conecte-se conosco


Turismo

Para todos os bolsos! Viagens para a Ásia entre R$ 2 mil e R$ 19 mil

Publicado

A Ásia é um continente que tem atraído um número cada vez mais expressivo de turistas. O público alvo das viagens para a Ásia normalmente já conheceu a Europa e a América e está disposto a desbravar lugares mais distantes e a enfrentar voos mais duradouros. E os brasileiros fazem parte desse grupo, já que cada vez mais procuram viagens para o outro lado o mundo. 


Monumentos de Nova Deli e Phuket
shutterstock

À esquerda, Nova Deli, na índia, cuja viagem custa R$ 2600. À direita, Phuket, na Tailândia, que custa R$ 18900

Leia também: Viagem pela Ásia – como planejar um tour completo pelo continente

O buscador de passagens aéreas e diárias de hotéis Momondo fez um levantamento de quais  viagens para a Ásia  são as mais procuradas pelos brasileiros. O voo mais barato custa R$ 2600 e é para Nova Deli, na Índia. O mais caro custa R$ 18900 e é para Pukhet, na Tailândia. Veja os detalhes: 

Viagens para a Ásia #1: Bangkok, na Tailândia


Cidade de Bangkok, na Tailândia
shutterstock

Bangkok, a capital da Tailândia, é o destino asiático mais procurado pelos brasileiros

Tailândia é sinônimo de uma das viagens para a Ásia mais populares entre os brasileiros. Sua capital, Bangkok, é o destino asiático mais buscado.

A região conta com várias atrações, e as principais são os templos budistas. De maio a novembro, as temperaturas caem, assim como a chuva, então é bom analisar o seu clima preferido antes de embarcar para este destino.

  • Preços: As passagens para Bangkok podem variar entre R$ 3600 e R$ 6100.  Os meses de fevereiro a maio são os mais econômicos, mas também os mais quentes. 

Viagens para a Ásia #2: Tóquio, no Japão


Um dos principais monumentos de Tóquio
shutterstock

Tóquio, a capital japonesa é uma metrópole gigante e populosa, com inúmeras e diversificadas atrações turísticas

Os brasileiros já estão relativamente familiarizados a cultura japonesa, principalmente por causa da imigração. No entanto, uma visita ao Japão é sempre uma surpresa: da culinária à arquitetura, tudo parece muito diferente do que. O tempo mínimo de voo para Tóquio é de 28 horas.

  • Preços: As passagens custam entre R$ 4100 e R$ 6500. Quando for planejar a viagem,  é preciso ficar atento ao visto, pois apresentar os documentos e obter autorização da embaixada japonesa para entrar no país é imprescindível.

Viagens para a Ásia #3: Malé, nas Maldivas


Ilhas Maldivas
shutterstock

Malé, a capital das Ilhas Maldivas, acaba sendo um destino um pouco mais caro que os outros

Um paraíso no oceano Índico, Malé é a capital das Ilhas Maldivas. Por ser um pequeno país com boa infraestrutura turística, as Maldivas são um destino badalado, e acabam custando um pouco mais que outros destinos asiáticos.

Leia Também:  Quer viajar para Buenos Aires? Saiba qual a melhor forma de aproveitar a cidade

Brasileiros não precisam de visto de turista para permanências de até 30 dias, mas é necessária atenção ao comprovante de vacinação contra a febre amarela, pois pode ser necessário para entrar no país.

  • Preços:  Os valores para conhecer esse destino variam entre R$ 6100 e R$ 11000.

Leia também: 6 lugares que devem ser visitados na asiática Abu Dhabi

Viagens para a Ásia #4: Seul, na Coreia do Sul


Seul, capital da Coreia do Sul
shutterstock

Os valores para conhecer Seul, a capital da Coreia do Sul, variam entre R$ 3700 e R$ 7900.

A capital da Coreia do Sul é moderna, cosmopolita, mas ainda conserva suas tradições. Na paisagem de Seul, além dos arranha-céus, o turista também encontra templos e palácios.

Ao viajar para Seul, é preciso prestar atenção ao bairro onde pretende se hospedar. Como a cidade é muito grande, cada bairro é como uma micro cidade dentro da capital, e oferece uma experiência única ao viajante.  

  • Preços: com um pouco de sorte e planejamento, é possível encontrar passagens mais baratas para Seul do que outras capitais asiáticas. Valores variam entre R$ 3700 e R$ 7900. 

Viagens para a Ásia #5: Krabi, na Tailândia


Krabi
shutterstock

Krabi é responsável por fazer com que a Tailândia seja o destino asiático mais procurado por turistas brasileiros

Talvez a diversidade local faça da Tailândia o país mais procurado na Ásia por brasileiros. Enquanto a capital, Bangkok, é grande e cosmopolita, a província de Krabi é porta de entrada para belezas naturais. De lá, é possível acessar as famosas praias de Ko Phi Phi e Maya Bay, por exemplo.

O destino é um dos que exigem a comprovação da vacina amarela em dia. Além da febre amarela, outras vacinas também podem ser necessárias ao turista. É importante pesquisar.

  • Preços: os viajantes que desejam conhecer Krabi encontram passagens entre R$ 4700 e R$ 15700. 

Viagens para a Ásia #6: Bali, na Indonésia


Uma das praias de Bali, na Indonésia
shutterstock

Bali, na Indonésia é um destino asiático que se destaca, principalmente, pelas praias atraentes

A Indonésia compete com a Tailândia no quesito belas praias e boas festas. É possível chegar na capital Bali com mais de 25 companhias aéreas diferentes, mas não há voo direto a partir do Brasil. O verão, por ser a época chuvosa, costuma representar a baixa temporada, mas como faz calor em Bali o ano inteiro, não tem problema visitar a ilha no inverno. 

  • Preços: as passagens para conhecer Bali custam entre R$ 4600 e R$ 10000.  
Leia Também:  Viagem com criança: como escolher o melhor hotel e evitar dores de cabeça

Viagens para a Ásia #7: Hong Kong, na China


Uma das ruas de Hong Kong
shutterstock

Hong Kong teoricamente, faz parte da China, mas na prática nada tem a ver com o governo chinês

Hong Kong é uma das grandes cidades asiáticas, com alta concentração de pessoas, mas também de arranha-céus. Moderna e cosmopolita, Hong Kong é uma região administrativa da China, com algumas regras diferentes do que as do governo chinês. Por exemplo, brasileiros não precisam tirar visto de turista para visitar Hong Kong, mas para visitar a China, sim.

  • Preços: as passagens para Hong Kong variam entre R$ 3300 e R$ 6000, sendo os meses de fevereiro a maio aqueles em que o viajante tem a maior chance de achar bons preços.

Viagens para a Ásia #8: Phuket, na Tailândia


Montanha e pôr do Sol ao redor de um monumento de Phuket, na Tailândia
shutterstock

Phuket também é um dos destinos asiáticos mais procurados. Fica na Tailândia, e proporciona o turista com belos cenários

Mais um destaque da Tailândia na lista de destinos asiáticos mais procurados por brasileiros. Assim como Krabi, Pukhet é uma porta de entrada para as praias mais conhecidas da Tailândia. Turistas brasileiros não precisam de visto, mas as vacinas são um cuidado a ser considerado durante o planejamento da viagem.

  • Preços: a variação de valores das passagens para Pukhet é grande, e representa uma das viagens para a Ásia mais caras: o turista pode gastar desde R$ 2910 até R$ 18900.

Viagens para a Ásia #9: Nova Deli, na Índia


Nova Deli
shutterstock

A cidade de Nova Deli é, junto com Mumbai, a principal porta de entrada de turistas na Índia

A capital indiana é campeã em contradições: caos e calma, desorganização e beleza, há espaço para tudo em Nova Deli. Viajar para este destino é garantia de nunca cair no tédio.  O visto para turistas brasileiros é exigido, mas tem a facilidade de ser eletrônico.

Por ser a porta de entrada para a Índia, mesmo que o objetivo do viajante seja conhecer o Taj Mahal, é muito provável a passagem pela cidade em questão.

  • Preços: com um bom planejamento, é possível encontrar passagens para Deli a partir de R$ 2600, e os valores podem chegar a até R$ 6100.

Leia também: Jovem faz mochilão pela Ásia com a avó e dá dicas de como viajar com idosos

Viagens para a Ásia #10: Pequim, na China


Pequim
shutterstock

Visitar Pequim a turismo está cada vez mais acessível, pelas promoções de passagens aéreas para a China

Quem visita Pequim, não pode perder a oportunidade de visitar alguns dos pontos turísticos mais famosos do mundo, como a Muralha da China, e a Praça da Paz Celestial. Na hora de planejar a viagem, é preciso ficar atento ao visto, exigido pela China aos turistas brasileiros.

  • Pequim é uma das viagens para a Ásia que tem se tornado cada vez mais acessível, com o passar do tempo. Os preços das passagens para este destino que une tradição e modernidade variam entre R$ 2804 e R$ 6200. 

*Os valores foram pesquisados entre os dias 24 e 27 de março de 2019 e podem sofrer alterações com o tempo.

Fonte: IG Turismo
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Turismo

Estadia deliciosa! Você já pode se hospedar em uma casa feita totalmente de doce

Publicado

source

O filme João e Maria sempre encantou crianças e adultos pela casa feita de doces no meio da floresta. Porém, parece que a ficção virou realidade e agora é possível se hospedar numa dessas casas em Londres, na Inglaterra.

Leia também: Museu da Vagina está aberto em Londres; veja fotos do espaço

casa doce arrow-options
Divulgação

A Casa Doce do Booking.com estará disponível para hospedagem em 18 e 19 de dezembro, em Londres

A oportunidade de dormir na Candy Cane House é oferecida pela Booking.com para os dias 18 e 19 de dezembro deste ano. A Casa Doce pode receber até duas pessoas em cada uma das diárias disponíveis. Os hóspedes ficarão em meio a docinhos, chocolates, biscoitos e outras delícias.

A construção localizada no bairro Soho tem janelas que imitam bengalas de açúcar e uma fachada decorada com açúcar de confeiteiro e neve. Uma árvore de Natal feita de algodão doce encanta a parte interna e, já que não pode comer as paredes, os hóspedes ganharão uma cestinha de cortesia com diversos produtos da marca Candy Lounge.

Leia Também:  Natureza, história e mais: como curtir o Parque Nacional da Serra da Canastra

“O Natal é uma daquelas épocas do ano em que amamos dar uma escapada da dieta. Estamos animados em oferecer aos nossos clientes a mais doce de nossas acomodações! Ela é perfeita para quem quer se mimar – e mimar uma pessoa querida – em uma experiência inesquecível”, comenta o gerente regional da Booking.com, Ryan Pearson.

Veja fotos da acomodação:

banheiro arrow-options
Divulgação

Banheiro da Casa Doce, em Londres

doce arrow-options
Divulgação

O quarto da Casa Doce tem pinhas de chocolate e um despertador feito de pão de mel

casa arrow-options
Divulgação

Uma tábua de queijos aguarda os visitantes na cozinha, acompanhada de uma variedade de balinhas de goma retrô.

Leia também: 5 pontos turísticos imperdíveis para visitar em Londres, na Inglaterra

Uma diária na casa doce de Londres custa 99 euros (R$ 545). As duas reservas estarão disponíveis a partir do dia 09 de dezembro as 07h, horário de Brasília.

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Turismo

Muito além do buffet e fast food! Veja opções para comer muito bem nos cruzeiros

Publicado

source

Comer bem é uma prioridade nas suas viagens? Se sim, os cruzeiros também podem ser uma opção para vivenciar uma experiência gastronômica inesquecível. Engana-se quem pensa que a viagem de navio se resume a buffet e fast food . Também é possível aproveitar pratos refinados em alto mar.

Leia também: Brasil recebe cruzeiro com espetáculos do Cirque du Soleil a bordo em 2020

restaurante no navio arrow-options
Divulgação

Restaurante Ocean Cay by Ramón Freixa no MSC Seaview que oferece pratos sofisticados de peixe e frutos do mar

Muitos navios têm restaurantes com chefs renomados e pratos exclusivos. Selecionamos o que há de melhor em três companhias marítimas para quem faz questão de comer bem durante a viagem a bordo de um cruzeiro . Com pratos típicos da França, Itália, Espanha e países do Oriente, são opções para todos os gostos.

Confira alguns restaurantes disponíveis nas companhias MSC Cruzeiros, Oceania Cruises e Costa Cruzeiros:

MSC Cruzeiros

A MSC Cruzeiros tem parceria com chefs renomados de diferentes países, o que permite aos passageiros desfrutarem de pratos exclusivos em restaurantes além do buffet.  O serviço é à parte do pacote e todos exigem reserva.

Ocean Cay by Ramón Freixa

ramon freixa arrow-options
Divulgação

Ramón Freixa é o renomado chef espanhol que comanda o restaurante do MSC Seaviw

Ramón Freixa , chef espanhol com duas estrelas Michelin, está no comando do “Ocean Cay by Ramón Freixa” a bordo do MSC Seaviw. O restaurante oferece pratos sofisticados de peixes e frutos do mar que misturam a tradição e a vanguarda da essência mediterrânea. O chef é conhecido por apresentar uma culinária ousada e inovadora. Vale experimentar! 

HOLA! Tapas Bar

restaurante arrow-options
Divulgação

Restaurante espanhol HOLA! Tapas Bar no MSC Bellissima

Presente no MSC Meraviglia e no MSC Bellissima, o restaurante “HOLA! Tapas Bar” apresenta pratos tradicionais da culinária da Espanha. O hóspede pode provar aperitivos para compartilhar, refeições completas e ainda degustar um bom vinho espanhol. A tortilla e o creme catalão são destaque no menu. 

Leia Também:  “Skiplagging”: tática para economizar nas passagens aéreas realmente compensa?

L’Atelier Bistrot

restaurante arrow-options
Divulgação

L’Atelier Bistrot, restaurante tradicional francês, no MSC Seaview

Para quem quer desfrutar de um restaurante sofisticado e tradicional francês, o “L’Atelier Bistrot” é uma ótima opção. A bordo do MSC Seaview e MSC Bellissima, oferece pratos tradicionais franceses como Escargots e Foie Gras, além de aperitivos, queijos e outros pratos principais. Também é possível tomar um café da manhã ao estilo parisiense, com um puro croissant com manteiga e café au lait. 

Leia também: Cruzeiro volta ao mundo: opções e como se organizar para viajar mais de 100 dias

Oceania Cruises

A Oceania Cruises tem um diferencial interessante: não existem bufês nos navios da companhia. Todos os restaurantes tem serviço de mesa e não há custo adicional. 

Jacques

restaurante arrow-options
Divulgação

Restaurante Jacques, dos navios Marina e Riviera da Oceania Cruises

Os amantes da gastronomia francesa vão se interessar pelo “Jacques”. O restaurante está presente nos navios Marina e Riviera com um projeto arquitetônico que lembra um bistrô parisiense. O menu oferece clássicos franceses reinterpretados pelo Master Chef Pépin. É necessário reservar.

Red ginger

restaurante arrow-options
Divulgação

Restaurante de culinária asiática Red Ginger, decorado de acordo com o feng shui

A culinária asiática também tem espaço nos navios Marina, Riviera e Sirena. O “Red Ginger” é um ambiente tranquilo decorado com base no feng shui que apresenta interpretações contemporâneas de clássicos asiáticos. É possível provar uma salada de pato assado apimentado e melancia com castanha de caju, hortelã e manjericão tailandês, por exemplo. Ou um penang de carne malaio com arroz de coco e paratha rôti. É preciso fazer reserva.

Leia Também:  Natureza, história e mais: como curtir o Parque Nacional da Serra da Canastra

Toscana

restaurante arrow-options
Divulgação

Restaurante Toscana, com pratos italianos

A culinária típica da região da Toscana pode ser apreciada a bordo do Marina, Riviera, Regatta, Insignia e do Nautica no restaurante que leva o mesmo nome.

Com a intenção de resgatar as receitas tradicionais de família, o menu oferece o clássico jantar antepastos quentes ou frios, sopa, macarrão ou risoto, salada e prato principal. É possível saborear pratos como carpaccio de polvo, lasanha e ossobuco à milanesa.

Apresentados em louça Versace elegante e personalizada, os pratos são  preparados como se fossem obras-primas exemplificam a essência da Toscana e celebram a paixão da Itália pela culinária.

Também é preciso fazer reserva por aqui.

Leia também: Costa Cruzeiros abre vendas para nova temporada na América do Sul

Costa Cruzeiros

Para quem gosta de comer bem no  cruzeiro , a Costa Cruzeiros também apresenta opções.

Pizzeria Pummid’oro

chef preparando pizza arrow-options
Divulgação

As pizzas da Pizzeria Pummid’oro são feitas com ingredientes de alta qualidade e massa de fermentação lenta

Imagina comer uma pizza tipicamente italiana em alto mar? A frota da Costa Cruzeiros tem a bordo a “Pizzeria Pummid’oro”, que prepara 14 sabores de pizza com ingredientes de primeira qualidade e fermentação lenta.

Os destaques são as clássicas Margherita, Napolitana e Quattro Stagioni (uma pizza típica da Itália dividida em quatro partes, em que cada uma leva ingredientes que representam uma estação do ano). Para acompanhar, vinho ou chopp. O serviço não está incluso no pacote. É preciso fazer reserva.

Teppanyaki

restaurante arrow-options
Divulgação

Teppanyaki no navio Costa Diadema

O restaurante “Teppanyaki” oferece um jantar oriental interativo, onde um chef asiático fica ao centro de uma mesa comunitária com capacidade para 15 pessoas preparando os pratos. É um verdadeiro show de acrobacia. Existem três opções no cardápio: um jantar clássico, um mais sofisticado e uma versão vegetariana.

Também é preciso pagar a parte e os valores variam entre 27 e 34 euros, e o local exige reserva. Está disponível no navio Costa Diadema e estará também no Costa Smeralda que inaugura em dezembro deste ano

Ristorante LAB

No novo navio da companhia, o Costa Smeralda, que será inaugurado em 21 de dezembro, apresentará uma experiência completamente diferente. Os passageiros poderão colocar a mão na massa e preparar um prato para família e amigos sob a supervisão de um chef. Será preciso fazer reserva e o programa também não está incluso no pacote.

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana