conecte-se conosco


Tecnologia

Os 10 melhores jogos de Need for Speed, segundo a crítica

Publicado

source
Confira os melhores games de Need for Speed
Reprodução

Confira os melhores games de Need for Speed

Das ruas noturnas de Underground às pistas profissionais de Shift, a série Need for Speed tem alguns dos melhores jogos de corrida já lançados. Ainda assim, não é muito difícil separar os 10 mais conceituados segundo a crítica especializada. Se você já é um fã assíduo ou quer entrar nas disputas contra oponentes e policiais nos games, então conheça as principais obras da franquia.

1. Need for Speed Shift

O jogo mais conceituado da franquia foi o décimo terceiro lançado oficialmente. Desenvolvido pelo Slightly Mad Studios, Shift tem como principal característica a jogabilidade focada em simulador. Ou seja, ao contrário da grande maioria dentro da série, este game exige mais do jogador em cada curva com a intenção de oferecer mais realismo. Infelizmente, desde 2021, a EA retirou o título de todas as lojas digitais.

  • Data de lançamento: 15 de setembro de 2019
  • Plataformas: PC, iOS, Android, PSP, Xbox 360
  • Metacritic: 94

2. Need for Speed: Hot Pursuit 2

Muito popular em sua época de lançamento, esta empreitada permite que os jogadores usem carros das mais diversas marcas em corridas e perseguições. Assim como os outros dentro dessa sub-série da EA, o grande destaque é poder assumir o volante de policiais para derrubar os motoristas. Com isso em mente, dá para notar que muitos fãs jogaram bastante o multiplayer.

  • Data de lançamento: 2 de outubro de 2002
  • Plataformas: GameCube, Xbox, PS2, Windows
  • Metacritic: 89

3. Need for Speed: Hot Pursuit

Desenvolvido pela equipe da Criterion Games, esta aventura funciona como um reboot de Need for Speed III: Hot Pursuit. Há um enorme mapa com várias corridas com objetivos diferentes. Assim, é possível jogar como corredor ou policial. Em 2020, uma versão remasterizada chegou para consoles modernos e PCs, garantindo mais quilometragem para esse jogão.

  • Data de lançamento original: 16 de novembro de 2010
  • Plataformas: PC, Android, iOS, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, Wii, Windows Phone, Nintendo Switch
  • Metacritic: 89

4. Need for Speed III: Hot Pursuit

O terceiro título da linha principal foi o primeiro a usar a nomenclatura “Hot Pursuit”. Além de introduzir as fugas contra policiais, o jogo permite partidas multiplayer em tela dividida. Muito do cenário se passa na América do Norte, com muito verde na estrada. Por outro lado, fora de uma versão original física para PlayStation 1 ou PC, não há outra maneira de jogar esse produto em consoles modernos de forma oficial.

  • Data de lançamento: 2 de outubro de 1998
  • Plataformas: PlayStation, Windows
  • Metacritic: 88

5. Need for Speed: High Stakes

Desenvolvida pela EA Canada (hoje em dia chamada EA Vancouver), esta é mais uma empreitada lançada apenas para PS1 e PCs. A obra renova e melhora o modo de perseguições com mais realismo e danos nos carros que afetam suas performances. Além disso, algo como um modo campanha foi introduzido, permitindo que o jogador ganhe prêmios para melhorar seus veículos e ainda adquirir novos.

  • Data de lançamento: Março de 1999
  • Plataformas: PlayStation, Windows
  • Metacritic: 86

6. Need for Speed: Most Wanted U

Sim, um título exclusivo de Wii U faz parte desta lista. A aventura se passa em um mundo aberto no qual o jogador tem total liberdade para explorar e completar missões diversas. A versão do console da Nintendo é a mais bem avaliada entre todos os sistemas, isso porque o uso inteligente do GamePad ajuda bastante na experiência. Por último, vale lembrar que este game é uma reimaginação do original de 2005.

  • Data de lançamento: 30 de outubro de 2012
  • Plataforma: Nintendo Wii U
  • Metacritic: 86

7. Need for Speed: Underground

O sétimo jogo da série foi desenvolvido pela antiga EA Black Box, empresa que já não existe mais. Com uma jogabilidade cheia de elementos de “rachas”, como disputas noturnas e tuning nos carros, a obra alcançou imensa popularidade em seu lançamento. Outro ponto de destaque é sua trilha sonora, até hoje considerada um dos pontos altos de toda a franquia.

  • Data de lançamento: 17 de novembro de 2003
  • Plataformas: GameCube, PlayStation 2, Xbox, Game Boy Advance, PC, Arcade
  • Metacritic: 85

8. Need for Speed: Underground 2

A sequência direta do game anterior chegou trazendo como principal novidade a oportunidade de dirigir a vontade pela cidade fictícia de Bayview. Sua narrativa segue os acontecimentos do primeiro Underground, porém não exige esse conhecimento por parte do jogador. No geral, podemos considerar que é mais do mesmo, mas isso não chega a ser negativo em momento algum.

  • Data de lançamento: 9 de novembro de 2004
  • Plataformas: Nintendo DS, GBA, PlayStation 2, Xbox, GameCube, PSP, PC
  • Metacritic: 82

9. Need for Speed: Rivals

Considerado pela EA como uma “volta às raízes” de Need for Speed, Rivals traz vários elementos conhecidos dos fãs. Há corridas diversas, perseguições de autoridades, tuning e marcas famosas. O mundo aberto foi mantido, algo que se tornaria padrão nos lançamentos seguintes. Ele foi desenvolvido pela sueca Ghost Games, empresa absorvida pela EA.

  • Data de lançamento: 15 de novembro de 2013
  • Plataformas: Xbox One, Xbox 360, PS4, PS3, PC
  • Metacritic: 80

10. Need for Speed Carbon

Trazendo uma cara de Underground, Carbon coloca o jogador na pele de um corredor que busca redenção. A partir daí, uma campanha na qual é preciso derrotar os oponentes e dominar partes da cidade tem início. Além do conteúdo comum na série, a jornada adiciona o “Canyon duel”, disputas cheias de curvas contra os rivais do herói da história.

  • Data de lançamento: 30 de outubro de 2006
  • Plataformas: Wii, Nintendo DS, GBA, Zeebo, Arcade, PC, Xbox, Xbox 360, GameCube, PS2, PS3, PSP
  • Metacritic: 78

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

Ministério da Justiça abre processo contra o TikTok; entenda

Publicado

TikTok será investigado pelo Ministério da Justiça
Unsplash/Kon Karampelas

TikTok será investigado pelo Ministério da Justiça

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça, instaurou processo administrativo contra o TikTok para apurar se o aplicativo protege seus usuários em relação a conteúdos nocivos. O processo foi publicado nesta segunda-feira (4) no Diário Oficial da União (DOU).

No fim de junho, a Senacon já havia obrigado o TikTok a remover conteúdo impróprio para menores de 18 anos  da plataforma. Na ocasião, o órgão alegou que a medida seria necessária até que “o sistema de segurança da plataforma, que impede o cadastro de menores de 13 anos de idade e limita o acesso a todo o conteúdo por menores de 16 anos, seja aperfeiçoado, de modo que a idade dos usuários seja verificada de maneira eficaz pela representada”.

Agora, a ByteDance, empresa dona do TikTok, será investigada para verificar se suas ações infringem o Código de Defesa do Consumidor (CDC). No despacho, Laura Postal Tirelli, Diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor da Senacon, afirma que há alguns “indícios de infração” do CDC por parte do TikTok.

Ela cita, por exemplo, trechos do Código que exigem “a proteção contra a publicidade enganosa e abusiva” e “a proteção da vida, saúde e segurança contra os riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços considerados perigosos ou nocivos”.

Além disso, ela ressalta que o CDC exige que as empresas reconheçam “vulnerabilidade do consumidor no mercado de consumo” e não se beneficiem “da fraqueza ou ignorância do consumidor, tendo em vista sua idade, saúde, conhecimento ou condição social”, trechos que estão relacionados com a infância.

De acordo com o despacho publicado no DOU nesta segunda, a Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e a Agência Nacional de Proteção de Dados serão comunicadas sobre o processo.

A reportagem entrou em contato com o TikTok, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Continue lendo

Tecnologia

Rei do Android: Xiaomi 12S Ultra é lançado com câmera poderosa

Publicado

Xiaomi 12S Ultra é lançado nesta segunda-feira
Divulgação/Xiaomi

Xiaomi 12S Ultra é lançado nesta segunda-feira

A Xiaomi lançou sua linha de celulares topo de linha nesta segunda-feira (4), na China. Os modelos Xiaomi 12S, Xiaomi 12S Pro e Xiaomi 12S Ultra foram apresentados ao público, sendo que o último já ficou conhecido como “o rei do Android”.

O Xiaomi 12S Ultra é o smartphone mais avançado da linha e traz o maior sensor de câmera da marca: lente Sony IMX989 de uma polegada, permitindo uma resolução impressionante. Os três modelos tiveram câmeras construídas em parceria com a Leica, marca responsável por tornar os conjuntos ainda mais poderosos.

Além da lente principal de 50 MP, o Xiaomi 12S Ultra ainda tem uma grande-angular de 48 MP e uma telefoto também de 48 MP. A câmera frontal é de 32 MP.

Já no hardware, o rei do Android vem equipado com processador Snapdragon 8 Plus Gen 1, o mais avançado da Qualcomm, e memória RAM de até 12 GB. A tela AMOLED tem 6,73 polegadas e taxa de atualização de até 120 Hz.

Xiaomi 12S e Xiaomi 12S Pro

Xiaomi 12S
Divulgação/Xiaomi

Xiaomi 12S

Além do smartphone poderoso, a Xiaomi também lançou dois outros modelos na linha de celulares premium. Xiaomi 12S e Xiaomi 12S Pro também vêm equipados com Snapdragon 8 Plus Gen 1 e até 12 GB de memória RAM.

Em ambos os casos, a câmera principal usa a lente Sony IMX707, de 50 MP. Enquanto o conjunto do Xiaomi 12S é finalizado por uma grande-angular de 13 MP e uma telemacro de 5 MP, o Xiaomi 12S Pro traz grande-angular de 50 MP e telefoto também de 50 MP. As câmeras frontais são de 32 MP em ambos os modelos.

Xiaomi 12S Pro
Divulgação/Xiaomi

Xiaomi 12S Pro

Além da diferença nas câmeras, os smartphones também têm tamanhos diferentes. Enquanto a tela do Xiaomi 12S é de 6,28 polegadas, a do Xiaomi 12S Pro é de 6,73 polegadas, mesmo tamanho do Xiaomi 12S Ultra.

Preço e disponibilidade

Por enquanto, os três smartphones da Xiaomi estão disponíveis apenas na China. Ainda não há previsão de um lançamento global. Os preços praticados no país são os seguintes:

Xiaomi 12S

  • 8 GB + 128 GB – 3.999 yuans (cerca de R$ 3,2 mil)
  • 8 GB + 256 GB – 4.299 yuans (cerca de R$ 3,4 mil)
  • 12 GB + 256 GB – 4.699 yuans (cerca de R$ 3,7 mil)
  • 12 GB + 512 GB – 5.199 yuans (cerca de R$ 4,1 mil)

Xiaomi 12S Pro

  • 8 GB + 128 GB – 4.699 yuans (cerca de R$ 3,7 mil)
  • 8 GB + 256 GB – 4.999 yuans (cerca de R$ 4 mil)
  • 12 GB + 256 GB – 5.399 yuans (cerca de R$ 4,3 mil)
  • 12 GB + 512 GB – 5.899 yuans (cerca de R$ 4,7 mil)

Xiaomi 12S Ultra

  • 8 GB + 256 GB – 5.999 yuans (cerca de R$ 4,8 mil)
  • 12 GB + 256 GB – 6.499 yuans (cerca de R$ 5,1 mil)
  • 12 GB + 512 GB – 6.999 yuans (cerca de R$ 5,5 mil)

Fonte: IG TECNOLOGIA

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana