conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Risco Duplo combater atividade de consórcio sem registro pelo BACEN

Publicado

São Mateus/ES – A Polícia Federal de São Mateus deflagrou nesta quarta-feira (8/5) a Operação Risco Duplo, visando combater a atividade de consórcio de motocicletas sem registro no Banco Central do Brasil em São Mateus/ES. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão.

Pelo que foi apurado até o momento, existem denúncias de clientes que pagaram todas as parcelas de seus planos e não receberam o bem objeto do consórcio.

A autorização prévia do BACEN para o funcionamento das empresas administradoras de consórcio tem o objetivo de evitar que os clientes consorciados caiam em golpes e venham a ter prejuízos futuros, sendo que a falta da referida autorização torna a atividade ilegal e passível de crime, conforme previsto na Lei de Crimes Financeiros (Lei nº 7.492/86).

A prática de criação e administração de consórcios, e venda de planos de consórcio sem autorização do BACEN faz com o que os responsáveis incorram em infração aos arts. 7º, incisos II, III e IV e art. 16, ambos da Lei nº 7.492/86, com penas que, somadas, podem alcançar 12 anos de prisão.

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal realiza mais uma incineração de drogas este ano

Publicado


Foz do Iguaçu/PR – A Polícia Federal incinerou nesta terça-feira quase 4 toneladas de substâncias entorpecentes.

Foram incinerados 3.983.763 gramas de drogas, sendo: 218 gramas de cocaína, 3.615 gramas de substâncias para produção de cocaína e 3.979.930 gramas de maconha.

Mais uma vez, a incineração ocorreu na cidade de Cascavel/PR.

 

Comunicação da Polícia Federal em Foz do Iguaçu

Contato: (45)3576-5515

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal atua na identificação e prisão de falsificadores e contrabandistas de imigrantes na Europa

Publicado


Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal, por meio de cooperação policial internacional, participou da prisão de dois brasileiros suspeitos de integrarem organização criminosa especializada na fabricação e venda de documentos falsificados, fraude de processos para obtenção de cidadania e contrabando de imigrantes.

Os brasileiros foram presos por autoridades portuguesas em Lisboa nessa segunda-feira (28/09), após serem identificados e monitorados pela Polícia Federal.

Durante as buscas, os investigadores portugueses encontraram enorme quantidade de documentos e passaportes falsos de nacionalidades diversas, inclusive brasileira, além de equipamentos de informática de alta tecnologia para mineração de bitcoins e prática de crimes cibernéticos.

(31)3330.5270

[email protected] 

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana