conecte-se conosco


Nacional

Pazuello confirma avanço por vacinas da Pfizer, mas diz que está “em negociação”

Publicado


source
Ministro da Saúde Eduardo Pazuello
Euzivaldo Queiroz/ Ministério da Saúde

Ministro da Saúde Eduardo Pazuello

Após afirmar a membros da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), na tarde desta quarta-feira, que gostaria de fechar contrato com a Pfizer ainda hoje, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou em vídeo que tema ainda está em negociação. Segundo ele, “a partir de agora a gente segue nos trâmites de fazer esse contrato o mais rápido possível.”

O ministro elogiou o cronograma apresentado pela farmacêutica, mas não deu detalhes sobre os números. Segundo fontes, a estimativa é a entrega de cerca de 9 milhões de doses até junho, cerca de 30 milhões até setembro e aproximadamente 60 milhões de doses até dezembro.

— Estamos discutindo a possibilidade da contratação da vacina da Pfizer que hoje se torna uma realidade a partir do projeto de lei que passou pelo Senado e pela Câmara. Vamos fazer uma divulgação conjunta de um documento mostrando que estamos nessa fase de negociação — disse o ministro no vídeo divulgado pela pasta, acrescentando:

— A proposta de cronograma que está sendo apresentada é uma boa proposta e a partir de agora a gente segue nos trâmites de fazer esse contrato o mais rápido possível. Agradeço a equipe da Pfizer que está disponível conosco e vamos juntos cumprir essa missão, vacinar o povo brasileiro.

A representante da Pfizer, que participou da reunião por vídeo, afirma que a farmacêutica está muito feliz por ” dar continuidade a essas negociações para que a gente possa trazer nossa vacina à população brasileira.”

Você viu?

Mais cedo, Pazuello havia afirmado que gostaria de concluir a compra do imunizante ainda nesta quarta.

—  Hoje eu quero fechar a Pfizer—  disse.

A pasta divulgou uma nota na qual Pazuello garantia a “estabilidade” no cronograma de entregas de vacinas contra a Covid-19 a partir deste mês. Segundo ele, já a partir dessa semana a Fiocruz e o Instituto Butantan estabilizarão a produção nacional.

— Já temos contratos alinhados para adquirir a vacina russa Sputnik V. O projeto de lei aprovado ontem pela Câmara facilitou as negociações com Pfizer e Janssen— disse.

Procurada pelo GLOBO, a Pfizer afirmou que a comunicação sobre as negociações da vacina ocorrerá através do Ministério da Saúde.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

SP: Entrega de tablets a alunos deve ser concluída em agosto, 1 ano após anúncio

Publicado


source
Covas anunciou a entrega de 465 mil tablets em agosto do ano passado, mas iniciativa ainda não foi concluída
IG – Último Segundo

Covas anunciou a entrega de 465 mil tablets em agosto do ano passado, mas iniciativa ainda não foi concluída

Anunciada em agosto de 2020, a compra de 465 mil tablets para alunos da rede municipal de São Paulo deve ser concluída apenas em agosto deste ano. A informação foi dada pelo secretário municipal da Educação, Fernando Padula, nesta terça-feira (20).

Segundo Padula, os equipamentos precisam ser configurados pelos funcionários das instituições de ensino antes de serem repassados aos alunos.

“Tem tablet que já foi entregue, tem tablet que precisa ser configurado. A equipe montou um vídeo tutorial para as equipes das escolas fazerem essa configuração. Além disso, tem uma equipe visitando as escolas para fazer a configuração”, disse Padula ao G1 .

“Tem um outro grupo que já tem o tablet, mas não tem o chip, e além disso, tem a configuração para que o tablet seja usado rigorosamente usado em questões pedagógicas e não consuma a banda que a secretaria paga para os alunos. Se não tiver nova restrição que impeça as fábricas de trabalhar em seu ponto máximo, em agosto estará toda completada a entrega”, concluiu.

De acordo com a Secretaria Municipal da Educação, foi dado prioridade aos 10% de alunos com menor acesso à internet no ano passado. A pasta ainda informou que alunos que tiverem baixa conectividade com a plataforma e pior desempenho escolar estão sendo priorizados nas próximas entregas.

Continue lendo

Nacional

Técnica de enfermagem diz usar mesma seringa para vacinar 10 pessoas; assista

Publicado


source
Enfermeira diz usar mesma agulha 10 vezes
Reprodução/Facebook

Enfermeira diz usar mesma agulha 10 vezes

Uma técnica de enfermagem de Altamira, no Pará , disse usar a mesma seringa para aplicar a vacina contra a Covid-19 em até 10 pessoas. Em vídeo, a mulher explica que o procedimento é uma norma e que os profissionais de saúde não podem trocar a  agulha antes de “furar” a embalagem do imunizante algumas vezes.

De acordo com o portal UOL , o idoso que aparece nas imagens recebendo o imunizante agora está realizando tratamento profilático para reduzir risco de ser infectado por HIV e outras infecções transmissíveis devido ao compartilhamento da seringa. Ao portal, a prefeitura de Altamira confirmou que o vídeo é verdadeiro, mas disse que houve uma “falha de comunicação, não de procedimentos”, afirmando que a profissional ficou nervosa ao ser questionada sobre a forma de aplicação da vacina.

“A gente não considera que seja possível que ela tenha feito ou esteja fazendo a aplicação em mais pacientes com uma mesma agulha. A gente tem um problema de comunicação porque as pessoas são habilitadas para a fazer a parte técnica, mas, às vezes, não conseguem explicar”, disse Osvaldo Damasceno, diretor de vacinação da Secretaria de Saúde do município de Altamira, ao portal.

A técnica de enfermagem foi afastada do cargo para investigação, mas não tem como saber quem foram as pessoas vacinadas pela profissional. “Agora, colocaram nós na televisão [dizendo] que a gente não podia fazer do jeito que estávamos fazendo, então agora, essa agulha ela faz dez furos aqui ó, entendeu? É uma norma deles lá, então a gente não pode estar trocando a agulha”, fala a mulher na gravação.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, todos os materiais são descartados após o uso, não sendo reutilizados. Também foi informado que é proibido deixar a agulha presa no frasco do imunizante antes de fazer a aplicação. “É orientado, então, que a cada aspiração com as seringas descartáveis, o profissional perfure a borracha em locais diferentes evitando a parte central da tampa, e é assim que a Coordenação de imunização orienta os profissionais que estão aplicando as doses de vacina”, escreveu a secretaria em nota.

Ainda segundo a secretaria, um enfermeiro que estava no local disse que a dose recebida pelo idoso no vídeo era a última do frasco, por isso a técnica de enfermagem coloca e retira a agulha diversas vezes. “Ao final do expediente, todos os frascos utilizados são devolvidos para o setor de imunização para serem conferidos e ser feito o descarte correto”, finaliza a nota.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana