conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Disritmia combate corrupção envolvendo profissionais do SUS

Publicado

Goiânia/GO – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (3/6) a Operação Disritmia, com o fim de obter provas para robustecer os indícios de que uma empresa fornecedora de órteses, próteses e materiais especiais (OPMEs), efetuava pagamentos irregulares a médicos e profissionais de saúde com atuação no SUS, para a compra e implantação dos produtos que ela fornecia.

Em grande parte dos casos, restou constatado que a empresa fornecedora de OPMEs e uma outra pessoa jurídica vinculada aos investigados simulavam um contrato (padrão) de prestação de serviços de consultoria, na tentativa de dar aparência de licitude aos pagamentos realizados aos profissionais de saúde corrompidos.

Durante as investigações, foi localizada uma planilha contendo a descrição de pagamentos (valores, mês de referência, forma de pagamento e dados qualificativos do beneficiário) feitos pela empresa a médicos cardiologistas situados em Goiás, sendo que essa planilha se encontrava armazenada no e-mail do representante da empresa, cujo sigilo foi judicialmente quebrado.

Em sequência, foram encontrados e-mails trocados por este representante da empresa com alguns médicos listados na planilha, cujo conteúdo denota o recebimento de valores entre 2012/2015 por pacientes atendidos e nos quais foram implantados OPMEs da empresa.

Cerca de 25 policiais federais estão cumprindo seis mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal em Goiânia, nas cidades de Rio Verde e Goiânia.

Os crimes investigados são peculato, corrupção passiva, uso de documento falso, associação criminosa e corrupção ativa do Código Penal.

A operação foi denominada Disritmia, pois deriva da Operação Arritmia (PF em Santa Catarina), sendo a disritmia um problema cardíaco em que pode ser necessário a utilização de OPMEs.

Comunicação Social da Polícia Federal em Goiás

 [email protected] | www.pf.gov.br

(62)  3240-9607

(62)99216-6260

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia Federal

PF prende mulher com haxixe no Galeão/RJ

Publicado

Rio de Janeiro/RJ – Na noite de ontem, 5/7, a Polícia Federal prendeu em flagrante uma mulher, de 23 anos, transportando aproximadamente 1 kg de haxixe, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro.

A mulher, natural de Manaus/AM, tentava embarcar do Rio de Janeiro, no Galeão, em voo com destino à sua cidade natal, no estado do Amazonas.

Os policiais federais, após fiscalização de rotina, identificaram a droga oculta sob suas roupas, presa por bandagem de esparadrapos.

A presa foi encaminhada à Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Praça Mauá, para lavratura do auto de prisão em flagrante e responderá pelo crime de tráfico de drogas, cuja pena pode chegar até 15 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.gov.br/pf

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Polícia Federal

Ação Integrada combate comercialização de mercadorias estrangeiras pela internet

Publicado

Passo Fundo/RS – A Polícia Federal e a Receita Federal deflagram, na manhã desta quarta-feira (6/7), a Operação Concorrência Desleal, de combate ao descaminho de produtos eletrônicos e à comercialização da mercadoria através da internet.

Equipes da Polícia Federal e da Receita Federal cumprem quatro mandados de busca nos municípios de Erechim e Viaduto, em ação para ampliar os elementos probatórios sobre os fatos apurados.

A investigação teve início a partir de apreensões realizadas em fiscalizações ocorridas no Centro de Distribuição dos Correios, em Passo Fundo. As mercadorias recolhidas seriam enviadas para compradores residentes no Rio Grande do Sul e em outros estados, sem a emissão da nota fiscal.

Os investigados, além de comercializarem os produtos pela internet, possuem estabelecimentos comerciais nos municípios onde ocorrem as buscas.

Comunicação Social da Polícia Federal em Passo Fundo

Fone (54) 99171-2298

 www.pf.gov.br

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana