conecte-se conosco


Mato Grosso

Perícia aponta que sobrepeso causou desabamento do telhado de loja

Publicado

A perícia criminal de Engenharia Legal, realizada pela Politec, constatou que o excesso de peso decorrente da sobreposição de telhas sobre o telhado das Lojas Americanas dentro do shopping de Tangará da Serra causou o desabamento da estrutura nesta terça-feira (30.07).  O telhado passava por reforma para a substituição das telhas antigas quando ocorreu o desabamento. No local, foi constatado que telhas novas folham empilhadas sobre as antigas inadequadamente, causando sobrecarga em determinados pontos da estrutura.

A análise foi realizada pelo perito oficial criminal, Marivaldo Rocha, com o objetivo de apurar a causa do incidente. “Devido ao excesso de peso nas tesouras – estrutura metálica que recebe o peso da cobertura – uma delas entrou em colapso e puxou as demais em efeito dominó. Essas tesouras ao cair puxaram a estrutura de concreto onde se apoiavam e estas também vieram a cair sobre o piso”, explicou,

O laudo pericial deverá ser concluído no prazo legal de 10 dias, e irá contatar se as normas técnica de engenharia foram estavam em conformidade. No local, os peritos também irão avaliar a constatação de danos da estrutura.

Conforme o perito Marivaldo Rocha, apesar da dimensão dos danos, a estrutura geral do shopping não foi prejudicada, concentrando-se apenas na loja onde ocorreu o fato, não ocasionando o risco de novos colapsos.  

O Corpo de Bombeiros Militar verificou que havia duas vítimas com escoriações e uma terceira estava embaixo dos escombros. A equipe contou com o apoio do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para a retirada da terceira vítima que foi encaminhada ao hospital com suspeitas de fraturas e perda de dentes, porém estava consciente. As outras duas vítimas foram encaminhadas à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) da região.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Audiência pública para apresentação de metas fiscais é adiada

Publicado


A Secretaria de Fazenda (Sefaz) informa que a audiência pública para apresentação das metas fiscais do 2º quadrimestre de 2020, programada para esta terça-feira (29.09), foi transferida para a próxima semana. Dessa forma, o evento será realizado quarta-feira (07.10), às 14h, por meio de videoconferência.

A alteração da data atende pedido da Assembleia Legislativa, devido à sessão extraordinária que será realizada na mesma data e horário.

Durante a audiência pública a Sefaz explanará sobre o comportamento da receita e das despesas no período, as metas estipuladas na Lei Orçamentária Anual e as efetivamente alcançadas pelo Tesouro do Estado. A prestação de contas é uma exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

A apresentação do relatório será perante a Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO), da Assembleia Legislativa.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Bombeiros militares realizam prisão em flagrante por crime ambiental

Publicado


A equipe da base descentralizada Bombeiro Militar de Apiacás (mil quilômetros de Cuiabá), realizou uma prisão em flagrante na tarde de domingo (27.09).

Três pessoas, sendo um adulto e dois adolescentes, estavam praticando ato de queimada ilegal na chácara Santo Antônio. O crime foi flagrado durante ronda ostensiva, após os agentes avistarem grande volume de fumaça. Ao chegar no local, a guarnição flagrou ato de queimada ilegal em pastagem.

Imediatamente foi dada voz de prisão aos mesmos e, não havendo resistência, os infratores aguardaram no local sob vigilância de um militar da guarnição de Combate a Incêndios Florestais (GCIF), que já havia solicitado apoio da Polícia Militar, enquanto era realizado o combate do fogo.

Com eles foi encontrado duas garrafas com combustível e tochas artesanais. Os itens foram encaminhados juntamente para materialidade do crime praticado. O fogo consumiu 20% da área até ser extinto pela GCIF.

O Corpo de Bombeiros Militar alerta que o não cumprimento do artigo 54 da Lei Federal n° 9.605, que diz “Causar poluição de qualquer natureza em níveis tais que resultem ou possam resultar em danos à saúde humana, ou que provoquem a mortandade de animais ou a destruição significativa da flora”, pode resultar em reclusão de até quatro anos, além de multa.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana