conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Revide desarticula organização criminosa responsável por fraudes em benefícios previdenciários

Publicado


.

São Paulo/SP – A Polícia Federal, por meio da Força-Tarefa Previdenciária formada pelo o Núcleo de Inteligência Previdenciária e Trabalhista em São Paulo, pela Procuradoria Federal e pelo INSS, deflagrou a Operação Revide hoje (7/7), com o objetivo de investigar fraudes em benefícios por incapacidade (auxílios por incapacidade temporária e aposentadorias por incapacidade permanente), praticadas por meio de uma organização criminosa (ORCRIM) composta por médicos, advogados e intermediários, em São Paulo.

Foram expedidos 23 (vinte e três) mandados de busca e apreensão para cumprimento no estado de São Paulo, na cidade de São Paulo, Guarulhos e Caieiras e no estado de Minas Gerais, na cidade de Poços de Caldas, além de medidas restritivas de direitos para impedir que os criminosos continuem a delinquir.

As investigações desvendaram que as fraudes acontecem em sede judicial. O perito do juízo foi cooptado pela ORCRIM, pois, em razão do recebimento de propinas, declarava pessoas saudáveis como incapazes para o trabalho.  Em uma amostragem inicial, verificou-se que as fraudes provocaram desvios de mais de R$ 13 milhões, porém, em razão do desmantelamento da ORCRIM, estima-se que será evitado um prejuízo de mais de R$ 27 milhões.

 

Referidos valores dizem respeito a um recorte investigativo, pois, ao que tudo indica, as somas podem ser muito maiores.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Contato: [email protected]

 (11) 3538-5013

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

PF, em cooperação com autoridades bolivianas, viabiliza libertação de brasileira na Bolívia

Publicado


Brasília/DF – Em cooperação com as autoridades bolivianas, a Polícia Federal, por meio do Oficialato de Ligação em Santa Cruz de La Sierra e da Representação Regional da Interpol em Pernambuco, conseguiu viabilizar hoje (18/1) a localização e libertação de uma jovem brasileira, de 19 anos, que estava sendo mantida em cárcere privado na cidade Santa Cruz/Bolívia.

A jovem brasileira, residente em Recife/PE, foi enganada com uma proposta de emprego na cidade de Corumbá/MS. Após chegar na cidade que faz fronteira com a Bolívia, foi posta em um veículo, contra a sua vontade, e levada até a cidade de Santa Cruz/Bolívia.

Permaneceu uma semana incomunicável e mantida presa em um quarto de uma pensão próxima ao centro da cidade. Na manhã de hoje, conseguiu pedir ajuda a um funcionário da pensão, conseguindo contato também com familiares que residem em Recife/PE, que, por sua vez, acionaram a Representação Regional da Interpol em Pernambuco.

A Polícia Nacional da Bolívia conseguiu identificar o local onde a jovem estava sendo mantida em cárcere privada, resgatando-a. Não foram identificados os autores do crime, entretanto foi iniciada uma investigação por parte das Autoridades Bolivianas.

A vítima está recebendo apoio do setor Consular do Brasil em Santa Cruz, aguardando sua repatriação.

 

Divisão de Comunicação Social da Polícia Federal

Contato: (61) 2024-8142

Continue lendo

Polícia Federal

PF combate crime eleitoral no Acre

Publicado


Rio Branco/AC – A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira (18/1) a Operação Whistleblower, que investiga associação criminosa que atuou durante o período de campanha eleitoral de 2020 para a prática de crime de corrupção eleitoral, desvio de recursos públicos e ameaça.

Segundo o apurado até o momento, alguns servidores públicos municipais teriam desviado materiais pertencentes à Prefeitura de Feijó para empregá-los na compra de votos de eleitores, em vez de destinar os referidos bens às atividades afetas ao interesse público.

Na data de hoje foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão em desfavor dos investigados, dentre os quais estão secretários municipais e um vereador.

O termo em inglês Whistleblower significa denunciante, que é pessoa que informa às autoridades competentes a ocorrência de atividade ilegal.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Acre

Contato: (68) 3212-1200 / 3212-1211/ 3212-1213
E-mail: [email protected]

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana