conecte-se conosco


Geral

Pais de menor que matou Isabele em condomínio de luxo tem imóvel de R$ 1,1 milhão bloqueado pela Justiça

Publicado

O empresário Marcelo Cestari, que teve um imóvel bloqueado por decisão judicial

Os empresários Marcelo e Gaby Cestari, pais da adolescente de 15 anos que matou a Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, em 12 de julho de 2020, na mansão do casal no condomínio de luxo Alphaville, em Cuiabá, teve um imóvel bloqueado por decisão do juiz da 8ª Vara Criminal de Cuiabá, Murilo Moura Mesquita. A decisão é do dia 9 de junho.

A medida, pedida pela defesa da mãe de Isabele, a empresária Patrícia Hellen Guimarães visa garantir o arresto de R$ 1,1 milhão para garantir ressarcimento por danos à família pelo assassinato da menor. Entretanto, o bloqueio definitivo do imóvel será decretado somente caso os empresários sejam condenados no processo de arresto.

“Intimem-se as partes, por intermédio de seus representantes judiciais, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, manifestem-se quanto ao impedimento ou suspeição do perito, se for o caso, indiquem assistente técnico e apresentem quesitos. Anoto que as partes deverão justificar a pertinência e necessidade de seus quesitos, sob pena de indeferimento”, afirma o juiz na decisão.

Inicialmente, Patrícia Hellen havia pedido o bloqueio de 15 imóveis, o que foi considerado excessivamente amplo pelo magistrado. O imóvel apresentado em juízo pela defesa dos Cestari fica localizado no bairro Jardim Guanabara, em Cuiabá.

O empresário Marcelo Cestari e a esposa Gaby Cestari foram denunciados pela prática do crime de homicídio culposo de Isabele, fraude processual, corrupção de menores e crimes do sistema nacional de armas

A adolescente cumpre pena de 3 anos de internação por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar, no Complexo Pomeri, em Cuiabá, desde o dia 19 de janeiro, por decisão da juíza Cristiane Padim, da Segunda Vara Especializada da Infância   e Juventude de Cuiabá. Isabele foi morta com um tiro no rosto disparado pela amiga adolescente.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Mendes visita orlas do Rio Araguaia e vai reforçar ações para alavancar turismo local

Publicado

Mauro Mendes visitou orlas e conversou com a comunidade [Fotos – Lucas Rodrigues]

O governador Mauro Mendes visitou os municípios de Luciara e São Félix do Araguaia, neste sábado (24), e irá reforçar as ações para alavancar o Turismo local.

Junto de secretários de Estado, deputados estaduais, federais, prefeitos e outras lideranças, o gestor verificou in loco a situação das orlas em ambos os municípios, e também atravessou o Rio Araguaia de barco. “Viemos aqui para olhar as orlas e fazer investimentos no Turismo. Temos que olhar para esse belíssimo potencial turístico que o Araguaia tem, que fomenta a geração de emprego. Essas cidades já tem uma vocação de Turismo, que é uma das áreas que mais geram emprego em todo o planeta”, afirmou o governador.

Mauro Mendes ressaltou que a região pode crescer e muito em diversas modalidades turísticas, como a pesca esportiva. “Temos que usar  potencial dos nossos rios para a pesca esportiva. O Araguaia é o novo boom econômico de Mato Grosso. Queremos fazer projetos para explorar o potencial do Rio Araguaia, preservando o meio ambiente. Aqui tem peixe de 1 metro, 1,5 metro. Vem gente do mundo inteiro, gente da Rússia, da Índia pescar aqui”, destacou.

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, investir na melhoria da estrutura dessas cidades aumenta a perspectiva de crescimento do Turismo local. “É uma região com potencial turístico fantástico. Muitas pessoas já vêm a essa região de Luciara, São Félix. O governador veio ver pessoalmente os projetos para esses locais, para que os turistas sejam melhor recebidos, tenham mais conforto, e possam conhecer esse maravilho e pujante rio, e levar daqui boas recordações”, frisou.

O secretário-adjunto de Turismo, Jeferson Moreno, pontuou que o Governo de Mato Grosso já está em andamento com os projetos das orlas, além de ações para qualificar o atendimento ao turista. “É uma região com potencial muito grande no ecoturismo, no etnoturismo, tem as orlas, a pesca esportiva, que é muito forte. Recebemos aqui gente do Brasil, dos EUA, da Rússia, da Índia e do mundo todo. A nossa ideia é estruturar as orlas. Também estamos desenvolvendo um projeto de capacitação para melhorar o atendimento”, afirmou.

Para o presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi, as ações estruturantes do Governo na região, especialmente as obras de Infraestrutura, também vai ajudar a alavancar o Turismo. “Nós temos um rio abundante e uma região próspera. Com esses investimentos que o Governo está fazendo e ainda vai fazer, não tenho dúvidas de que o Araguaia vai prosperar ainda mais. Está chegando estrada, desenvolvimento, obra, ação social e muita coisa boa”, sublinhou.

A prefeita de São Félix do Araguaia, Janailza Taveira, agradeceu ao governador Mauro Mendes pelas ações realizadas no Araguaia. “O governador está no lugar certo e na hora certa. A sua equipe está capacitada e comprometida com o desenvolvimento dos municípios. O Araguaia hoje está sendo contemplado com diversas obras. Por onde a comitiva passa deixa obras entregues e em andamento”, disse ela.

Além da visita também foram entregues em cada município 400 cestas básicas, que fazem parte do programa Vem Ser Mais Solidário, liderado pela primeira-dama Virginia Mendes.

Também estiveram na visita: o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho; os deputados federais Neri Geller e Carlos Bezerra; os deputados estaduais Nininho e Dr. Eugênio; e prefeitos e vereadores da região.

 

Continue lendo

Geral

Mato Grosso registra 16 mortes e 707 novos casos de Covid em 24 horas; 403 pessoas estão em UTIs públicas

Publicado

Taxa de ocupação está em 73% para UTIs e 37% em enfermaria

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (24), 481.986 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 12.617 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 16 mortes e 707 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 481.986 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.875 estão em isolamento domiciliar e 456.929 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 403 internações em UTIs públicas e 319 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 73,41% para UTIs adulto e em 37% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (98.149), Rondonópolis (34.256), Várzea Grande (32.270), Sinop (23.249), Sorriso (16.879), Tangará da Serra (16.539), Lucas do Rio Verde (14.450), Primavera do Leste (12.598), Cáceres (10.493) e Barra do Garças (9.652).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 373.911 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 655 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (23), o Governo Federal confirmou o total de 19.632.443 casos da Covid-19 no Brasil e 548.340 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 19.523.711 casos da Covid-19 no Brasil e 547.016 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (24).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana