conecte-se conosco


Policial

Operação integrada combate a criminalidade em Nortelândia e Arenápolis

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma operação conjunta de combate a criminalidade foi deflagrada pela Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar, no domingo (10.11), nos municípios de Arenápolis e Nortelândia (258 e 253 km a Médio-Norte da Capital). Os trabalhos visavam dar cumprimento a ordens judiciais assim como a abordagem de pessoas suspeitas nos município.

As ações foram realizadas pelas equipes de investigadores das Delegacias de Arenápolis e Nortelândia com apoio do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) e Força Tática da Polícia Militar.

Em um dos alvos em Nortelândia, as equipes realizaram a abordagem do suspeito, A.P.S., em frente a sua residência, ocasião em que apreenderam cinco trouxinhas de pasta base de cocaína, além de R$ 47 em dinheiro trocado característico da atividade de tráfico.

Em outra ação, os policiais realizaram a detenção dos suspeitos, A.V.S.R. e A.S.G.J., por descumprimento de medidas cautelares com restrições de horários e locais a serem frequentados,

Em Arenápolis, os policiais receberam denúncia de que em um clube estava acontecendo uma festa com vários menores ingerindo bebida alcoólica. No local, os policiais constataram a veracidade das informações sendo encontrados vários adolescentes no local, além de diversas garrafas de bebida, como whisky, vodka, cerveja, além de narguilé e maconha.

Leia Também:  Polícia Civil promove palestras de prevenção a violência doméstica em Alto Boa Vista

Os responsáveis pela festa foram conduzidos a Delegacia para as providências cabíveis. Ainda na operação, foi dado cumprimento a duas ordens de prisão por alimentos, sendo uma em Arenápolis e outra em Nortelândia.

 

 

 

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Idoso é preso por tentar beijar à força assistente de papai noel em shopping de Cuiabá

Publicado

Conforme a Polícia Militar, vítima estava trabalhando quando foi vítima de assédio sexual

A Polícia Militar prendeu Clélio Dirkes de Oliveira, de 60 anos, por assédio sexual, depois que ele tentou abraçar e beijar à força uma jovem de 18 anos que estava trabalhando de assistente de papai noel em um shopping, localizado na avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. A ocorrência foi atendida nesta quinta-feira (5) por policiais da base do bairro Santa Rosa.

A vítima relatou que estava trabalhando, quando o suspeito se aproximou tentando abraçá-la. Para impedir o homem, a jovem disse ter colocado os braços à frente do corpo, pedindo que ele parasse.

Segundo ela, o homem ainda tentou beijá-la, mas a mulher conseguiu evitar o contato, mesmo sendo impedida de escapar do local por ele. A assistente, no entanto, conseguiu se soltar e contou ter fugido para o banheiro do estabelecimento, assustada.

Uma testemunha confirmou as informações relatadas pela vítima. O homem foi localizado ainda no shopping e foi preso em flagrante.

Leia Também:  Diretoria Geral recebe vereador e deputados em buscas de parcerias em prol da instituição
Continue lendo

Policial

Agente de trânsito é preso após atirar em banheiro de bar em Cuiabá

Publicado

Amarelinho foi preso logo depois pela PM. Ele não possuía porte de arma

Um agente de trânsito foi preso na madrugada desta sexta-feira (6), acusado de efetuar um disparo de arma de fogo no banheiro de um bar, localizado na rua Floriano Peixoto, região central de Cuiabá. Roberto Jhonnes Passarini, de 27 anos, foi detido por volta da 4h30 pela Polícia Militar, que foi acionada pelos funcionários do estabelecimento. Testemunhas informaram que o acusado chegou, mostrou a arma e disse ser agente da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

Algum tempo depois, ouve um disparo de arma de fogo. Os funcionários encontram o agente dentro do banheiro masculino. O espelho estava quebrado e havia marca de tiro no porta-papel.

Ao chegarem ao bar, os policiais encontram Roberto sentado e funcionários ao redor dele. A PM apreendeu o revólver calibre 38 com cinco munições e uma cápsula de munição deflagrada. Os militares informaram que o agente não possui porte de arma. Ele foi levado para a Central de Flagrantes. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Leia Também:  Polícia prende pais e quatro vizinhos por estupro de menina de seis anos; vítima era ameaçada para não revelar crime

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana