conecte-se conosco


Mato Grosso

Pesquisadores apresentam resultados de estudo sobre cadeia produtiva da castanha

Publicado

Uma das etapas da pesquisa no programa em Ciências Ambientais da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) é retornar para a comunidade o conhecimento produzido nos cursos de mestrado e doutorado.

Com esse objetivo, nos dias 24 e 25 de maio, professores e alunos de pós-graduação de Cáceres promoveram encontro com as pessoas envolvidas na extração e comercialização da castanha do Brasil, em Itaúba (a 600 km de Cuiabá). A atividade é tão relevante para a economia local que o município é conhecido como “capital estadual da castanha”.

Mais de 70 pessoas da comunidade se reuniram na Escola Estadual Papa João Paulo II para ver a apresentação dos resultados da pesquisa de mestrado, denominada “Castanha no município de Itaúba, Mato Grosso: um retrato do conhecimento etnobotânico e comercialização nas margens da BR 163”, de autoria da agora mestra Sonia Aparecida Luciano Ferreira.

A área de abrangência da pesquisa incluiu as margens da BR 163, onde estão localizados os pontos de venda de castanha, locais de mata de castanha e zona urbana, onde foram contatadas as pessoas que fazem o manejo do produto em suas residências.

Leia Também:  Sema seleciona analista de tecnologia da informação

Cerca de 40 atores sociais do município colaboraram com a pesquisa, entre eles, pessoas ligadas à comercialização de castanha, quebradeiras e um produtor de mudas. São eles que conhecem, explicam e recriam as suas tecnologias no interior das comunidades.

“Compartilhar o resultado da pesquisa, interpretado à luz das concepções teóricas, com os grupos sociais envolvidos é mais do que uma obrigação da Universidade. Ao longo dos últimos anos, tem se constituído em ricos momentos de estreitamento dos laços entre os saberes dos povos e o acadêmico”, disse a professora orientadora da pesquisa, Maria Antonia Carniello.

Para além dos castanhais- A cadeia produtiva da castanha compreende, desde o ambiente natural, até o produto final e sua comercialização. A pesquisa aponta que a atividade possibilita o entendimento do uso da floresta de forma rentável, sustentável e proporciona a manutenção da biodiversidade.

“A presença dos castanheiros nos castanhais inibe a entrada de invasores em busca de explorar recursos da floresta, contribuindo para a conservação desta e de outras espécies nativas da Amazônia”, escreve Sonia Aparecida Ferreira.

Leia Também:  Sefaz promove encontro com contabilistas em Cuiabá e Rondonópolis

As práticas adotadas pelos castanheiros estão associadas ao conhecimento acumulado por intermédio da vivência nas matas, que são anteriores ao advento da castanha como fonte comercial. Também são orientadas por manuais do Ministério da Agricultura sobre boas práticas de manejo para o extrativismo vegetal sustentável orgânico.

“Com 13 anos do programa de Ciências Ambientais da Unemat, estamos focando cada vez mais na consolidação da relação da universidade com a sociedade”, disse a coordenadora, Áurea Regina Ignácio. 

Além do evento na escola, os pesquisadores da Unemat conversaram com feirantes em barraquinhas de vendas e nos castanhais. Também participou das atividades o professor Aumeri Carlos Bampi, que atua com Epistemologia Ambiental, Educação Ambiental para a sustentabilidade, Ciências Sociais e desenvolvimento regional.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Gefron e Polícia Federal apreendem mais de 700 quilos de drogas

Publicado

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) e a Delegacia de Polícia Federal do município de Cáceres (214 ao Oeste de Cuiabá) apreenderam, na zona rural do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (540 km ao oeste da capital), mais de 700 quilos de substância análoga à pasta base. A droga estava dividida em tabletes e tinha como destino a cidade de Goiânia (GO). Na ação, oito pessoas foram presas.

Os policiais receberam uma denúncia de que uma equipe traria entorpecentes da Bolívia para o Brasil por veículos até o Rio Barbado, navegando até o Rio Guaporé, onde guardariam os entorpecentes em um sítio. Por volta das 2h da manhã os policiais conseguiram abordar os suspeitos.

Do total de suspeitos, três já respondiam por crimes de homicídio, receptação e uso de documento falso, furto e tráfico de drogas. 

Além das prisões foram apreendidos também uma caminhonete S10 de cor branca, um Gol de cor cinza, duas embarcações, cada uma com motor de popa e um rifle CBC calibre 22LR.

Leia Também:  Sema seleciona analista de tecnologia da informação

(Sob supervisão de Hérica Teixeira)

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Secel investirá R$ 900 mil em projetos culturais dos municípios

Publicado

Com R$ 900 mil de recursos específicos para contemplar projetos culturais dos municípios mato-grossenses, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) lança nesta quarta-feira (29.01) o MT Afluentes – edital de Incentivo a Ações Culturais nos Municípios. O evento será às 14h30, em Primavera do Leste, com a presença do secretário da Pasta, Allan Kardec Benitez, o adjunto de Cultura, José Paulo Traven, além de prefeitos, vereadores e demais autoridades de municípios da região.

“Este edital é um marco para a nossa gestão, que tem trabalhado com prioridade nas políticas públicas de fomento e valorização das ações e projetos culturais desenvolvidos nos municípios. Defendemos a descentralização dos recursos como uma forma de fortalecer a gestão da cultura e ampliar o acesso às artes e manifestações culturais para a população”, explica Benitez.

Além disso, o secretário ressalta a importância do edital para integração e o fortalecimento da gestão da cultura nos municípios, uma vez que, para participar, os municípios terão que implantar o Sistema Municipal de Cultura até o fim do período de execução do projeto. O Sistema de Cultura é um modelo de gestão das esferas nacional, estadual e municipal que articula as políticas públicas para a cultura por meio das leis dos conselhos, planos e fundos de fomento à cultura, o chamado CPF da Cultura.

Leia Também:  Sema seleciona analista de tecnologia da informação

Por se tratar de um edital para os municípios, a Secel priorizou fazer o evento de lançamento em uma cidade fora da capital.  Primavera do Leste foi escolhida e o prefeito Leonardo Bortolin representará os gestores municipais durante a cerimônia. “Em Primavera do Leste uma das prioridades é fomentar as ações culturais. Hoje temos vários pólos na cidade, levando teatro, dança e música para jovens de nosso município. Acreditamos que a cultura e o esporte são fundamentais para o combate da vulnerabilidade social, e ter apoio do governo do Estado para fortalecer as políticas culturais é unir forças em prol da comunidade”, destaca o prefeito.

Ao todo, serão contemplados 18 projetos culturais das diferentes linguagens artísticas e áreas temáticas (entre elas Culturas Populares e Tradicionais, Cultura LGBTQIA, Culturas Negras, Povos e Comunidades Tradicionais de Matriz Africana, Culturas Indígenas, Patrimônio Cultural e Bibliotecas).

As inscrições ficam abertas até meados de março, e deverão ser formalizadas via correios ou protocolo direto na sede da Secel, em Cuiabá. Cada projeto selecionado receberá R$ 50 mil de recursos próprios. Vale lembrar, o edital prevê que a execução deverá ser feita obrigatoriamente por um órgão gestor de cultura do município.

Leia Também:  Agentes penitenciários iniciam operações de revista em presídios de Mato Grosso

O edital, cronograma e anexos serão publicados no site da Secel e no Diário Oficial do Estado (Iomat), após o lançamento oficial.

Afluentes

A cultura de Mato Grosso é formada por diferentes manifestações e expressões que compõem a diversidade cultural no Estado. Pensando dessa forma, a Secel usou o termo Afluentes para simbolizar a integração dos projetos dentro de uma proposta maior de fomento das políticas culturais, neste caso, aproveitando o encontro do curso das águas que deságuam em um mesmo rio para dar nome ao edital.

Serviço

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) está localizada na avenida José Monteiro de Figueiredo (Lava Pés), 510, bairro Duque de Caxias, Cuiabá-MT, CEP: 78043-300. O horário de funcionamento do protocolo é das 8h às 12h – 14h às 18h. Para mais informações sobre o edital: (65) 3613-0233

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana