conecte-se conosco


Mato Grosso

Participação familiar é maior desafio enfrentado por gestores escolares

Publicado

O Dia do Diretor Escolar, comemorado nesta terça-feira (12.11), é uma oportunidade para refletir sobre o papel deste profissional que é responsável pela administração e gestão da unidade escolar.

Eleitos pela comunidade escolar, os diretores das escolas estaduais de Mato Grosso têm, entre seus maiores desafios, trazer os pais para para dentro da escola. Para a maior parte dos gestores, esta é uma tarefa difícil, mas compensadora e, principalmente, necessária.

Na concepção da maioria dos diretores, a participação dos pais no dia a dia da escola é fundamental para um ensino de qualidade e ter a escola como referência.

A diretora da Escola Estadual Fernando Leite de Campos, Leyde Laura de Sousa, em Várzea Grande, elencou como prioridade a participação dos pais nas atividades escolares. “Desde a elaboração de meu plano de trabalho, uma das prioridades é buscar o envolvimento da família na escola”, assegura.

Ela considera os resultados excelentes, pois os pais participam das reuniões e vão à escola não apenas para buscar os boletins escolares, eles se envolvem com todas as atividades.

Leyde Laura frisa que na maioria das vezes em que liga para os pais para falar sobre os alunos eles são atenciosos e, ao final, sempre agradecem pela preocupação que a escola tem com os seus filhos.

O maior desafio é justamente com os pais ausentes, cujos filhos encontram-se com desafazem na aprendizagem e na disciplina. “Infelizmente são pais em que ligamos duas, três vezes e não conseguimos contato. Então, acionamos o Conselho Tutelar para tomar as providências. Temos uma porcentagem de pais que não participam. Esse é o nosso alvo, porque a família na escola faz a diferença”, assinala.

Leia Também:  Apenas um produto foi reprovado pela perícia do Ipem

A escola, que está localizada na região central de Várzea Grande, atende 1.240 alunos, do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e do 1º ao 3º ano do ensino médio.

Para Conceição Aparecida Bastos, que há dez meses está à frente da Escola Estadual Nova Chance, que atende 2.800 alunos privados de liberdade, o maior desafio nesse período em que está como gestora foi promover uma gestão participativa e democrática, pautada em uma escola transformadora e libertadora, onde o aluno é parte específica e protagonista do processo de ensino-aprendizagem.

Professora da rede estadual há 28 anos, a diretora destaca que sempre acreditou que a educação é realmente o instrumento mais eficaz de transformação social, de qualificação e inserção, tanto na estruturação de vida quanto no mercado de trabalho.

“Justamente por crer na humanidade, é que vejo o estudo para os alunos privados de liberdade como um novo caminho, uma nova chance para ressocialização, construção e reconstrução de uma nova vida ao se reintegrarem na sociedade. Uma das funções da escola, como um todo, é dar a este aluno, uma chance de mudar e ter um futuro melhor. Estou convencida de que as opções de vida nessas circunstâncias específicas só podem ser melhores por meio da educação, portanto, o papel do gestor nesse processo é imprescindível”, observa.

Leia Também:  Entidades sociais cadastradas na Setasc participarão de programa que sorteará prêmios

O diretor da Escola Estadual Marcio Schabtt Souza, localizada em Lucas do Rio Verde (a 354 quilômetros de Cuiabá), Wellington José Gobi Zarelli, concorda que ser gestor não é uma tarefa fácil, mas é imprescindível para a melhoria das condições de vida das pessoas que passam pela unidade escolar.

“Para mim, o mais prazeroso em ser diretor é servir à comunidade e fazer o possível para garantir as melhorias para esse espaço educacional, ou seja, é fazer o possível para melhorar a condição de vida de quem passa pela escola, mudando tanto a questão cognitiva quanto o contexto social. Ser diretor é dedicar-se ao máximo e mostrar-se à comunidade com respeito e de maneira democrática”.

Em seu segundo ano de gestão como diretor, Wellington Zarelli, que também foi coordenador por oito anos, acredita que a escola é protagonista quando se refere à mudança do contexto social. Por isso, o gestor deve trabalhar para fazer desse espaço um ambiente mais atrativo aos alunos para que os mesmos se integrem cada vez mais à escola e não fiquem em meios vulneráveis.

“A escola é o refúgio para nossas crianças e esse refúgio além de acolher é um espaço que vai moldar esse cidadão para ter desenvoltura tanto na sua vida social quanto nas questões financeiras, ou seja, a escola é um meio para alavancar a vida de qualquer ser que passe por esse espaço”, observa.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Alimentos doados pelos visitantes da Arena Encantada beneficiarão famílias carentes

Publicado

Além das decorações natalinas, a Arena Encantada fomentará o social ajudando pessoas economicamente vulneráveis. Uma cesta básica, montada com alimentos doados pelas pessoas que visitaram o evento, será encaminhada para as famílias mais carentes de Mato Grosso. O trabalho de organização dos produtos arrecadados nos quatro primeiros dias do evento foi iniciado nesta segunda-feira (09.12) com o auxílio de voluntários.

A secretária de Assistência Social, Rosamaria Carvalho, ressalta que as arrecadações dos alimentos nos primeiros dias da Arena Encantada estão dentro das expectativas inicias. “Os produtos doados vão ajudar muitas famílias carentes, proporcionando um Natal mais digno para essas pessoas”.

Para conferir as decorações interativas, cenários e ambientes que recriam a histórica da maior festa cristã, a entrada sugerida é um quilo de alimento não perecível por família. “Podem ser doados arroz, feijão, açúcar, café, macarrão, óleo, leite longa vida e panetone”, pontua.

O parque natalino com instalações interativas, cenários e ambientes que recriam a histórica da maior festa cristã, montado na Arena Pantanal, em Cuiabá, ficará aberto à visitação todos os dias, sempre das 18h às 23h, até o dia 5 de janeiro de 2020.

Leia Também:  Professores universitários de Mato Grosso do Sul e Portugal visitam Arquivo Público

Toda a concepção da Arena Encantada foi idealizada e coordenada pela primeira-dama Virginia Mendes, através da Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família (Unaf), e vem sendo executada pelas Secretarias de Assistência Social e Cidadania (Setasc), de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), e de Educação (Seduc).

O evento promovido pelo Governo do Estado ocorre também em função de uma parceria firmada com Assembleia Legislativa de Mato Grosso e com os apoiadores da iniciativa privada, que uniram forças para oferecer um espaço dedicado à magia do natal para os adultos, jovens e crianças.

Um ponto de venda de alimentos foi posicionado na entrada da Arena Encantada para aqueles que quiserem adquirir os produtos e contribuir na ação.

Estima-se que passarão pela Arena Encantada, até janeiro, aproximadamente 450 mil pessoas.

Outra iniciativa social e solidária será realizada no dia 17 de dezembro, com a visitação de seis mil crianças carentes. Todas elas receberão presentes do Papai Noel.

Serviço

O complexo da “Arena Encantada” foi montado no estádio de futebol da Arena Pantanal que está localizado na Av. Agrícola Paes de Barros, s/n – Verdão, em Cuiabá.

Leia Também:  MTI apresenta modelo de parceria estratégica para Centro de Informática de Santa Catarina

Período de visitação: De 06 de dezembro a 05 de janeiro, sempre das 18h às 23h

Entrada: Um quilo de alimento não perecível por família (arroz, feijão, açúcar, café, macarrão e óleo).

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Governo entrega 23 km da MT-020 na região de Água Fria com acesso a Manso

Publicado

Os setores do turismo e da piscicultura devem ganhar ainda mais impulso com a conclusão dos últimos 23 quilômetros da rodovia MT-020, no município de Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá), região do Distrito de Água Fria com acesso ao Lago do Manso. A obra foi entregue oficialmente na manhã desta segunda-feira (09.12) à população local pelo governador Mauro Mendes e os secretários de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda e o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

A cerimônia simbólica aconteceu no km 21 da rodovia, no Trevo de Água Fria, no acesso à comunidade de João Carro, e reuniu autoridades locais, deputados estaduais e equipes técnicas da Sinfra e Sedec.

A MT-020, que agora passa a se chamar Mamede Abdala Roder, compreende um trecho total de 50 quilômetros. Nessa fase, foram finalizados 23 quilômetros, o restante já havia sido concluído em 2016. A obra atual está orçada R$ 16,70 milhões e os recursos são provenientes do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Turismo (Prodestur).

A retomada dos trabalhos pela Sinfra ocorreu no início de 2019, após mais de dois anos de espera desde a finalização do primeiro lote. O contrato integra o pacote de 114 ordens de serviços autorizadas pelo governador Mauro Mendes, em março deste ano. “A chegada do asfalto até a Água Fria é muito importante para população que vive aqui nessa localidade. Porém, ele cria também duas perspectivas econômicas significativas para Mato Grosso. A primeira delas é o desenvolvimento do turismo, por ser uma região muito bonita que está em Chapada dos Guimarães e no entorno do Lago do Manso. A segunda é o crescimento da piscicultura, com a regularização da produção da tilápia, que deve acontecer nos próximos meses. Essa é uma nova fonte de riqueza que vai atender a dezenas de pequenos até grandes empreendedores desse ramo, além da agricultura familiar”, pontuou o governador.

Leia Também:  CGE participa de debate nacional sobre a importância e os desafios do controle interno

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Cesar Miranda, explicou que justamente pelo potencial turístico de todo os arredores de Chapada dos Guimarães a pavimentação da MT-020 pôde contar com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), via Prodestur, que é um programa de estímulo ao turismo. “A Sedec, por meio da sua adjunta de Turismo, faz sua programação e apresenta os projetos ao banco. Com a formalização de um termo de cooperação as obras são executadas pela Sinfra, que é a secretaria com expertise e a capacidade de entregar uma obra com a qualidade da MT-020. Aliás, essa é uma obra que além de estimular o potencial turístico tem um cunho social muito grande por que é através dela é que a população consegue chegar ao Lago do Manso, onde estão muitas comunidades”, avaliou ele.

Segundo o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a pavimentação da rodovia é um divisor para a região do distrito de Água Fria, que sempre em épocas de chuva enfrentava problemas de interrupção da estrada por falta de trafegabilidade. Agora, com a pavimentação concluída isso não ocorrerá mais. “Estamos notando que esse asfalto vai trazer um progresso muito grande para a localidade, tanto na área da piscicultura, quanto do turismo. Acredito que o desenvolvimento do setor turístico dará uma alavancada em toda essa região, uma vez que temos o Lago de Manso, e é uma maravilha”, pontuou o titular da Sinfra.

O deputado estadual Carlos Avalone, falando em nome dos parlamentares presentes na cerimônia, elogiou a qualidade da obra, a empresa executora (Destesa) e a equipe da Sinfra. “Com o desenvolvimento, essa região vai ‘explodir’ e essa obra é fundamental para isso”, acrescentou o parlamentar.

Paulo Roder, neto de Mamede Abdala Roder, homenageado com o nome da rodovia por ser um dos pioneiros apostarem na região de Chapada-Água Fria, disse que é uma honra para toda família ver a estrada levar o nome do avô. “Hoje governador me honra muito ter o prazer de estar aqui descerrando a placa com o nome desse senhor que saiu do outro lado do continente (atual Síria) e veio ousar, usando a sabedoria árabe, tentando trazer o desenvolvimento e cultura árabe aos mato-grossenses”, agradeceu Paulo Roder.  

Leia Também:  Apenas um produto foi reprovado pela perícia do Ipem

Demanda antiga

O asfaltamento da via até o distrito de Água Fria, na região do Lago do Manso, é uma demanda antiga de moradores da localidade e tende a fomentar atividades como piscicultura, turismo, mercado imobiliário, além de fornecer melhor qualidade de vida as mais de 20 mil pessoas que vivem no entorno de Chapada dos Guimarães.

A prefeita do município, Thelma de Oliveira, esteve presente na entrega da rodovia e disse que o seu asfaltamento é a concretização de um sonho antigo da população. “Hoje com o governador Mauro Mendes aqui fazendo a entrega dessa rodovia se realiza um sonho de toda a comunidade. Nessa localidade temos produtores frutas, criadores de gado, agora temos a piscicultura. Então é toda uma região que vai se beneficiar de maneira enorme com a pavimentação da MT-020. Antigamente a gente levava de uma hora a uma hora e meia, em época de chuva para chegar a até Chapada. Agora, a gente leva 20 minutos”, atestou a prefeitura.

Estiveram presente na inauguração ainda o deputado estadual, Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, o deputado Wilson Santos e o ex-governador de Mato Grosso, Júlio Campos. Também acompanharam a comitiva o secretário adjunto de Obras Rodoviárias, da Sinfra, Nilton de Britto, o adjunto de Concessões e Logística, Huggo Waterson, bem como técnicos e engenheiros da pasta. Além do secretário adjunto de Turismo, Jefferson Moreno, o secretário adjunto de Indústria, Comércio e Empreendedorismo, Celso Banazeski, e outros técnicos da área que integram a Sedec.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana