conecte-se conosco


Esportes

Partiu Real Madrid? Hazard fala sobre o seu futuro: “Tomei minha decisão”

Publicado

Lance


Hazard com as mãos na orelha
Reprodução/Facebook

Hazard disse que já decidiu sobre seu futuro e pode ir para o Real Madrid

O namoro entre Hazard e Real Madrid
deve finalmente ser oficializado nas próximas semanas. Após a última partida da Premier League, no empate em 0 a 0 contra o Leicester, o belga falou em entrevista pós-jogo e deu a entender que seu futuro está na Espanha, como vem sendo especulado na imprensa europeia.

Leia também: FIFA mantém punição e Chelsea fica proibido de contratar jogadores até 2020

“Eu tomei minha decisão, mas não é apenas sobre mim. Eu avisei ao clube há algumas semanas. Queria que isso fosse esclarecido antes, mas não aconteceu. Eu sigo esperando, assim como os torcedores estão esperando”, comentou Hazard
, que aproveitou para dizer que as especulações e a possível saída do Chelsea
não o distraem dentro de campo.

Leia também: Real Madrid pode gastar até R$ 2,5 bilhões em reforços para próxima temporada

“Temos uma final para jogar, e veremos. Nunca foi uma distração. Quando você está no campo, tenta focar no campo, na bola. É isso. Quando estou no gramado, apenas tento fazer o melhor. Não pensando sobre isso ou aquilo, minha situação ou a do clube. Eu apenas tento vencer os jogos”, disse Hazard sobre a final da Liga Europa contra o Arsenal.

A imprensa inglesa tem informado que Chelsea e Hazard
não chegaram a um consenso sobre a renovação de contrato e que o craque está de malas prontas para Madri. A volta de Zidane para o clube motivou o belga ainda mais para se juntar aos merengues, visto que o francês é um dos ídolos do atleta de 28 anos.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Valtteri Bottas vence GP da Áustria na abertura da Fórmula 1

Publicado


.

A Fórmula 1 abriu a temporada de 2020 com uma vitória tranquila de Valtteri Bottas, da Mercedes, mas com muita emoção para o restante dos pilotos.

O finlandês conquistou sua oitava vitória na carreira e ficou à frente de seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, durante toda a corrida. Hamilton chegou a se aproximar do líder algumas vezes, principalmente após as entradas do safety car, mas não ameaçou a vitória de Bottas. 

“Lewis foi muito rápido hoje, mas eu consegui gerenciar tudo. Não há melhor maneira de começar a temporada”, disse Bottas,

Apesar de terminar em segundo na pista, Hamilton ficou apenas na quarta posição, fora do pódio. O britânico recebeu uma polêmica punição de cinco segundos por evitar a ultrapassagem de Alexander Albon, da Red Bull Racing (RBR). Albon acabou saindo da pista e perdeu a possibilidade de pontuar.

A segunda colocação ficou com Charles Leclerc. Largando na sétima posição, o monegasco de 22 anos fez uma boa corrida e acelerou no fim, mesmo com uma Ferrari com muitos problemas e longe de ser a ideal. O piloto não escondeu a surpresa.

“É uma surpresa enorme, mas é boa. Acho que fizemos tudo perfeito hoje e tivemos um pouco de sorte, mas faz parte da corrida também. Este era o objetivo, aproveitar todas as oportunidades”, disse Leclerc.

Quem completou o pódio foi Lando Norris, da McLaren. O piloto largou em quarto e, e após um duelo com Sergio Perez, da Racing Point, recuperou a posição. Com a punição a Hamilton, Norris foi premiado com o terceiro lugar. Na linha de chegada, o britânico de apenas 20 anos cravou a volta mais rápida da corrida, com 1min07seg475.

“Estou sem palavras. Houve alguns pontos que pense ter errado um pouco, mas consegui passar o Perez e terminar no pódio. Estou muito feliz e orgulhoso da nossa equipe”, disse Norris.

O GP da Áustria foi marcado por muitos abandonos, foram nove no total. Dentre eles, o experiente Kimi Räikkönen, da Alfa Romeo, e o bom piloto da RBR Max Verstappen, que largou em terceiro e representava uma ameaça aos carros da Mercedes.

Além das ultrapassagens, abandonos e de surpresas, o GP da Áustria também foi marcado por um protesto anti-racismo. Vestindo uma camisa com a frase End racism (Fim ao racismo), os pilotos se reuniram em duas filas e se ajoelharam. Hamilton, único piloto negro da Fórmula 1, utilizou a camisa com a frase Blak LivesMatter (Vidas negras importam). Max Verstappen, Antonio Giovinazzi, Carlos Sainz, Charles Leclerc, Kiki Räikkönen e Daniil Kvyat permaneceram em pé.

A Fórmula 1 volta no próximo fim de semana, no mesmo circuito de Spielberg, na Áustria, mas com nome diferente: GP da Estíria, estado onde está localizada a cidade de Spielberg.

Confira a classificação final do GP da Áustria

1.      Valtteri Bottas – Mercedes

2.      Charles Leclerc – Ferrari

3.      Lando Norris – McLaren

4.      Lewis Hamilton – Mercedes

5.      Carlos Sainz – McLaren

6.      Sergio Pérez – Racing Point

7.      Pierre Gasly – AlphaTauri

8.      Esteban Ocon – Renault

9.      Antonio Giovinazzi – Alfa Romeo

10.  Sebastian Vettel – Ferrari

11.  Nicholas Latifi – Williams

12.  Daniil Kvyat – AlphaTauri

13.  Alexander Albon – Red Bull Racing

Abandonos:

Kimi Räikkönen – Alfa Romeo

George Russel – Williams

Romain Grosjean – Haas

Kevin Magnussen – Haas

Lance Stroll – Racing Point

Daniel Ricciardo – Renault

Max Versatappen – Red Bull Racing

Edição: Fernando Fraga

Continue lendo

Esportes

Bottas vence GP da Áustria. Hamilton e Albon batem e Norris vai ao pódio

Publicado

O gesto que os pilotos fizeram antes da largada contra o racismo (Foto: Haas)

Valeu a pena esperar! A temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1 não poderia ter vivido melhor começo. É verdade que a primeira metade do GP da Áustria foi até morno e sem grandes embates, mas daí em diante a prova no Red Bull Ring ofereceu várias disputas por posição e também um alto número de abandonos, com nove pilotos ficando fora. Valtteri Bottas, que largou na pole-position neste domingo (5), liderou de ponta a ponta para vencer na abertura do campeonato.

Foi uma corrida surpreendente em vários aspectos. Max Verstappen, que mostrava até ter chances de vitória, foi o primeiro a abandonar. Alexander Albon, então, despontou com boas possibilidades ao optar por uma melhor estratégia de pneus na disputa contra as Mercedes de Hamilton e Bottas. O anglo-tailandês chegou a colocar lado a lado para ultrapassar, mas foi tocado pelo hexacampeão.

Hamilton foi punido em 5s e acabou perdendo não só a segunda colocação, mas também o pódio. Surpresas, Charles Leclerc, depois de ter largado em sétimo, e Lando Norris, da McLaren, fecharam o top-3 nesta tarde.

Hamilton teve de se contentar com o quarto lugar, seguido pela outra McLaren, de Carlos Sainz, enquanto Sergio Pérez, que apostou na estratégia de seguir com pneus usados na pista depois do último safety-car, ficou em sexto. Pierre Gasly, da AlphaTauri, completou a prova na sétima posição, à frente da Renault de Esteban Ocon. Antonio Giovinazzi mostrou o quão surpreendente foi a corrida ao colocar a Alfa Romeo em nono. E Sebastian Vettel, depois de ter caído para a zona intermediária do grid depois de lutar por posição com Sainz, ainda marcou um ponto e chegou em décimo.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana