conecte-se conosco


Esportes

Operário vence Figueirense na abertura do returno da Série B

Publicado


O Figueirense foi derrotado na abertura do returno da Série B. Na tarde de sábado (07), o Furacão foi superado pelo Operário (PR), por 1 a 0. O gol da vitória do time de Ponta Grossa ocorreu na segunda etapa. A partida aconteceu no Estádio Orlando Scarpelli.

Com o resultado, o Figueirense permanece com 19 pontos e ocupando a 18ª posição na tabela de classificação.

 

O jogo

Os primeiros minutos foram de muita intensidade de marcação no meio de campo por parte das duas equipes. Em bolas paradas, o Operário tentou criar oportunidades de gol, mas esbarrou na defesa do Figueirense.

Foi justamente em bola parada a primeira finalização do jogo. O estreante Erison bateu falta frontal da intermediária direto para o gol, mandando ao lado da trave esquerda do goleiro do Operário. Dois minutos mais tarde, Dudu cobrou escanteio e Vitor Mendes cabeceou pra fora.

O Figueirense chegou mais uma vez com perigo aos sete minutos. Alecsandro roubou bola no campo de ataque e acionou Elyeser, que avançou e bateu forte da entrada da área, mas mandou por cima do gol de Thiago Braga.

O Operário respondeu aos 14 minutos. Em escanteio, a bola passou por todos dentro da área e sobrou na esquerda de ataque. Em novo levantamento, Rafael Bonfim cabeceou por cima do gol.

O Furacão quase abriu o placar aos 22 minutos. Dudu cobrou escanteio no primeiro pau e Alecsandro desviou de cabeça, acertando a trave. Aos 28, Elyeser cruzou da direita e Paulo Ricardo finalizou ao lado do gol.

O Figueirense segue pressionando. Aos 38 minutos, em boa jogada trabalhada, Elyeser lançou Lucas Carvalho na área. O lateral, de primeira, serviu Alecsandro, que bateu de primeira, mas a finalização saiu prensada com a marcação adversária. Aos 40, em contra-ataque, Alecsandro lançou Leo Artur nas costas da defesa, mas o goleiro Thiago Braga se antecipou e evitou a finalização.

 

O início do segundo tempo foi de tentativa de pressão por parte da equipe do Operário. Em cruzamentos na área, o time de Ponta Grossa levou algum perigo, mas o sistema defensivo do Figueirense conseguiu afastar as investidas adversárias.

O Figueirense respondeu aos seis minutos. Em falta da intermediária, Elyeser cruzou buscando Vitor Mendes, mas a defesa se antecipou e evitou a finalização. No escanteio cobrado por Dudu, Alecsandro desviou, mas a zaga do Operário novamente conseguiu neutralizar o lance.

O jogo perde em intensidade, e nenhuma das duas equipes consegue criar situações de gols. O Operário, em cobrança de escanteio e posterior cruzamento rasteiro, viu a bola cruzar a meta alvinegra, mas sem maiores sustos para Rodolfo Castro.

Aos 19 minutos, em contra-ataque, o Figueirense chegou perto de marcar. Elyeser lançou Felix Micolta, que passou pela marcação e serviu Leo Artur na entrada da área. A finalização desviou na marcação, e na sequência a zaga do Operário afastou o perigo. Aos 22 minutos, Jefinho recebeu bola na entrada da área, girou e bateu forte, mas Rodolfo Castro defendeu com segurança, no centro do gol.

Aos 35 minutos, chegada perigosa do Operário. Após troca de passes, Marcelo dominou na entrada da área e bateu forte. Rodolfo Castro fez grande defesa, a bola ainda bateu no travessão e saiu em escanteio. Na cobrança, Paulo Ricardo tentou desviar e acabou marcando contra. Operário na frente.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

América não supera o Confiança e empata sem gols

Publicado


O América empatou em 0 a 0 com o Confiança-SE, em Aracaju, mais uma vez sofrendo com erro da arbitragem nesse Campeonato Brasileiro da Série B – desta vez pênalti não marcado em Rodolfo.

Com o resultado, o Coelho chega aos 70 pontos na competição nacional. O América volta a campo na próxima sexta-feira, na Arena Independência, para receber o Avaí na rodada final da Série B.

O JOGO

O primeiro tempo foi de bastante estudo e chegadas efetivas, principalmente pelo lado de campo. A defesa do Coelho segurava o ímpeto adversário, enquanto o ataque mostrava perigo com rápidas trocas de passes entre Rodolfo, Alê, Juninho e Zé Ricardo, e investidas de Felipe Azevedo e Ademir, além dos laterais Daniel Borges e Sávio.

O camisa 7 do Coelho, inclusive, quase anotou o gol após cruzamento de Rodolfo, aos 32 minutos. Já aos 43 foi a vez de Ademir limpar a marcação e chutar cruzado, assustando o goleiro rival.

A segunda etapa iniciou com mais um pênalti não marcado para o América nesta Série B: Rodolfo foi lançado, Nirley esqueceu da bola e, com as mãos nas costas do camisa 9 americano, deslocou o atacante do Coelho dentro da área. Penalidade máxima não assinalada pelo árbitro Paulo Roberto Alves Junior.

Rodolfo ainda chegou a marcar aos 25 minutos após passe de Eduardo Bauermann, mas a arbitragem assinalou corretamente o impedimento. O América continuou pressionando e o técnico Lisca acionou o banco de reservas com as entradas de Calyson e Geovane, aos 27 minutos, e de Neto Berola, Lohan e Marcelo Toscano, aos 40.

O ataque americano manteve sua força contra a retranca adversária, mas não conseguiu tirar o zero do placar.

Continue lendo

Esportes

Guarani luta, mas perde com gol no fim para o Avaí fora de casa

Publicado


Jogando fora de casa, o Guarani perdeu para o Avaí na noite de sábado, por 2 a 1 na Ressacada, pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Alemão abriu o placar para os mandantes, Todinho deixou tudo igual para o Bugre, mas Jonathan deu números finais ao jogo no último lance da partida.

Com o resultado, o Guarani permanece com 48 pontos, na parte intermediária da tabela. Na próxima sexta-feira, a equipe do técnico Felipe Conceição encerra sua participação na competição nacional às 21h30, contra o Juventude, no Brinco de Ouro.

A partida
O primeiro tempo foi extremamente movimentado. Mesmo atuando longe de seus domínios, o Bugre aproveitava bem os espaços dados pela equipe adversária, para buscar o gol. Aos 17′, Rickson apareceu de surpresa na área após belo passe e quase abriu o placar, parando no goleiro. Na sobra, foi Murilo Rangel quem por pouco não fez.

Poucos minutos depois, entretanto, o Avaí marcou com Alemão. Mesmo atrás do marcador, o Guarani não se abalou e foi para cima do adversário. Pablo aos 24′ teve duas chances. Na primeira viu o goleiro salvar. Já na segunda, acertou a trave, assim como Todinho, que aos 29′ carimbou o travessão.

Mas se não marcou no primeiro tempo, Todinho pôde comemorar logo aos 7′ do segundo, quando recebeu bom passe de Rickson e finalizou para o gol. A bola ainda desviou no zagueiro antes de entrar. A partida ficou aberta, com chances para os dois lados. Aos 22′, Renanzinho mandou um foguete, no ângulo, só que Glédson defendeu. Já aos 52′, no último lance da partida, Jonathan fez o segundo do Avaí em contra-ataque.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana