conecte-se conosco


Internacional

OMS alerta que vacinas estão escassas nos países mais pobres

Publicado


Alguns países que recebem vacinas por meio do esquema de partilha da Organização das Nações Unidas (ONU), a Covax, estão sem doses suficientes para continuar os programas de vacinação, avisou a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Covax entregou 90 milhões de doses a 131 países, número que nem sequer está perto da quantidade suficiente para proteger aquelas populações, alerta Bruce Aylward, conselheiro da OMS. A insuficiência é maior na África, que enfrenta nova onda de infecções.

O presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, pediu que os países ricos  deixem de monopolizar as vacinas. Ele lembrou que em todo o continente africano só foram administradas 40 milhões de doses – menos de 2% da população.

Ramaphosa anunciou que a OMS está instalando na África do Sul um hub para dar a companhias dos países pobres e em vias de desenvolvimento o conhecimento e as licenças para produzir vacinas contra a covid-19. Ele chamou a iniciativa de “passo histórico” na partilha de tecnologia que salva vidas.

hub pode permitir que as companhias africanas consigam produzir vacinas com a tecnologia mRNA (usadas nas vacinas da Pfizer e da Moderna) dentro de 9 a 12 meses.

Segundo a OMS, duas companhias já integram o sistema e há negociações para que a Pfizer e a Moderna participem.

“Com a iniciativa, vamos mudar a narrativa”, disse Ramaphosa, em entrevista coletiva para anunciar o programa.

A OMS vem pedindo aos países ricos que partilhem a tecnologia das vacinas. A iniciativa de ajudar os países africanos a produzir vacinas é especialmente urgente, em um momento em que os casos e mortes no continente aumentaram quase 40% na semana passada.

“Tenho o prazer de anunciar que a OMS está em negociações com um consórcio de empresas e instituições para estabelecer um centro de transferência de tecnologia na África do Sul”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Em comunicado, a OMS descreveu o hub como uma instalação de treino, “onde a tecnologia é implantada em escala industrial e o desenvolvimento clínico é realizado. Os fabricantes interessados, de países de baixo e médio rendimento, podem receber treinamento e quaisquer licenças necessárias para a tecnologia”.

As duas empresas sul-africanas que já participam são a Afrigen Biologics e a Biovac.

O cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, afirmou que a organização negocia com a Pfizer e a Moderna, que produziram vacinas amplamente utilizadas em países ricos usando a nova tecnologia de mRNA.

“Poderemos esperar vacinas a serem produzidas na África no período de 9 a 12 meses, acrescentou Swaminathan.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Tempestade de areia provoca acidentes e deixa 7 mortos e vários feridos nos EUA

Publicado


source
Tempestade de areia deixa sete mortos e vários feridos nos EUA
Reprodução

Tempestade de areia deixa sete mortos e vários feridos nos EUA

Uma tempestade de areia deixou sete mortos e vários feridos gravemente em Utah, nos Estados Unidos, no último domingo, 25. O fenômemo provocou uma grande diminuição da visibilidade, o que foi motivo de uma série de acidentes com 20 veículos. 

Segundo o Departamento de Serviço Público de Utah, os acidentes de carro aconteceram na rodovia I-15, próximo à cidade de Kanosh. Entre os veículos havia reboques de trator, veículos de passageiros e caminhões. Um dos carros chegou a ter a porta do passageiro arrancada durante a batida. A estrada foi fechada logo em seguida. 

Muitos foram socorridos para um hospital da região apresentando estado crítico de saúde. Segundos os profissionais de saúde, ainda há a possibilidade de morte de alguns dos pacientes.

– Com informação do portal Metrópoles.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

VÍDEO: ‘Chuva de pedras’ deixa nove pessoas mortas e três feridas na Índia

Publicado


source
Nove morreram e três ficaram feridos após um deslizamento de terra causar a queda de inúmeras pedras em um vilarejo
Reprodução

Nove morreram e três ficaram feridos após um deslizamento de terra causar a queda de inúmeras pedras em um vilarejo

Um deslizamento de terra em Himachal Pradesh, no norte da Índia , causou uma ‘chuva de pedras’ na região que resoltou na morte de nove turistas. Outras três pessoas ficaram feridas no incidente que ocorreu na tarde do último domingo (25). Assista ao momento em que as pedras destroem o local.

Nas imagens, é possível observa as rochas caindo em um vale íngreme e acertando em cheio uma ponte. Veículos estacionados nas proximidades e residências próximas também foram atingidos.

Jairam Thakur, ministro-chefe de Himachal Pradesh, se pronunciou após o ocorrido e classificou o incidende como “de partir o coração”.

Narendra Modi, primeiro-ministro indiano, ressaltou que está a enviar suas “sinceras condolências às famílias daqueles que perderam suas vidas”. O político acrescentou que todos os afetados contarão com uma ajuda do governo.


Ainda não há informações do que teria causado o acidente, mas avisos de deslizamentos foram emitidos após a detecção de fortes chuvas nas proximidades.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana