conecte-se conosco


Policial

Policia Federal combate contrabando de agrotóxicos que movimentou R$ 154 milhões

Publicado

Investigações iniciaram a partir de denúncias que apontavam um homem como um dos principais contrabandistas de agrotóxicos da região norte de MT

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (12) a “Operação Mãe-Terra” com objetivo é colher provas para a investigação  que  apurar a prática do crime de importação e comercialização ilegal de agrotóxicos de origem estrangeira. Quatro mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal de Sinop foram cumpridos em endereços residenciais e comercial localizados nos Municípios de Sorriso/MT e Lucas do Rio Verde/MT.

As investigações iniciaram a partir de denúncias que apontavam um dos suspeitos como um dos principais contrabandistas de agrotóxicos de Sorriso-MT e região.

Em fiscalizações realizadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento(Mapa)  foram identificados agrotóxicos ilegais em propriedades rurais atribuídas aos investigados.

Informações obtidas pelo COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) confirmaram a existência de grande movimentação bancária suspeita na conta dos investigados.

A Justiça  Federal autorizou a quebra de sigilo bancário e foi possível constatar que os suspeitos de comercializar fertilizantes ilegalmente importados movimentaram, em apenas dois anos, R$ 154 milhões, dos quais, grande parte, sem identificação de origem e destino para pessoas que já responderam pelo crime de transporte e uso ilegal de defensivos agrícolas.

O próximo passo da Polícia  Federal será determinar quem são os fornecedores nos países fronteiriços, a estrutura logística utilizada para o transporte e os destinatários.

Os suspeitos poderão responder pelos crimes previstos nos artigos 56 da Lei 9.605/98, com pena de 01 a 04 anos de reclusão, e multa, e art. 15 da Lei 7.802/89, com pena de 02 a 04 anos de reclusão,  multa, dentre outros crimes que serão apurados no curso das investigações.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Em operação, polícia prende oito por tráfico, porte de arma e crimes sexuais contra menores

Publicado

A Polícia Civil deflagrou, neste sábado (13), a Operação Guarda Baixa, para cumprimento de três mandados de prisão e três mandados de busca e apreensão. No total, seis pessoas foram presas, sendo três em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Em um endereço alvo da operação, dois suspeitos, de 18 e 19 anos, em Guarantã do Norte, foram encontrados separando entorpecentes em porções para comercialização. Foram apreendidas 18 trouxinhas de pasta base de cocaína e uma porção grande, que ainda seria repartida. Além disso, foi localizada uma porção de maconha e uma pequena quantia em dinheiro.

Em outro local alvo das buscas, um homem de 36 anos foi preso com uma arma de fogo com numeração raspada, uma balança de precisão, dinheiro e um celular com conversas demonstrando que ele estava vendendo drogas no município. A decisão judicial concedia autorização para acesso aos dados dos telefones celulares apreendidos durante as buscas.

Crimes sexuais

Também foram cumpridos mandados de prisão relacionados a investigações sobre crimes sexuais. Em ambos os casos, no decorrer das investigações, o delegado Lucas Lelis solicitou a prisão preventiva dos suspeitos.

Um dos investigados, um homem de 31 anos, manteve relações sexuais com a filha do padrasto, de 13 anos, há cerca de um ano. O outro investigado, de 35 anos, no final de uma festa, na madrugada do dia 7 de agosto, de forma dissimulada, arrastou uma mulher para um terreno baldio e a obrigou a manter relação sexual com ele.

Por último, também foi dado cumprimento a um mandado de prisão contra um homem de 34 anos, expedida pela Justiça de Alagoas, por um assalto a banco praticado em Santana do Ipanema, em 2009.

A operação policial foi executada pela Delegacia Municipal de Guarantã do Norte, com apoio da Delegacia Regional de Guarantã do Norte e da Delegacia de Matupá. Ao todo, 14 policiais participaram das ações em seis endereços.

Continue lendo

Policial

Gefron apreende 357 tabletes de entorpecentes e prende seis suspeitos

Publicado

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) apreendeu 357 tabletes de entorpecentes, totalizando 279 quilos de entorpecentes. O caso ocorreu nesta sexta-feira, no Distrito de Clarinópolis, município de Cáceres e, na ocasião, seis pessoas foram presas.

A guarnição realizava patrulhamento na estrada conhecida como Barranqueira, quando avistaram indivíduos caminhando por uma região de mata, carregando alguns fardos. Percebendo que seriam abordados, os suspeitos abandonaram o material e tentaram fugir, no entanto, os operadores de fronteira conseguiram detê-los.

Ao realizar a conferência do material, foi constatado que tratava-se de 173 tabletes de substância análoga à pasta base de cocaína, 128 de substância análoga à maconha e 58 de cloridrato de cocaína.

Diante dos fatos, os suspeitos e os entorpecentes foram encaminhados à Delegacia Especial de Fronteira (Defron). O prejuízo ao crime é de mais de R$ 4,4 milhões.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana