conecte-se conosco


Política MT

Paulo Araújo destinou 1,79 milhão em emendas para a área da educação de Mato Grosso

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Paulo Araújo (Progressistas) destinou R$ 1.791.595,31 milhão em emenda parlamentar impositiva referente ao exercício 2021 para área da educação. O objetivo foi beneficiar diversas cidades de Mato Grosso, entre elas Colniza e Aripuanã. Os recursos deverão ser utilizados principalmente na climatização escolar, informatização educacional, aquisição de ônibus escolares e para compra de mesas interativas para atender as salas de recursos multifuncionais. Os equipamentos serão utilizados pelos alunos dos municípios das unidades atendidas com o recurso.

“Minha dedicação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso é ajudar a fazer com que os projetos se tornem realidade nos municípios. Ao longo do nosso mandato, tivemos sempre um olhar especial para a educação, pois sabemos que os municípios precisam desse suporte para prestar uma educação pública de qualidade à população” disse Araújo.

Em Colniza, aparelhos de climatização serão adquiridos pela prefeitura para atender os estudantes da Escola Estadual Pedro Borges, a fim de oferecer um ambiente escolar climatizado aos alunos. O valor da emenda parlamentar enviada foi de R$ 100 mil reais.

Com recursos destinados à Prefeitura de Campo Novo dos Parecis será possível climatizar a Escola Estadual Madre Tarcila. O deputado destinou R$150 mil reais para a aquisição de aparelhos condicionadores de ar.

Também foi destinado o montante de R$ 100 mil reais para aquisição de um veículo a fim de atender a Secretaria Municipal de Educação do município de Santa Terezinha.

Ônibus Escolar 

O valor total de R$ 1.080 milhão foi distribuído para três municípios entre eles o de Aripuanã, para a aquisição de ônibus escolares, que serão utilizados para atender alunos localizados na zona rural.

Um dos grandes desafios do trabalho parlamentar é fazer os recursos chegarem onde a população mais precisa. Por este motivo, boa parte de recursos destinados durante o mandato de Paulo Araújo foi voltado ao incentivo e promoção de uma educação de qualidade, especialmente aos alunos que vivem em cidades do interior do estado.

“Temos dado uma atenção especial às necessidades dos profissionais e alunos matriculados nas escolas públicas do interior, pois investir em educação é sem duvida nenhuma investir no futuro. Um investimento na educação traz diversos benefícios para o futuro de um indivíduo. A educação amplia os horizontes, prepara para desafios, gera mudanças e faz com que estejamos preparados para a vida”, pontuou o deputado.

Já 19 municípios receberão mesas interativas para atender as salas de recursos multifuncionais, um investimento de R$ 360 mil reais dividido para essas cidades. 

“Com esses investimentos será possível garantir conforto e bem-estar não apenas aos alunos, mas também para os professores e a toda comunidade escolar. Como parlamentar, podem contar sempre com o nosso trabalho para buscar o que a população precisa”, concluiu Paulo Araújo.

Fonte: ALMT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Mesmo com decisão do STF, governador garante que irá pagar a RGA aos servidores em 2022

Publicado

Supremo decidiu que Estado não é obrigado a pagar o benefício

O governador Mauro Mendes (DEM), afirmou em conversa com a imprensa no final da tarde desta terça-feira (7), que apesar de o Supremo Tribunal Federal ter julgado inconstitucional uma lei que obrigava o Estado a pagar a RGA aos servidores público, garantiu o pagamento da reposição em 2022. Mendes criticou duramente a intenção da Assembleia Legislativa, conforme ventilado em plenário, de votar uma lei congelando o IPVA no Estado em 2022.

“Tem uma lei orçamentária na Assembleia Legislativa que já prevê o pagamento de uma reposição a partir do ano que vem para os servidores. Essa ação no Supremo nunca existiu do meu lado, parece que é de 2016 e eu tomei conhecimento dessa decisão agora, recentemente. Não sabia dessa inconstitucionalidade. Se julgou, ela torna inconstitucional, mas na medida em que o Estado tenha condições de fazer reposições, como acontece em diversos estados, essas reposições são feitas de acordo com a realidade de cada estado”, argumentou.

Mendes fez um apelo aos servidores estaduais para que o Estado seja mais eficiente. “Vamos todos trabalhar para tornar o Estado mais eficiente. Se o Estado for eficiente, nós nunca iremos contrariar os indicadores e os índices estabelecidos pela LRF, porque daí poderemos ter as reposições tranquilamente. O que não dá é para acontecer como ocorreu até o final de 2018, onde o Estado queria pagar RGA, pagar RGA e depois nem salário pagava mais”.

Conforme Mendes, é preciso ter responsabilidade. “Nós temos que ter responsabilidade e fica aí um desafio que já está sendo assumido por grande parte dos servidores e que eu gostaria que a grande maioria viesse conosco para tornar o Estado mais eficiente, fazer mais com menos e daí, custando menos, não vai ter problema nenhum de fazer as reposições”.

Sobre o congelamento do IPVA no próximo ano, o governador foi direto: “lamentavelmente os deputados sabem que nenhuma matéria que cria despesa, que mexe com impostos, que mexe no ordenamento jurídico do serviço público pode nascer no Legislativo. O que eles estão fazendo, não passou, não foi dialogado comigo e é algo que eu lamento. Eles não poderiam fazer. Se faz algo que não pode fazer, temos que buscar a tutela judicial. Precisa ter responsabilidade. Não pode cada um tomar uma medida olhando para o seu umbigo”, completou.

 

 

Continue lendo

Política MT

Comissão da Indústria vai se reunir com FIEMT, CDL e Fecomércio para fortalecer vendas de final do ano

Publicado


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

A Comissão de Indústria, Comércio e Turismo da Assembleia Legislativa debateu sobre a percepção do comércio para vendas de Natal, durante a reunião de hoje (7). Na ocasião, o presidente da Comissão, deputado Allan Kardec (PDT), afirmou que na próxima semana os membros do grupo farão uma visita às diretorias da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT) e da Federação das Indústrias do estado de Mato Grosso (FIEMT) para cobrar o calendário de eventos do estado. Essa é uma das principais propostas da comissão para fomentar as vendas. 

Durante a reunião, os participantes dos segmentos do comércio de Mato Grosso pediram apoio da comissão com o objetivo de buscar alternativas para fomentar as vendas neste final de ano.

“Vamos fazer uma união de esforços ainda na próxima semana e uma visita institucional na Fecomércio, CDL e FIEMT, convidando o setor hoteleiro e de eventos para juntos, definirmos o calendário de eventos de 2022 em Mato Grosso”, prevê Kardec.

Para o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Mato Grosso (SHRBS), Luis Carlos Nigro, o apoio da Assembleia Legislativa e do governo do estado é fundamental para fortalecer as vendas neste final de ano e, consequentemente, melhorar mais para 2022.

“Tivemos um período muito complicado no ano passado e nesta temporada também passamos por momentos difíceis devido à pandemia. Precisamos organizar uma retomada para o setor para que a gente possa desenvolver o comércio dentro do Estado de Mato Grosso. Também o apoio do governo será importante para a melhora do comércio”, revelou ele. 

De acordo com o deputado Gilberto Cattani (PSL) é comum que os comerciantes estejam mais focados em aumentar suas vendas. Para o parlamentar, a percepção do comerciante mato-grossense é aumentar as vendas neste Natal.

“Na minha opinião foi o setor que mais sofreu com a pandemia, e com certas políticas incoerentes tomadas durante esse período, vários negócios não conseguiram se manter no comércio. Entendo que essa iniciativa será fundamental para a recuperação do setor no estado”, concluiu Cattani.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana