conecte-se conosco


Policial

Operação apura informações sobre crimes contra crianças e adolescentes em Pontes e Lacerda

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá) deflagrou na Operação ‘Infância Roubada’ para coletar informações que subsidiam investigações sobre crimes sexuais contra crianças e adolescentes e inibir a prática de delitos dessa natureza. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária.

O preso, de 27 anos, é investigado pelo crime de estupro de vulnerável contra a enteada de 12 anos. Os abusos ocorriam há, pelo menos, dois meses e consistiam em atos libidinosos diversos de conjunção carnal.

A operação começou na sexta-feira (22.01) e terá continuidade nas próximas semanas.

Estupro de vulnerável

Conforme a investigação, no dia 14 de janeiro, a mãe da adolescente procurou a Delegacia da Polícia Civil e relatou que suspeitava que a filha estivesse sendo vítima de abusos sexuais praticados pelo padrasto. A mãe informou ainda que percebeu que o companheiro mantinha uma relação diferente com a menina de 12 anos, em comparação aos outros filhos de dez e quatro anos, passando a impressão que tinha interesse pela garota em razão de suas atitudes, o que a deixou mais atenta em relação às ações dele. A mãe também observou a mudança de comportamento da adolescente, que passou a demonstrar tristeza e ciúmes da relação entre o padrasto e ela.

As desconfianças da mãe foram confirmadas no dia 12 de janeiro, quando por volta das 05h da madrugada ela acordou e notou que o, então companheiro, não estava na cama. Foi procurá-lo, inclusive, no quarto dos filhos, e observou que a filha de 12 anos também não estava na casa.

Como já estava desconfiada da intenção do investigado, a mãe imaginou que ele poderia ter levado a menor para a casa dos pais dele, que não estavam na residência. Ela se dirigiu à casa dos sogros e pouco tempo depois, o suspeito saiu da residência e demonstrou surpresa ao vê-la. Questionado por que estava àquela hora com a enteada, o investigado alegou que estava conversando com a menina sobre um namoradinho dela. No entanto, de acordo com a investigação, foi apurado que ele estava na residência praticando atos libidinosos com a enteada de 12 anos.

Depois desta data, o suspeito entrou em contato com a garota pedindo para ela não revelar sobre os atos libidinosos. E, após registro da ocorrência, ele pediu para a mãe da adolescente retornar à Delegacia e alterar a versão apresentada à Polícia Civil.

Foi instaurado inquérito para apurar o crime e com base na investigação foi representada pela prisão do suspeito, deferida pela Justiça local.

Após a prisão, ele foi enviado ao Centro de Detenção de Pontes e Lacerda.

 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

“Piratas” roubam embarcação de turista no Araguaia e polícia procura autores

Publicado

Um aventureiro que foi atacado e roubado por “piratas” no Rio Araguaia teve os seus bens devolvidos, na sexta-feira (05), após rápida ação da Polícia Civil e  Polícia Militar de Santa Terezinha (1.312 km a nordeste de Cuiabá). A vítima, de 70 anos, é aposentada do município de Mineiros (G0) e saiu de Barra do Garças no dia 04 de fevereiro para realizar uma aventura de barco.

O aposentado descia o Rio Araguaia em sua embarcação, rebocando uma canoa de quatro metros e um motor de popa. Na quarta-feira (03.03), o aventureiro atracou sua embarcação na cidade de Santa Terezinha e no dia seguinte (04) deu continuidade a sua viagem.

Durante o trajeto, o aposentado foi abordado por três pessoas que estavam em outra canoa e encostaram-se à sua embarcação e anunciaram o assalto. Os criminosos roubaram combustível, o motor de popa e o barco auxiliar da vítima, assim como uma pequena quantia em dinheiro.

Durante as diligências na comunidade, os policiais colheram informações com moradores, conseguindo localizar a canoa e o motor roubados da vítima em uma ilha na região, a aproximadamente dois quilômetros do distrito. Após a recuperação, os bens foram restituídos à vítima que apesar de ficar muito contente com ação das forças de segurança, disse que não queria registrar o boletim de ocorrência e apenas seguir a sua viagem.

Segundo o delegado de Santa Terezinha, José Ramon Leite, apesar da vítima não manifestar interesse, o boletim de ocorrência foi registrado e as investigações seguem em andamento para identificar os autores do crime.

“A vítima saiu para viver uma aventura e estava viajando há cerca de um mês pelo Rio Araguaia com a pretensão de chegar ao Amazonas, quando foi surpreendida pelos criminosos armados, que agiram como verdadeiros piratas subtraindo bens, fato que possivelmente dificultaria a continuidade da viagem do aposentado”, explicou o delegado.

Continue lendo

Policial

Policial escreve texto em que fala sobre a carreira e presta homenagem aos colegas de profissão

Publicado


O investigador de polícia, Oscarmo de Barros Gonçalves, lotado na Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz) escreveu um texto em que fala sobre a carreira de policial civil e presta homenagem aos colegas profissionais que fazem a diferença na sua atuação em prol da instituição e da sociedade.

Hoje deu saudades de você

*Por Oscarmo de Barros Gonçalves”

Sabe aquele dia que a gente acorda ainda madrugada e começa a fazer uma retrospectiva na vida profissional e recordar dos grandes amigos, dos grandes líderes que fizeram parte da nossa história, da nossa carreira, daqueles que deixaram marcas que tempo algum apaga? 

Todos vamos viver esse dia, momento de retrospectiva, dia que lembramos das grandes missões, mas também das pequenas, vamos lembrar da glória, das belas prisões, da satisfação de cumprir o nosso dever com excelência, dos grandes amigos ou verdadeiros irmãos e líderes que Deus colocou em nosso caminho.

Boas lembranças. Mas lembranças de policial também têm lágrimas, tem recordações dos “meio amigos”, dos “chefes”, mas essa parte a gente prefere deixar em “vaga lembrança”…

Que saudade dos meus irmãos policiais, que saudade dos grandes amigos, que estavam juntos na hora de pular o muro, chutar a porta, na vigilância em meio a mata, nos atoleiros, na corrida pelas ruas atrás do preso que tentou escapar, do “cantar” da sirene  abrindo caminho pelo centro da cidade, na boa conversa no momento da “entrevista”, naquele grito “Polícia! Mão na cabeça!”. 

Na missão que foi sucesso, na outra que nem tudo saiu como se desejava. Hoje deu saudade dos grandes homens e mulheres que são os responsáveis (ainda que hoje alguns estejam aposentados), mas são os responsáveis por a PJC ter esse brilho singular que nos orgulha.

Hoje deu saudade de você meu amigo (a) policial, que além de ser um grande profissional é uma pessoa incomparável. Hoje deu saudade de você…

Peço a Deus que esteja bem, que bem esteja a sua família. A nossa gratidão por ter sido tão especial na vida de seus pares, na vida do cidadão que te pediu apoio e saiu satisfeito, pois conheceu a excelente pessoa que você é.

Hoje deu saudades de você. Não importa onde esteja, tenho certeza que continua sendo essa luz que faz a diferença por onde passa,  te  desejo a mesma felicidade, a felicidade que tem proporcionado a todos que lembram e lembrarão do teu nome. Felicidades meu irmão e amigo policial!!

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana