conecte-se conosco


Geral

Palco com prefeito e outras autoridades cai durante evento de aniversário de município em MT

Publicado

Incidente ocorreu na manhã deste domingo. Por sorte, não houve feridos

O palco usado para as comemorações do aniversário do município de Alta Floresta, (800 km de Cuiabá), neste domingo (19), cedeu durante o evento. Estavam no palco: o prefeito da cidade Aziel Bezerra; a primeira dama Luzmaria Quixabeira; o secretário de obras; o secretário de cultura; o presidente da câmara dos vereadores, Emerson Machado; quatro vereadores; empresários, pioneiros da cidade e membros do setor de segurança como: Exército, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém se feriu.

Os bombeiros disseram ainda ,que a estrutura era considerada de risco mínimo, uma vez que o palco tinha 50 centímetros e possuía uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) assinada por um engenheiro.

Antes do evento, o palco foi vistoriado pelo Corpo de Bombeiros quanto aos preventivos contra incêndio.

Apesar do acidente, as festividades em comemoração ao aniversário do município (que completa 43 anos) continuaram. Um inquérito deve ser aberto para apurar e verificar o motivo da queda.

Leia Também:  Estado abre processo seletivo com salários de até R$ 6,2 mil

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Geral

Com previsão de reabertura para este mês, Santa Casa terá atendimento voltado para a alta complexidade

Publicado

A afirmação foi dada pelo secretário estadual de saúde nesta segunda-feira. Atendimentos que já eram prestados serão mantidos

O Hospital Estadual Santa Casa tem a reabertura prevista ainda para o mês de junho, após o término de uma série de readequações prediais pelas quais passa a unidade, afirmou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, durante entrevista ao programa A Notícia de Frente, da TV Record, que foi exibida para todo o Estado na manhã desta segunda-feira (17).

“Essa estrutura será a maior oferecida pelo Estado, com 242 leitos. Estão sendo readequadas as alas das Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s), a cozinha, o setor pediátrico, o setor administrativo e a recepção. Também realizamos o processo de dedetização da estrutura e daremos início à desinfecção do local após a conclusão da readequação”, explica.

Dentre outras pautas abordadas, estiveram questões relacionadas à atuação dos Hospitais Regionais, à Farmácia Estadual e à retomada dos transplantes de rim em Mato Grosso. O gestor enfatizou a preocupação da atual gestão em manter os atendimentos que já eram prestados e assegurou que, gradualmente, haverá a ampliação desses serviços.

“O hospital será referenciado e voltado prioritariamente para a alta complexidade. Oncologia, nefrologia, cardiovascular, neurologia, ortopedia e UTI’s são algumas das áreas que serão contempladas, e ainda será uma unidade referência em pediatria. No entanto, é importante frisar que também contaremos com procedimentos de média complexidade.”

Leia Também:  PM e UFMT inauguram Centro de Equoterapia que inicia atendimento a 35 crianças

O secretário reforçou a efetivação do repasse financeiro, por parte do Governo do Estado, à Justiça do Trabalho, por meio do qual foi possível pagar salários atrasados dos servidores do Hospital Estadual Santa Casa. “A Secretaria de Estado já efetivou a transferência da primeira parcela relativa ao valor total previsto, estipulado em aproximadamente R$ 10 milhões e 800 mil, que adianta algo em torno de 30 meses de indenização por parte do Estado e prioriza os pagamentos dos servidores”, pontuou.

Na última quarta-feira (12), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) depositou a primeira parcela – no valor de R$ 3 milhões –- referente ao acordo firmado junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que objetiva o pagamento gradual dos servidores da unidade filantrópica. Com isso, apenas os pagamentos de junho somarão R$ 6.170.475.75 e o Governo terá quitado 70% dos salários em atraso.

Hospitais Regionais

A retomada da gestão dos Hospitais Regionais de Rondonópolis e Sinop e o afastamento das Organizações Sociais de Saúde (OSS), que ocorreu no início da atual gestão estadual, também foi pauta da conversa. Conforme explica o secretário, a opção pela intervenção ocasionou a otimização do recurso público e a melhora do serviço prestado à população mato-grossense. “Em Rondonópolis e Sinop, foi reduzido substancialmente o custo dos Hospitais Regionais, que agora produzem quatro vezes mais”, avaliou.

Leia Também:  Cerca de 18 mil pessoas de MT podem perder benefícios do governo federal

Em maio deste ano, o Hospital Regional de Rondonópolis passou a realizar cirurgias ortopédicas de fratura de quadril e acetábulo (cavidade do quadril que se articula com o fêmur), tornando-se referência nessa especialidade para a população da região sul do estado. Somente no mês passado, quando houve a implantação do novo serviço, a unidade hospitalar realizou 243 cirurgias ortopédicas, e 191 internações eletivas nessa especialidade médica.

Recentemente, a unidade regional de Sinop também contou com o acréscimo profissional de aproximadamente 50 novos funcionários – entre eles, enfermeiros, maqueiros, técnicos de enfermagem e técnicos em mobilização ortopédica. Atualmente, o hospital funciona em sua capacidade máxima, dispondo de 92 leitos totais, e também realiza procedimentos eletivos.

Por fim, o secretário ainda reiterou a adimplência da atual gestão estadual para com os municípios de Mato Grosso. “A nossa gestão está rigorosamente em dia com os repasses referentes ao exercício de 2019 e destinados aos municípios mato-grossenses”, concluiu.

Continue lendo

Geral

Poluição sonora provoca interdições, prisão e notificações em Várzea Grande

Publicado

Ação faz parte do planejamento da Câmara Temática de Meio Ambiente Urbano, da Sesp-MT, e que conta com a participação de várias instituições

Três dos seis estabelecimentos fiscalizados no sábado (15), durante a operação Sossego Público em Várzea Grande, foram interditados. Parte integrante do planejamento da Câmara Temática do Meio Ambiente Urbano da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), a iniciativa visa combater ocorrências relacionadas à perturbação do sossego alheio, com foco na poluição sonora.

As interdições foram realizadas pela Gestão Fazendária do município, sendo que em uma delas a proprietária foi conduzida à delegacia pela Guarda Municipal. A operação, realizada de forma integrada, também apreendeu um equipamento de som. As notificações foram feitas pelo Corpo de Bombeiros Militar (6); Gestão Fazendária de Várzea Grande (6); Secretaria Municipal de Meio Ambiente (4); e Coordenadoria de Postura do município (4).

Durante a operação também foram notificados 26 (mesmo número de Autos de Infração de Trânsito – AITs) dos 45 veículos abordados e seis foram apreendidos. Foi realizado um teste de alcoolemia e foram recolhidas três Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs).

Leia Também:  Confira o que abre e o que fecha no serviço público no feriado da Sexta-feira Santa

O secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp-MT, coronel PM Victor Fortes, ressaltou que as operações têm apresentado resultados positivos e servem como base para aprimorar cada vez mais as ações. “Esta Câmara foi criada recentemente e está aprimorando a atuação a cada operação realizada, e isso é fruto do empenho dos envolvidos de todas as instituições que a compõem”.

A operação contou ainda com a participação do 25º Batalhão da Polícia Militar (PM-MT). O comandante do 2º Comando Regional, coronel PM Marcos Roberto Sovinsk, frisou a importância do trabalho conjunto. “A integração entre os órgãos de segurança e também de fiscalização do município é fundamental para alcançar o objetivo proposto de melhorar a qualidade de vida da população de Várzea Grande”.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana