conecte-se conosco


Policial

Parceria entre PRF, MP e judiciário busca reduzir crimes de trânsito em Rondonópolis

Publicado

Motoristas participam de palestras com a PRF para tentar suspensão do processo e penas alternativas

Tentar reduzir os crimes de trânsito em Rondonópolis e região, especialmente os relacionados à embriaguez ao volante. Esse é o objetivo de uma parceria desenvolvida entre Polícia Rodoviária Federal (PRF), Poder Judiciário e Ministério Público.

Motoristas envolvidos em crimes de trânsito menos graves têm a possibilidade de cumprir pena alternativa e o processo suspenso, desde que cumpram alguns requisitos, entre eles, participar de palestras educativas com a PRF.

O foco da palestra é o trânsito seguro. Os agentes repassam informações sobre as infrações de trânsito que mais causam acidentes, como o não uso do cinto de segurança, excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e embriaguez ao volante. Vídeos e notícias de acidentes reais são apresentados aos condutores e a forma correta de agir no trânsito para evitar as tragédias.

Duas edições da palestra já foram realizadas e 36 pessoas atendidas. A última ação ocorreu na terça-feira (12), no auditório do Tribunal do Júri.

A ideia surgiu diante do número de delitos de trânsito, especialmente relacionados à embriaguez ao volante, que tramitam na 2a Vara Criminal de Rondonópolis e Ministério Público. A juíza Aline Luciane Ribeiro Viana Quinto Bissoni colocou a participação nas palestras como uma das condições para suspensão condicional do processo em alguns casos. A intenção é conscientizar os condutores sobre a importância de seguir as normas de trânsito a fim de evitar os acidentes.

“A participação de pessoas denunciadas por crimes de trânsito de médio potencial ofensivo nas palestras ministradas pela Polícia Rodoviária Federal tem ensejado real sensibilização dos atores do trânsito, no sentido de transformar seu comportamento e, com isso, minorar a violência e os acidentes nesse âmbito. Criar um ambiente em que sejam apresentados dados e informações, de forma interativa e dinâmica, certamente contribui – e muito – para uma verdadeira reflexão daqueles que conduzem veículos, primeiro passo para que haja uma real transformação e redução das lesões e mortes no nosso trânsito. Agradecemos a disponibilidade da PRF, por meio do policial Jeferson Conturbia Neves, que permite que seja atendida essa importante condição proposta pelo Ministério Público nas suspensões condicionais do processo”, destaca a juíza.

Para a suspensão condicional do processo é preciso não ter outro registro criminal (ação penal em andamento ou condenação). No prazo de dois anos, também é necessário cumprir outras condições estabelecidas pelo juízo, que então verificará a possibilidade de extinguir a punibilidade.

Texto: Neocleciana Gonçalves – Nucom PRF/MT

(Reprodução mediante citação: Agência PRF)

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Polícia Civil incinera entorpecentes apreendidos com usuários em Sorriso

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) realizou a incineração de entorpecentes na manhã desta sexta-feira (29.05), em uma empresa de cerâmica do município.

O montante de drogas, entre maconha e pasta base de cocaína, é proveniente de vinte e oito ocorrências policiais deflagradas na região, pela Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal. 

As apreensões estão relacionadas a ocorrências de uso de entorpecentes, cuja pena é inferior a dois anos, e que resultaram em procedimentos de Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Com a guarda das apreensões a Delegacia de Polícia representou pela queima dos entorpecentes já periciados pela Politec de Sorriso. Foi apresentado o ofício à Justiça e por se tratar de quantidades que configuraram o uso de entorpecente, a representação foi protocolada e autorizada pelo Juizado Especial Criminal.  

Além dos policiais civis de Sorriso, participaram da incineração, representantes da Politec, Vigilância Sanitária, Ministério Público e Poder Judiciário.  

 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

PRF encerra o mês de maio com evento Maio Amarelo em Mato Grosso

Publicado


.

No evento foram realizadas palestras sobre segurança viária e prevenção ao tráfico de pessoas, além da entrega de kits com lanches e materiais de higiene pessoal

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerra o mês de maio participando de mais uma campanha do Maio Amarelo, em Mato Grosso. As ações ocorreram em uma Unidade Operacional da PRF, conhecida como UOP 102, na BR-364, km 387 em Santo Antônio do Leverger. O evento contou com parceiros como Rota Oeste, DETRAN/MT, CETRAP/MT e SINPRF/MT.

O foco da ação foram os condutores de veículos de carga. Os motoristas tiveram suas temperaturas verificadas, receberam kits com lanches e materiais de higiene pessoal, além de participarem de palestras onde eram abordados temas de segurança no trânsito como, uso de cinto de segurança, não usar o telefone celular durante a condução dos veículos e não combinar álcool com direção.

Na ocasião, a equipe do CETRAP-MT (Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas) também deu instruções para prevenir e denunciar o tráfico de pessoas nas suas diversas modalidades; e também enfatizou o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Neste ano, a PRF lançou a campanha “Se puder fique em casa, mas se tiver que sair, respeite as leis de trânsito” reforçando o Movimento Maio Amarelo, objetivando diminuir a ocupação dos leitos hospitalares por acidentados, assim disponibilizando o atendimento às vítimas de COVID-19.

SECOM PRF MT

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana