conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Retomada combate fraudes no seguro-defeso em GO, MG e DF

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (14/9) a Operação RETOMADA, com o objetivo de coibir a atuação de grupo criminoso especializado em fraudar benefícios de Seguro-Desemprego do Pescador Artesanal – SDPA, também conhecido como seguro-defeso. Cerca de 60 policiais federais cumprem 8 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal em Goiás, Minas Gerais e no Distrito Federal.

As investigações, realizadas em parceria com a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista do Ministério do Trabalho e Previdência – CGINT, identificaram uma associação criminosa que fraudava requerimentos de seguro-defeso há mais de 5 anos.

O Seguro-Defeso é um benefício pago pelo Instituto Nacional de Seguro Social – INSS aos pescadores profissionais artesanais, durante o período de defeso, em que são paralisadas temporariamente as atividades de pesca, em razão da necessidade de preservação de determinadas espécies de peixes.

A fraude no benefício consistia na utilização de documentos falsos para a concessão de seguro-defeso a falsos pescadores, sendo constatado que alguns beneficiários possuem endereços de residências diferentes dos endereços declarados nos pedidos do seguro, outros recebem outro benefício social, como o bolsa-família, ou possuem outra atividade como meio de subsistência, o que é proibido pela lei.

As investigações apontam ainda para a participação de representantes de Colônias de Pescadores no esquema criminoso. Até o momento já foi identificado o pagamento indevido de 35 benefícios a falsos pescadores, totalizando um prejuízo de cerca de R$ 850 mil. Estima-se, no entanto, que a fraude possa atingir o valor de R$ 34 milhões e envolver aproximadamente 1500 pessoas.

Os envolvidos responderão pelos crimes de estelionato majorado e associação criminosa, com penas que podem variar de 3 a 8 anos.

Comunicação Social da Polícia Federal no Distrito Federal

Contato: (61) 2024-7557

[email protected]

****O nome da operação foi denominado de RETOMADA em alusão ao processo de continuidade das operações específicas de combate ao cometimento de fraude ao benefício do seguro-defeso.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

PF apreende mais de uma tonelada de cocaína em MT

Publicado


Cáceres/MT –  A Polícia Federal, em ação conjunta com o   GEFRON/MT e com a Força Tática, apreendeu no sábado (25/9) mais de uma tonelada de entorpecentes, na fronteira Brasil/Bolívia, no estado de Mato Grosso.

A ação ocorreu com abordagem de um caminhão carregado com cabeças de gado, que trafegava na BR 070, sentido Bolívia/Brasil. Os animais foram descarregados em uma fazenda e, após buscas, foi localizado um fundo falso na carroceira, local no qual estava armazenada mais de 1 tonelada de substância análoga à cocaína.

O material apreendido e o condutor do caminhão, foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal em Cáceres/MT.

Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso

[email protected]   Instagram: @policiafederal_mt

(65) 992848987

Continue lendo

Polícia Federal

PF apreende 4,2 kg de MDMA no Aeroporto de Porto Alegre

Publicado


Porto Alegre/RS – A Polícia Federal e a Receita Federal apreenderam, na madrugada desse domingo (26/9), mais de 4 quilos de MDMA, princípio ativo do ecstasy, no Aeroporto Internacional Salgado Filho.

A droga estava escondida na bagagem de uma passageira, em um fundo falso, embaixo de roupas, e foi identificada na inspeção pelo sistema de raio-x.

A passageira tem 34 anos, natural de Belém/PA e veio do México em voo que partiu do Panamá. Ela foi presa em flagrante e indiciada por tráfico internacional de drogas.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Sul

Fone: (51) 3235.9005/99717.3040

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana