conecte-se conosco


Polícia Federal

Operação Checkpoint combate crimes contra o Sistema Financeiro Nacional

Publicado

São Borja/RS – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (8/6) a Operação Checkpoint, para reprimir os crimes de evasão de divisas, comércio irregular de câmbio e lavagem de dinheiro.

Policiais federais cumprem sete mandados de busca e apreensão no município de Horizontina, em endereços vinculados a três investigados e três empresas locais.

A investigação teve início no ano de 2021 com a apreensão de 29 mil dólares americanos transportados de forma oculta em um veículo que trafegava pela BR-472.

A Polícia Federal apurou que os suspeitos promovem, com frequência, deslocamentos para o Uruguai, onde adquirem moedas estrangeiras para posterior comercialização no Brasil, especialmente no norte do Rio Grande do Sul.

Comunicação Social da Polícia Federal em São Borja

Fone: (55) 3430.9000

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia Federal

Comunicado – período de defeso eleitoral

Publicado

Brasília/DF – Diante das limitações e proibições impostas pela legislação eleitoral durante o período de Defeso Eleitoral – que se inicia em 2 de julho e termina em 2 de outubro, podendo ser estendido até 30 de outubro, no caso de eventual segundo turno, e conforme orientação contida no Ofício-Circular nº 257/2022/SEI-MCOM, as notícias publicadas até 01/07/2022 neste portal estão ocultas.

A Polícia Federal está à disposição por meio do e-mail [email protected] para envio de qualquer informação ou fato noticioso que teve que ser ocultado durante o período de defeso eleitoral.

Coordenação-Geral de Comunicação Social
[email protected]
(61)2024.8142

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Polícia Federal

PF deflagra operação de repressão a crimes patrimoniais

Publicado

Campo Grande/MS – Nesta sexta-feira (1/7), a Polícia Federal deflagrou a Operação Mokõi Hova, que teve como objetivo o cumprimento de dois mandados de prisão, expedidos pela Justiça Federal de Campo Grande/MS, na investigação do furto qualificado da agência Caixa Econômica Federal de Aquidauana/MS, na qual os autores destruíram a parede que dá acesso ao cofre e subtraíram vultosa quantia em dinheiro.

As investigações avançam para demonstrar a existência de uma organização criminosa dedicada à prática deste tipo de crime, tanto é que, recentemente, os mesmos indivíduos já haviam sido presos em situação similar à ocorrida em Aquidauana/MS. 

A apuração demonstrou que um dos presos nesta data fornecia informações essenciais para a atuação da organização criminosa, pois trabalhava como contratado da empresa que prestava serviços à CEF. 

 O nome da operação Mokõi Hova tem origem guarani e significa duas faces.

Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul

@policiafederal

@policiafederalms

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana