conecte-se conosco


Economia

Petrobras espera que queda de preço da gasolina chegue aos postos

Publicado

A Petrobras informou que, com uma nova redução de 15% a partir desta quarta-feira (25), o preço médio da gasolina nas refinarias passa a ser R$ 1,14 por litro. Este é o menor preço cobrado pela companhia desde 31 de outubro de 2011.

“A Petrobras espera que este movimento nos preços se reflita, no curto prazo, na redução do preço final cobrado ao consumidor”, diz nota divulgada pela empresa.

No acumulado do ano, a redução do preço da gasolina é de cerca de 40%.

De acordo com pesquisa semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 15 e 21 de março, o preço médio ao consumidor no país para a gasolina era de R$ 4,486 por litro.

Repasse ao consumidor

O repasse de ajustes dos combustíveis nas refinarias para o consumidor final nos postos não é imediato e depende de diversos fatores, como consumo de estoques, impostos, margens de distribuição e revenda e mistura de biocombustíveis.

Postos de combustíveis pelo país já sentem queda importante na demanda, em meio a medidas de isolamento social praticadas por autoridades e sociedade em geral para evitar a proliferação do novo coronavírus.

No caso do preço do diesel, a petroleira não realizou ajuste nesta quarta-feira. Mas o combustível fóssil vendido pela companhia acumula recuo de aproximadamente 30% neste ano até o momento.

*Com informações da Reuters

Edição: Nádia/FrancoDenise Griesinger

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Ao vivo: Caixa explica sobre pagamento do auxílio emergencial

Publicado


.

Neste momento, o vice-presidente da Rede de Varejo, Paulo Henrique Angelo, atualiza informações sobre a operação de pagamento do auxílio emergencial.

Acompanhe ao vivo

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

Para quem ainda não se cadastrou a fim de receber o auxílio emergencial de R$ 600, o prazo termina nesta quinta-feira (2), às 23h59, informou a Caixa Econômica Federal. O auxílio emergencial é um benefício financeiro destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Inicialmente proposto para vigorar por três meses, com o pagamento de três parcelas de R$ 600, o benefício foi prorrogado por mais dois meses, com o pagamento de mais duas parcelas. Pelas regras, até duas pessoas da mesma família podem receber o auxílio. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente é de R$ 1.200.

 

Pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 é prorrogado por mais dois meses

O presidente Jair Bolsonaro assinou na última terça (30) o decreto que prorroga, por mais dois meses, o auxílio emergencial de R$ 600, destinado aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda durante a pandemia da covid-19. Com isso, cerca de 65 milhões de pessoas que tiveram o benefício aprovado receberão mais duas parcelas, no mesmo valor.

“Obviamente, isso tudo não é apenas para deixar a economia funcionando, viva, mas dar o sustento para essas pessoas. Nós aqui que estamos presentes sabemos que R$ 600 é muito pouco, mas para quem não tem nada é muito”, afirmou Bolsonaro em discurso no Palácio do Planalto.

Edição: Liliane Farias

Continue lendo

Economia

SP: Regiões na fase laranja poderão abrir comércio por 4 dias e horário reduzido

Publicado


source
Comércio poderá funcionar por mais tempo em regiões da fase laranja do Plano São Paulo
Tomaz Silva/Agência Brasil

Comércio poderá funcionar por mais tempo em regiões da fase laranja do Plano São Paulo

O Plano São Paulo de reabertura econômica  foi atualizado pelo governo de São Paulo. Por meio de um decreto, que será publicado nos próximos dias, os comércios autorizados nas regiões que estiverem na fase laranja poderão funcionar por quatro dias úteis e seis horas contínuas por dia.

A fase laranja, antes da atualização, permitia que shoppings, concessionárias, comércio de rua e escritórios funcionassem por quatro horas diárias, todos os dias e com capacidade de lotação limitada a 20%. Segundo a gestão, a medida é uma forma de melhorar a o aproveitamento destes negócios.

“Para que viabilize um maior planejamento do comércio e garantindo a segurança pelo aspecto de saúde. Esse foi o ponto autorizado, que será incluído e será objeto do decreto nos próximos dias para funcionamento na fase laranja”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, durante entrevista coletiva concedida hoje no Palácio dos Bandeirantes.

A atualização do Plano São Paulo acontece após avaliação feita por um prefeito de São José do Rio Preto, Edinho Araújo (MDB)m segundo informou Marco Vilholi, secretário de Desenvolvimento Regional. O pedido foi encaminhado ao comitê de saúde para avaliação do risco epidemiológico.

De acordo com as autoridades, abertura nestes períodos não representa aumento na possibilidade de contágio, desde que os protocolos sejam respeitados da maneira correta. Medida passará a valer a partir da próxima semana. 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana