes

Publicado

Guarulhos/SP – A Polícia Federal apreendeu, nesta quinta-feira (26/5), no Aeroporto Internacional de São Paulo, cerca de 143 embalagens de cosméticos com cocaína.

Um passageiro, nacional da Nigéria, que ingressou no país beneficiado pela Lei do Refúgio, foi abordado por policiais federais no finger que conduzia à aeronave que tinha como destino a Etiópia. Sua bagagem, constituída por quatro malas, havia sido vistoriada de forma indireta, com o auxílio do aparelho de raio-x. Ficou evidenciada a existência de matéria orgânica densa em seus interiores. Na presença de testemunhas, o passageiro reconheceu suas malas e as abriu. Dentro delas foram encontradas 108 embalagens de perfume e 35 de desodorantes contendo quase 20 kg de cocaína. O destino final da viagem do passageiro era a cidade de Lagos, na Nigéria.

O suspeito, que recebeu voz de prisão, será apresentado à Justiça Federal, onde poderá responder pelo crime de tráfico internacional de drogas.

 Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana