conecte-se conosco


Registro Geral

Para cobrir os 38 jogos do Cuiabá no Brasileirão, rádio ODOC reforça equipe esportiva

Publicado

Deputado estadual, Wilson Santos: destaque como comentarista da rádio ODOC, em 2021

Ancorada na plataforma digital do portal ODOCUMENTO, a rádio web ODOC vai investir pesado para reforçar a equipe esportiva da emissora. Sob o comando do experiente jornalista, Pereira Bueno, o Bareta, o time terá novos narradores e repórteres de pista. A parte técnica também será repaginada, o que vai assegurar retaguarda suficiente para suportar a maratona de jogos na Arena, além das viagens quando o Cuiabá jogar fora de casa. Durante os jogos da Série B, a rádio ODOC registrou mais de 50 mil ouvintes, por partida. Agora, com o Dourado na elite do futebol brasileiro, a audiência podera até triplicar, puxando pra cima a já boa performance do portal no Google Analytics. “Eu fico impressionado com a audiência da rádio ODOC. É gente do Brasil inteiro participando das nossas jornadas esportivas. No ano passado recebemos mensagens de pessoas que moram nos EUA, Portugal, Alemanha e tantos outros países. Isso é muito gratificante”, comemora Bareta.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Morre de infecção pela covid-19, vereador e ex-secretário de Saúde do governo Taques

Publicado

Tendo testado positivo para a covid-19 em março, depois e se isolar ser internado e intubado, o ex-secretário estadual de Saúde João Batista Pereira da Silva na gestão do ex-governador Pedro Taques morreu nessa sexta-feira (16). Ele também foi secretário municipal em Nova Mutum, onde era presidente da Câmara de Vereadores.

Continue lendo

Registro Geral

Com Sputnik V, governador espera vacinar 40% da população de Mato Grosso

Publicado

Governador, Mauro Mendes (DEM), é um dos poucos gestores de Brasil a comprar vacinas contra Covid-19 com recursos próprios

O governador Mauro Mendes (DEM) deve entrar para a história como uns dos poucos gestores do Brasil que poderá vacinar quase metade da população mato-grossense com vacina comprada na Rússia, cerca de R$ 40 milhões, com recursos próprios, sem depender de nenhum centavo do Governo Federal. Por determinação de Mauro, a Casa Civil, após uma longa batalha internacional, comprou 1,2 milhão de doses da Sputnik V, imunizante usado em 56 países, entre eles Argentina, Bélgica e Coréia do Sul. Por conta da enorme e irracional burocracia da Anvisa (Agência Brasileira de Vigilância Sanitária), a Sputnik ainda não foi liberada para uso emergencial no Brasil. Quando obtiver o sinal verde da agência fiscalizadora, Mato Grosso vai imunizar todas as pessoas com idade de até 30 anos, em um curto prazo de três meses.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana