conecte-se conosco


Várzea Grande

Parceria permitirá capacitação em saúde mental para o profissional de Educação

Publicado

Mais do que garantir o ensino/aprendizagem das disciplinas obrigatórias contidas na grade escolar estabelecida pela legislação federal, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer quer levar o debate e a prevenção aos alunos da rede pública municipal de Várzea Grande, sobre temas relevantes e que preocupam toda a sociedade contemporânea.

Com essa preocupação, a Secretaria de Educação em parceria com as secretarias municipais de Saúde e Assistência Social está promovendo o Projeto Promoção da Saúde Mental no ambiente escolar: Prevenção ao uso e abuso de drogas, automutilação e suicídio na adolescência. O lançamento oficial do projeto ocorrerá no dia 28 de maio, terça-feira, às 19h no auditório da Secretaria de Assistência Social, com a presença dos titulares das pastas, autoridades municipais e comunidade escolar.

O projeto vai oportunizar uma formação intersetorial para 200 profissionais de 30 escolas municipais com carga horária de 30 horas, sendo 12 horas presencial e 6 horas semipresencial. Semestralmente serão contempladas 15 escolas, sendo 30 vagas para professores e 20 vagas distribuídas entre os profissionais da Saúde e da Assistência Social por semestre, nos períodos matutino e vespertino, totalizando 100 servidores.

O curso ocorrerá no auditório do Anexo da Educação, nos períodos matutino e vespertino, uma vez por mês com carga horária de 4 horas, o que possibilitará a presença dos professores dos dois períodos. Em cada data presencial, os participantes terão atividades extraclasse com carga horária de 4 horas. Serão três encontros presenciais, sendo que o 1º módulo abordará a questão das drogas; 2º módulo sobre a automutilação e 3º módulo sobre o suicídio tendo como foco a adolescência.

As atividades presenciais serão desenvolvidas através de metodologia ativa e estudo de caso, roda de conversa, seminários, exibição e análise de vídeos. As atividades semipresenciais ocorrerão por meio de síntese de artigos, estudos de casos e análises de vídeo.

De acordo com o secretário Silvio Fidelis, o projeto tem o objetivo de capacitar os profissionais para atuarem como agentes na promoção da saúde e prevenção da automutilação, suicídio, do uso e abuso de drogas no território escolar. Segundo Fidelis, a capacitação ainda vai permitir a ampliação das competências e habilidades dos professores sobre a automutilação, o suicídio e atuar preventivamente em relação ao uso de drogas, além da possibilidade de criar plano de intervenção a ser desenvolvido no ambiente escolar com ações intersetoriais e participação da família dos alunos.

“A escola tem papel fundamental na promoção da saúde. Trabalhar com temas que estão presentes no dia a dia dos alunos e orientar sobre seus perigos e desafios é de extrema importância para que nossos jovens tenham uma posição reflexiva e crítica dentro e fora do ambiente escolar para a desconstrução do mito da droga, valorizando a vida, quando nos referimos a questão do suicídio e os modismos de comportamento que põem a saúde em risco, no caso da automutilação” afirmou.

As escolas que participarão do projeto são as EMEBs: Lúcia Leite Rodrigues, Paulo Freire, Tenente Abílio da Silva Moraes, Lenine de Campos Póvoas, Júlio Corrêa, Bianka Lorena da Rocha Capilé, Faustino Antônio da Silva, Líbia da Costa Rondon, Abdala José de Almeida, Benedita Bernardina Curvo, Senhora Dirce Leite de Campos, Maria Barbosa Martins, Antônio Gomes da Cruz, Júlio Domingos de Campos, Ana Francisca de Barros, José Estejo de Campos, Euraide de Paula, Air Addor, Benedito Abrão Nassarden, Gabriel Muller, Maria de Lourdes Toledo Areias, Salvelina Ferreira da Silva, Antônio Felipa, Vereador Zeno de Oliveira, Vereador Estevão Ferreira, Irenice Godoy de Campos, Juvenília Monteiro de Oliveira, Jaime Veríssimo de Campos e Joaquim da Cruz Coelho.

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Prefeitura de Várzea Grande terá ponto facultativo no período de Carnaval

Publicado

O funcionamento dos órgãos que integram o Poder Executivo Municipal de Várzea Grande sofrerão alterações em seu experiente na próxima semana de carnaval. Conforme o estabelecido no Decreto de número 65, no dia 24 de fevereiro, segunda-feira, será ponto facultativo no âmbito da administração pública municipal. O dia 25 de fevereiro, terça-feira de carnaval, é feriado municipal e no dia 26 de fevereiro, Quarta-Feira de Cinzas, o expediente será retomado a partir das 13h.

O Decreto Municipal não modifica, altera ou suspende o atendimento em áreas essenciais e emergenciais, como nas unidades de saúde UPA 24h e no Pronto-Socorro, bem como, na rotina dos serviços de limpeza urbana e das ações e plantões da Guarda Municipal e da Defesa Civil, que funcionarão em sistema de plantão.

O ponto facultativo não interfere na rotina do comércio da cidade e nas atividades privadas. Em comunicado emitido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá e de Várzea Grande), a entidade esclarece que lojistas poderão abrir suas lojas normalmente nos seus horários habituais sem implicação de ônus trabalhista, inclusive mantendo expediente normal na Quarta-Feira de Cinzas.

A CDL frisa que cabe ao empregador avaliar a viabilidade de funcionamento do seu negócio no período do Carnaval, bem como, a necessidade de criar horários diferenciados.

Os bancos não abrirão ao público na segunda e terça, dias 24 e 25. Na Quarta-Feira de Cinzas, o atendimento será retomado a partir do meio dia.

O texto do Decreto Nº 65 de 12 de novembro de 2019 é baseado em leis de âmbito federal, estadual e municipal, e apresentam oito feriados nacionais, quatro feriados municipais e um estadual.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Várzea Grande

Asfalto entregue no bairro Mangabeiras interliga bairros à Rodovia Mario Andreazza

Publicado

Ao menos 30 mil pessoas são beneficiadas com a nova Rua inaugurada pela prefeita Lucimar Sacre de Campos, na noite de sexta-feira.A nova via estruturante, corta o bairro Parque Mangabeiras, dando acesso também aos bairros Mapim e Jardim Imperial, e, liga a Rodovia Mário Andreazza à Avenida Governador Júlio Campos. A pavimentação de 02 km contempla obras de asfalto, drenagem, galerias pluviais e meio-fio, e, foram executadas ao valor de R$ 1,8 milhões, fruto de financiamento junto ao Banco do Brasil e contrapartida municipal.

“Essas obras integram o maior programa de pavimentação asfáltica que a cidade de Várzea Grande já recebeu. São 150 km de pavimentação de novas ruas e avenidas além de recapeamento de outros 70 km em 49 bairros da cidade. Ao todo, estamos investindo em asfalto o valor R$ 150 milhões. Financiamentos que realizamos junto ao Banco do Brasil e à Caixa Econômica Federal, além de contrapartida de recursos próprios da Prefeitura”, disse a Prefeita Lucimar Sacre de Campos.

Devido ao investimento em infraestrutura recebido pelo bairro Parque Mangabeiras e toda a região do Grande Mapim e Jardim Imperial, a previsão é de desenvolvimento econômico e valorização imobiliária dos bairros.

“Ruas asfaltadas facilitam o tráfego, o deslocamento da população, reduzem os custos com a manutenção dos veículos, beneficiam diretamente a saúde dos moradores com a ausência da poeira, lama e o correto escoamento da água das chuvas. Mas os benefícios desta infraestrutura podem ser ainda maiores, pois esperamos que com essa nova rua, pensada de forma estratégica para interligar essa região e facilitar a entrada em Várzea Grande pela Mário Andreazza, estimule uma valorização imobiliária da região e a procura por instalações de novos investimentos neste novo corredor”, enfatizou a gestora municipal.

De acordo com o secretário de Viação, Obras e Urbanismo de Várzea Grande, Luiz Celso de Moraes Oliveira, a nova rua que homenageia “Moisés Pereira de Carvalho”, receberá em breve novas linhas de ônibus. “Estamos reestruturando o bairro. E novas linhas de ônibus facilitam o dia a dia das pessoas que residem na região, seja para trabalhar, ir à escola e se locomover de uma maneira geral. Também sabemos que gera integração entre as comunidades e diminui a vulnerabilidade social”.

O senador Jayme Veríssimo de Campos prestigiou a inauguração e destacou o ritmo acelerado de obras que a prefeita Lucimar Campos vem executando no município e a importância do homenageado. “Em Várzea Grande existem hoje 147 obras em andamento, nos mais diversos setores. Além de pavimentação asfáltica vemos a reforma de praças e construção de novas áreas de lazer, vemos investimento na educação do município com a distribuição de 110 mil uniformes, reformas e manutenção de unidades escolares, construção de novas creches, unidades de saúde, entre tantas outras obras que são fundamentais para a população”, afirmou o senador e completou, “quero também ressaltar a importância do sargento da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso Moisés Pereira de Carvalho. Que residiu neste bairro toda sua vida e teve papel fundamental para a região pois era um elo entre a população e o poder público. Sempre que as pessoas precisavam estava pronto a atender”, declarou o senador.

O vereador Pedro Paulo Tolares, líder da prefeita na Câmara de Vereadores, representou seus pares durante a inauguração e destacou o comprometimento da prefeita Lucimar Sacre de Campos, com a população e com a transparência da sua gestão. “Vemos inúmeras obras públicas de grande importância espalhas pela cidade de Várzea Grande. E, em todas elas a prefeita Lucimar demonstra transparência com o dinheiro público e preocupação com a qualidade. Sempre nos convida a visitar essas obras com o intuito de manter a fiscalização e qualidade das mesmas. Esta é com certeza uma gestão séria e honrada”, afirmou o vereador.

A inauguração também contou com as presenças dos ex-governadores de Mato Grosso, Osvaldo Sobrinho e Júlio Campos. Ambos destacaram a felicidade de participar da inauguração de uma nova obra que contribuirá para a expansão do município e da região. “Vemos que realmente esta nova avenida é estratégica pela sua localização e função que possui. É muito gratificante ver que obras municipais como esta podem contribuir também para o desenvolvimento do Estado”, disse Osvaldo Sobrinho.

“Fico muito feliz em ver o município em que nasci, cresci e iniciei minha carreira política, continuar desenvolvendo. Uma obra de asfalto não modifica somente a vida dos moradores do bairro, mas a vida de toda a sociedade ao entorno”, completou Júlio Campos.

A família do homenageado também esteve presente e agradeceu o reconhecimento. “Meu pai faleceu em junho do ano passado e viveu sua vida com minha mãe aqui na região do Jardim Imperial. Nunca foi presidente de bairro, mas os moradores o procuravam por qualquer demanda e ele sempre dava um jeito de levar os problemas a quem administrava a cidade. Essa homenagem é muito importante pois reconhece a pessoa que ele foi e o que fez em vida”, declarou Weslainy Gonçalves de Carvalho.

Para o presidente de bairro, Ricardo dos Santos, “a obra de pavimentação foi uma grande conquista e melhora significativamente a vida de todos os moradores do bairro Parque Mangabeiras”. Benedito da Costa, morador há pelo menos 30 anos no bairro, reforma a declaração do presidente da associação de moradores e reforça que a pavimentação deu nova “cara” ao bairro.

“Essa rua era uma estradinha de terra, que quando chovia era quase impossível passar de carro e quem andava a pé ficava todo sujo. A realidade agora é outra, parece outro bairro. Esse asfalto trouxe desenvolvimento e dignidade para nós moradores”, afirmou Benedito.

A moradora Miracy Campos, residente há 38 anos no local, destacou a qualidade da obra executada. “Como eu moro em frente à rua que foi asfaltada eu vi todo o trabalho, as máquinas. E foi tudo muito bem feito. Depois que foi asfaltado já choveu e água escorreu, uma maravilha”, contou.

Luzia Rosa da Silva, residente há 20 anos no Parque Mangabeiras, confessou a dificuldade enfrentada pelas pessoas antes da pavimentação. “Era muito triste ver as pessoas todas sujas, ter que carregar sapatos em sacolas plásticas para poder trocar depois. A dificuldade era grande, agora com certeza será uma maravilha nossa vida”.

Para o morador Florentino Gregório da Silva a pavimentação também significa valorização imobiliária. “Moro há 15 anos aqui no bairro. Gosto bastante, mas a falta do asfalto era uma situação crítica. Não somente pela lama e poeira que enfrentávamos, mas agora com certeza nossos imóveis serão valorizados. Com o meio fio os moradores podem construir calçadas. O bairro fica estruturado”.

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana