conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Marquetagem investiga liberação de créditos tributários em troca de vantagens indevidas

Publicado


Fortaleza/CE- A Polícia Federal deflagrou hoje (16/10) a operação Marquetagem. A ação de hoje busca angariar maiores elementos probatórios acerca das condutas potencialmente ilícitas de agentes políticos e empresários envolvidos na liberação de créditos tributários oriundos do Programa de Incentivos às Atividades Portuárias e Industriais do Ceará – PROAPI, em troca do recebimento de vantagem indevida.   

 São cumpridos 17 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Eleitoral de Fortaleza/CE, nas cidades de Fortaleza, São Paulo e Salvador. 

 A investigação consiste em mais uma fase a Operação Lava Jato que teve início em 2018 com a colaboração premiada dos executivos de grupo empresarial. De acordo com as investigações, os pagamentos, totalizando o montante de R$ 25 milhões, teriam ocorrido por meio da simulação da prestação de serviços publicitários e do uso de notas fiscais frias, bem como através de doações oficiais para campanhas eleitorais nos anos de 2010 e 2014.

Os investigados poderão responder, na medida das suas responsabilidades, pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral, corrupção, lavagem de dinheiro e integrar organização criminosa.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Ceará

Contato: (88) 9.9921-0625

 

 

*** A operação foi batizada  de Marquetagem, em alusão ao significado do termo que define o uso da publicidade distantes dos valores éticos.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

PF divulga total ações no segundo turno das eleições 2020 em Minas Gerais

Publicado


Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal informa total de ocorrências verificadas no domingo (29/11), durante o segundo turno das Eleições de 2020. Os municípios de Contagem, Governador Valadares, Juiz de Fora e Uberaba apresentaram escrutínio para prefeitos.

Em Governador Valadares, houve a prisão de uma mesária por propaganda de boca de urna. Em Juiz de Fora, também houve uma prisão por propaganda de boca de urna. Nos dois casos, foram lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO), sendo os presos liberados após assunção de compromisso de comparecimento em Juízo.

A PF ainda atuou com sobrevoos de Drones em locais de votação: cinco em Contagem e dois em Juiz de Fora.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando.

 

  Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (31) 3330-5270

Continue lendo

Polícia Federal

PF deflagra a quarta fase da Operação Boitatá

Publicado


Belém/PA – A Polícia Federal deflagrou no domingo (29/11) a Operação Boitatá IV, com o objetivo de apurar os crimes de corrupção eleitoral e lavagem de dinheiro.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão expedido pela 1a. Zona Eleitoral de Belém/PA, na residência de um dos investigados nesta urbe, em decorrência do desdobramento das investigações da Operação Boitátá III.

Foram apreendidos celulares e mais de R$ 100 mil (valor que ainda está sendo contabilizado).

Os materiais apreendidos serão analisados e, se confirmadas as suspeitas, os investigados responderão pelo delitos de corrupção eleitoral, previsto no art. 299 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65), bem como lavagem de dinheiro (art. 1 da Lei 9.613/98), que se somados podem chegar a pena de 14 anos de reclusão, além de multa.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Pará

Telefone: (91) 3214-8029 / 984222396
E-mail: [email protected]

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana