conecte-se conosco


Nacional

Para ministro da Educação, homossexualidade ocorre em “famílias desajustadas”

Publicado


source
dois homens de terno e gravata
Reprodução/Facebook/Mauro Ribeiro

Ministro da Educação Milton Ribeiro ao lado de Jair Bolsonaro

Dois meses a pós assumir o Ministério da Educação, o pastor Milton Ribeiro falou em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo nesta quinta-feira (24) sobre temas envolvendo a pasta. Além de considerar Paulo Freire um “marxista”, Ribeiro afirmou que a homossexualidade é uma “opção” e que a educação sexual é utilizada por alguns professores para “incentivar discussões de gênero”, o que, segundo o religioso, “não é nomal”.

“É importante falar sobre como prevenir uma gravidez, mas não incentivar discussões de gênero. Quando o menino tiver 17, 18 anos, ele vai ter condição de optar. E não é normal. A biologia diz que não é normal a questão de gênero”, disse Ribeiro ao falar que respeita, mas não concorda com o que ele chamou de “opção”.

“Acho que o adolescente que muitas vezes opta por andar no caminho do homossexualismo (sic) tem um contexto familiar muito próximo, basta fazer uma pesquisa. São famílias desajustadas, algumas. Falta atenção do pai, falta atenção da mãe”, continuou o representante da Educação após garantir que a homossexualidade é uma questão de “valores e princípios”.

O ministro falou sobre educação sexual ao citar a educação básica. Ele disse que o Enem serve para balizar alguns dos assuntos requeridos pelo ministério quando os estudantes chegam ao ensino médio. “porque senão começa a falar lá de ideologia, sabe tudo sobre sexo, como colocar uma camisinha, tirar uma camisinha”, comentou, classificando os assuntos como “laterais” e garantindo que “crianças têm que aprender outras coisas”.

Questionado sobre a opinião dele em relação ao educador Paulo Freire, Ribeiro afirmou que leu o livro Pedagogia do Oprimido e que o educador “transplanta valores do marxismo” para dentro do ensino e da pedagogia. O ministro desafiou, ainda, que acadêmicos o expliquem sobre “onde ele quer chegar com as metáforas” na publicação.

Ribeiro garantiu que tem como uma das metas dentro da pasta valorizar a profissão do professor e tirar do protagonismo “somente o aluno, a infraestrutura, a comida, o assistencialismo”.

Ao falar sobre a crise educacional causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, o ministro disse não acreditar que as problemáticas envolvendo falta de internet e equipamentos para os mais pobres assistirem às aulas é da alçada do ministério.

“A sociedade brasileira é desigual e não é agora que a gente, por meio do MEC, vai conseguir deixar todos iguais”, respondeu o ministro, garantindo que a diminuição dessas desigualdades só cabe ao MEC “em termos” e que ela é de responsabilidade dos estados e municípios.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Polícia suspeita de violência sexual em morte de criança supostamente engasgada

Publicado


source
Violência sexual
Elza Fiuza/Agência Brasil

Polícia investiga marcas de violência sexual em morte de criança supostamente engasgada

Uma criança de dois anos de idade não resistiu a uma parada cardiorrespiratória em um hospital municipal em João Pessoa (PB) . Apesar de os familiares alegarem que a criança se engasgou comendo mingau, a polícia civil de João Pessoa e a equipe médica do hospital trabalham com a hipótese de que o menino tenha sido vítima de  violência sexual.

Para passar por investigação,o corpo da criança foi encaminhado para o IPC (Instituto de Polícia Científica) onde passa perícia para identificar a real causa da morte. As informações foram confirmadas pelo delegado seccional Pedro Ivo Soares Bezerra, da Primeira Delegacia da Polícia Civil da Paraíba .

De acordo com o delegado, a suspeita surgiu quando uma conselheira tutelar da região foi alertada pela equipe do hospital de que havia sinais de violência no corpo da criança, incluindo lacerações na região do ânus.

Pedro Ivo afirma ainda que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de João Pessoa e que a polícia vai intimar os familiares da criança, após o laudo ser emitido com a causa da morte.

“Segundo o que nos foi passado por uma conselheira tutelar, a criança apresentava sinais de violência pelo corpo e alterações na genitália. A polícia, então, pediu o exame cadavérico que vai apontar a causa da morte”, informou. “Vamos primeiro aguardar o laudo e em seguida buscar o total esclarecimento da situação”, completou.

Continue lendo

Nacional

Caso de polícia: burro fica suspenso pelo pescoço em carroça por excesso de peso

Publicado


source
burro
Reprodução Redes Sociais

Burro fica suspenso por excesso de peso


Viralizou nas redes sociais a foto de um burro suspenso pelo pescoço em uma carroça por causa do excesso de peso da carga , em Juazeiro do Norte (CE). O registro, que ocorreu na manhã de ontem (27), foi enviado às autoridades ambientais com a denúncia de maus-tratos .


Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, a Polícia Civil averigua a possibildade de instaurar um inquérito para apurar a denúncia. O dono do animal disse às autoridades que o animal foi suspenso porque uma peça do arreio da carroça arrebentou.

Os agentes do Batalhão da Polícia Ambiental atestaram que o animal não apresentava sinais de maus-tratos.  “O estado físico do animal foi avaliado e não foi constatada nenhuma marca de agressão, como também o animal não estava em situação de desnutrição , apresentando, por conseguinte, uma saúde aparentemente boa”, diz a nota da prefeitura de Juazeiro encaminhada ao UOL .

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana