conecte-se conosco


Mato Grosso

Patrulha Rural da PM apreende 400 quilos de droga em Itiquira

Publicado


.

Policiais da Patrulha Rural da 14ª Companhia de Força Tática e do Núcleo de Polícia Militar de Ouro Branco do Sul, unidade do 4º comando Regional de Rondonópolis, apreenderam nesta segunda-feira (29.06), em uma área rural do município de Itiquira (357 km de Cuiabá), uma carga de aproximadamente 400 quilos de maconha. Essa é uma das maiores apreensões deste ano no Estado.

A droga, dividida em 392 tabletes, estava escondida em uma mata a margem da rodovia BR-163, no quilômetro 70, na região de Ouro Branco. Encontrava-se a cerca de 200 metros de um veículo Hyundai, modelo Tucson, provavelmente o que fazia o transporte.

O carro estava parado à margem da rodovia e não tinha os bancos traseiros, o que poderia indicar que algo estaria sendo transportado nele. A Força Tática foi acionada via grupo de WhatsApp, um canal de denúncias e troca de informações que o serviço de Patrulha Rural mantém com produtores rurais, sitiantes e unidades da PM de cidades vizinhas.

Assim que chegaram ao local os policiais fizeram a checaram da placa do veículo, mas descobriram que se tratava de um “dublê”, ou seja, uma fraude com uso da placa de outro veículo. Também descobriram que o chassi estava adulterado, o que impossibilitou identificar a numeração original imediata e se o veículo é produto de roubo ou furto.

Depois, fizeram diligências pelas proximidades, em área de mata, e encontraram a droga. Todavia, até o início da noite nenhum suspeito relacionada a essa ocorrência havia sido preso. A droga e o carro foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Federação das Associações Pestalozzi de MT recebe alimentos e cobertores

Publicado


.

Cinquenta cestas básicas da campanha “Vem Ser Mais Solidário- MT unido contra o coronavírus” e 60 cobertores do programa “Aconchego” foram doados a Federação das Associações Pestalozzi de Mato Grosso, nesta terça-feira (14.07). A entrega foi realizada pela secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania, Rosamaria de Carvalho. 

A titular da pasta aproveitou para conhecer as dependências da entidade e, na ocasião, pontuou a importância da atenção especial às pessoas com deficiência, que se enquadram no grupo de risco e estão mais vulneráveis neste período.

“Sabemos a importância do cuidado com as nossas crianças especiais. Por este motivo, em nome da primeira-dama Virginia Mendes, estamos aqui pela segunda vez atendendo com carinho e amor a todas as famílias carentes que precisam e procuram por nossa ajuda”, destacou.

Segundo a presidente da Pestalozzi, Ruth Leite, a maioria das famílias das crianças assistidas pela entidade se encontram em situação de extrema vulnerabilidade social.

“Temos buscado auxiliar as famílias dos nossos pequenos. Muitas mães são autônomas e enfrentam dificuldades em relação ao emprego. Agradecemos a Rosamaria pela dedicação e a primeira-dama que sempre atende com seu olhar sensível aos menos favorecidos”, comentou.

 

A Associação Pestalozzi de Cuiabá é uma entidade sem fins lucrativos que tem como objetivo fortalecer o vínculo familiar e educar as crianças com deficiência por meio de ações educacionais, laborais, preventivas e de reabilitação. Atualmente o local atende 47 crianças com idade de zero a seis anos acometidas com a microcefalia decorrente ao zika vírus e outras deficiências.

Mais entregas

A União das Associações de Moradores de Bairros e Similares (Ucamb) e a Comunidade de Clube de Mães do Cinturão Verde, localizada na região do bairro Pedra 90, também foram beneficiadas com as ações sociais do Governo de Mato Grosso. Foram repassadas mais de duas mil cestas básicas contendo alimentos, kits de produto de higiene pessoal, limpeza e cobertores.

Conforme o presidente da Ucamb, Édio Martins, a iniciativa irá atender 100 associações que são assistidas pela entidade. “A nossa prioridade é começar a distribuição para as associações que atendem os bairros mais carentes que estão passando por muitas dificuldades entre elas a falta de alimento”, afirmou.

Atualmente são 220 presidentes de Associações de Bairros filiados a organização. A União abrange a Região Norte, da Grande CPA; a Região Leste, do Grande Dom Aquino, e Região Oeste, do bairro Verdão ao Distrito da Guia. Cada região é composta de cinco polos.

Para o presidente de bairro do Novo Horizonte, Conrado Cajahiba, a ação amenizará os impactos que a famílias tem passado. “Muitas famílias se encontram desempregadas por conta da pandemia. Então estamos buscando alternativas para tentar minimizar a situação de calamidade dentro da comunidade”, comentou.

A presidente do bairro do Jardim Ubirajara, Ana Claúdia destacou a importância do trabalho desenvolvido em parceria com o Governo do Estado. “O nosso bairro é muito carente e necessita de toda ajuda possível. Como representante da comunidade, agradeço ao Édio pelo suporte, a Setasc e a primeira-dama pelo lindo trabalho”, disse.

Glaucimar Silva Martins Bezerra, 49 anos, foi uma das beneficiadas com a ação social.  Há mais de 20 anos ela faz parte da comunidade Clube das Mães do Cinturão Verde. “Sou viúva e vivo de aluguel, muitas vezes economizo o máximo para não faltar alimento em casa. Deus abençoe a todos que participam deste trabalho’, comentou.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Reforma da previdência estadual prevê regras de transição para todos os servidores

Publicado


.

Assim como na reforma da previdência nacional que já está em vigor para todos os servidores federais, os servidores estaduais de todas as carreiras também possuem regras de transição asseguradas na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 06/2020, que está  em tramitação na Assembleia Legislativa.

O presidente do Mato Grosso Previdência (MT Prev), Elliton Oliveira, explica que as regras de transição são para todos os servidores que estão atualmente no serviço público, mas ainda não possuem todos os requisitos até a promulgação da reforma. “As regras de transição propostas são exatamente as mesmas da reforma nacional e o servidor poderá analisar qual delas é a mais benéfica para o seu caso”.

Na proposta enviada pelo Executivo, e que pode sofrer emendas pelos deputados, há regras que beneficiam os servidores em geral, bem como as categorias que possuem regras específicas: professores, servidores expostos a agente nocivos, servidores com deficiência e policiais civis, penais e agentes do socioeducativo. 

Na prática, essas regras servem para que os atuais servidores não tenham o impacto das mudanças propostas. A reforma, que prevê idade mínima de 65 anos para homens, e de 62 para mulheres, e altera o tempo de contribuição, passa a valer para os servidores que ingressarem a partir da promulgação da reforma.

Oliveira esclarece ainda que todas as novas regras, inclusive as regras de transição propostas, são idênticas  as da reforma nacional, contidas na Emenda Constitucional n.º 103/19, aprovada no ano passado. 

Assim como os servidores federais, dependendo de cada carreira, o servidor poderá pagar um pedágio do tempo que falta para se aposentar, ou então, optar pelo sistema de pontos, que soma a idade e o tempo de serviço.

Os servidores que se aposentarão nos próximos anos se beneficiam mais das regras de transição do pedágio, e representam uma grande parte dos servidores. A previsão do MT Prev é de que o número de aposentados já supere o número de servidores ativos até 2023. Atualmente o Estado possui 35,2 mil aposentados e pensionistas, e 45,8 mil servidores ativos trabalhando.  

Para os servidores em geral, por exemplo, para poder se aposentar, é preciso ter no mínimo 86 pontos para as mulheres, e 96 pontos para os homens. A cada ano após a reforma, durante 14 anos, aumenta um ponto, que chega a atingir 100 para mulheres e 105 para homens. 

Veja os detalhes de todas as regras de transição para cada carreira.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana