conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Florestas de Papel combate exploração ilícita de madeiras na Amazônia

Publicado

Boa Vista/RR – A Polícia Federal deflagrou hoje (12/7) a Operação Florestas de Papel, que tem o objetivo de desarticular esquema de exploração ilegal de madeiras na região amazônica nos períodos entre 2014 e 2017, envolvendo mais de 20 madeireiras.

Mais de 150 policiais federais cumprem 70 medidas judiciais, entre prisões preventivas, temporárias, mandados de busca e apreensão e de suspensão de atividade econômica nos estados de Roraima, Mato Grosso, Amazonas, Maranhão e Pará. Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara da Seção Judiciária de Roraima, após representação da Autoridade Policial.

Os fatos foram apurados ao longo de 6 Inquéritos Policiais, com apoio do MPF, e apontam diversos tipos de fraudes cometidas por empresários para dar aparência de legalidade ao comércio e movimentação de madeiras.

As fraudes eram realizadas no SISDOF, sistema do IBAMA que gerencia a expedição dos Documentos de Origem Florestal (DOF). O DOF é uma licença obrigatória para o controle do transporte e armazenamento de produtos e subprodutos florestais de origem nativa, como toras de madeira e madeira serrada. A PF identificou mais de 91.000 metros cúbicos de madeira serrada que teriam sido “regularizadas” mediante fraude.

Leia Também:  PF combate crimes ambientais na Paraíba

Convertidas em toras de madeira, este quantitativo se aproxima de 260.000 metros cúbicos, ou 120.000 toras, o suficiente para carregar aproximadamente 8 mil caminhões. Dentre as espécies identificadas encontram-se Ipês, Cedros, Maçarandubas, Aroeiras e Jacarandás, dentre outras. No mercado, o valor das madeiras envolvidas na fraude poderia chegar a quase 80 milhões de reais.

O esquema utilizava empresas de fachada para conseguir ou utilizar DOFs, os quais eram empregados para “esquentar” madeiras retiradas ilegalmente com a simulação de extração, compra ou venda de madeiras entre as próprias empresas do esquema. Vinte e duas empresas são investigadas, e vários dos sócios seriam laranjas dos reais proprietários. A maior parte das madeireiras investigadas são localizadas no sul do estado de Roraima.

 

Fonte: Polícia Federal
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia Federal

PF combate exploração sexual infantojuvenil pela internet

Publicado

Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (23/8) a Operação Pega Pega III, para combater a veiculação de conteúdo de exploração sexual de crianças e adolescentes pela internet.

Foram cumpridos quatro mandados judiciais de busca e apreensão, todos expedidos pela 35ª Vara Federal de Belo Horizonte/MG. Dois mandados foram cumpridos em Belo Horizonte, um em Mateus Leme/MG e um em Guanhães/MG.

Foram apreendidos telefones celulares e algumas mídias computacionais. Não houve prisões em flagrante.

A deflagração de hoje decorre de investigações relativas a materiais apreendidos nas duas fases anteriores da Operação, desencadeadas em 13 de março e 24 de abril deste ano.

 

[email protected] | www.pf.gov.br

Fonte: Polícia Federal
Leia Também:  PF investiga concessão de benefícios previdenciários indevidos em Minas Gerais
Continue lendo

Polícia Federal

PF deflaga a 2ª fase da Operação Tríplice Aliança

Publicado

Maceió/AL – A Polícia Federal desencadeou nesta sexta-feira (23/8) a segunda fase da Operação Tríplice Aliança, com o objetivo de apurar a prática de crimes de lavagem de dinheiro, tráfico de entorpecentes e organização criminosa. Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão, todos em Maceió, expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

Até o momento, foram apreendidos 18 veículos, realizado bloqueio de contas até o valor de R$ 420 mil, bem como sequestro de outros 6 veículos.

RELEMBRE
A Polícia Federal, conjuntamente com a Polícia Civil (Divisão Especial de Investigações e Capturas – DEIC/AL) e a Polícia Militar de Alagoas (Batalhão de Operações Especiais – BOPE/PMAL), deflagrou em maio de 2019 a fase ostensiva da Operação Tríplice Aliança, para desarticular um grupo criminoso voltado à prática de delitos de tráfico de drogas, organização criminosa, lavagem de dinheiro, roubo de veículos, assalto a banco e estelionato em Maceió/AL, Arapiraca/AL e Jaboatão/PE.

 

Contato: 3216-6723 / 82-99327-7671

Fonte: Polícia Federal
Leia Também:  PF deflagra a segunda fase da Operação Insanidade
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana