conecte-se conosco


Mato Grosso

Obras serão retomadas logo após a definição do vencedor da licitação

Publicado

As obras do novo Hospital Universitário Júlio Muller, paralisadas desde 2014, serão retomadas assim que for definido o vencedor da licitação. O edital foi lançado no início deste mês de fevereiro e está disponível no site da Sinfra (Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística) por um período de 45 dias, contados a partir de sua publicação no Diário Oficial do Estado.

Segundo o titular da pasta, Marcelo de Oliveira e Silva, a obra será licitada na modalidade RCDI (Regime Diferenciado de Contratação Integrada), em que a empresa ou consórcio vencedor da concorrência ficará responsável pela elaboração, tanto do projeto básico, quanto pela execução da obra.

“O RCDI permite a redução do prazo de implantação e funcionamento do hospital, além de proporcionar agilidade e transparência ao processo”, explica Marcelo Oliveira, acrescentando que o prazo para a conclusão da obra será de aproximadamente 36 meses.

Por contar com recursos da União, a abertura das propostas, marcada para o dia 13 de abril, será pelo sistema eletrônico de licitação do Governo Federal, o Compra Net. Vencerá quem comprovar habilitação técnica (compatível com o objeto licitado) e melhor preço.

O edital trará ainda o instrumento de “orçamento sigiloso”. Isto é, o valor estimado será tornado público apenas e imediatamente após o encerramento da licitação – prática prevista no artigo 6º da Lei 12.462, de 2011. “Desta forma, o Poder Público pode chegar mais perto do valor real da obra, evitando paralisações e a não conclusão do projeto”, explicou o titular da Sinfra.

Histórico

As obras do novo Hospital Universitário Júlio Muller começaram em 2012, após, em 2011, o Governo do Estado firmar convênio com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O consórcio Normandia – Phoenix- Edeme, formado pelas empresas Normandia Engenharia Ltda.,  Construtora e Incorporadora Phoenix Ltda. e Edeme Construções Civis e Planejamento Ltda., venceu a licitação e assumiu a obra.

Em 2014, ano previsto para a sua conclusão, os serviços foram paralisados e, posteriormente, o contrato foi rescindido pelo não cumprimento do cronograma. Apenas 9% do projeto foi executado.

Em 2012, o investimento previsto era de R$ 116,5 milhões, metade recursos estaduais e metade recursos federais (bancados pelo Ministério da Educação – MEC).

Para a retomada das obras, R$ 96 milhões (recursos federais) já estão assegurados.

O complexo está localizado no km 16 da rodovia Palmiro Paes de Barros, entre a Capital e o município de Santo Antônio de Leverger (32 km de Cuiabá). À época, a área foi doada pelo governo estadual para a construção do Campus II da UFMT, onde também seria instalado o novo prédio da Faculdade de Medicina, cuja a edificação foi concluída.                                 

A nova unidade do Júlio Müller, além de atender à população, foi concebida para funcionar como hospital escola voltado à formação de profissionais da área de saúde, principalmente médicos.                                                         

O projeto atual, revisado pela UFMT e analisado pela equipe de engenharia da Sinfra, mantém a concepção de hospital escola e terá uma estrutura composta por 228 leitos de internação, 68 leitos de repouso, além de 63 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), sendo 25 para adultos, 18 voltados a atender crianças (pediátrico) e 20 para recém-nascidos (neonatal).

O hospital contará também com 12 centros cirúrgicos, 85 consultórios, 45 salas de exame, 21 para banco de sangue e triagem e outras 53 salas administrativas.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Escolas da Capital ainda disponibilizam vagas para ensino fundamental e médio

Publicado

Mesmo com o término da matrícula web, algumas escolas da rede estadual ainda oferecem vagas e os pais ou responsáveis nem precisam se dirigir à escola – basta fazer uma ligação telefônica e reservar a vaga. É o caso da Escola Estadual Plena Antônio Epaminondas, no bairro da Lixeira.

São vagas das séries finais do ensino fundamental – do 7º, 8º e 9º ano – e todo o ensino médio. O Ensino é integral e o aluno terá, além das disciplinas da base comum, iniciação científica, projeto educacional cultural e prática esportiva.  

“Basta ligar para o telefone 3322 2377 e realizar a pré-matrícula”, informa o coordenador da área de linguagem, Jackson Regis.

Para os pais ou responsáveis que procuram vagas para o 6º ano do ensino fundamental, período vespertino, a opção é EE Estadual André Luiz da Silva Reis, no bairro Consil. A escola disponibiliza o whatsapp da escola para fazer a matrícula – 9-9962-8027.

“Temos uma escola centralizada, próximo ao viaduto do CPA, localizado numa área nobre, sem ruas de grandes movimentos. E uma qualidade de ensino que todos conhecem”, destaca o diretor José Romildo Gonçalves.

Caso os pais queiram vagas em outras regiões de Cuiabá, deverão entrar em contato com a Assessoria Pedagógica da Capital pelo telefone 3624-9788 que irá providenciar a vaga. 

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Em menos de 24 horas, PM frustra três tentativas de furto a banco em Cuiabá e VG

Publicado

Em menos de 24 horas, a Polícia Militar frustrou três tentativas de furto a banco na região da baixada cuiabana, da manhã de domingo (29.03) até a madrugada desta segunda-feira (30.03). Um homem foi preso e duas malas repletas de ferramentas utilizadas para invadir a agência e explodir cofres e caixas eletrônicos foi apreendida nas ações.

Nesta segunda-feira, por volta das 03h30, policiais do 3º Batalhão da PM averiguaram uma tentativa de furto a banco na Rua Pará, no bairro CPA II. Na checagem, a equipe verificou que um caixa eletrônico já havia sido danificado. Policiais do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram acionados e fizeram uma varredura em busca de artefatos explosivos no estabelecimento. Outra equipe segue em diligência em busca dos suspeitos.

Um pouco antes da ocorrência no bairro CPA II, policiais do Batalhão Rotam foram acionados a dar apoio as equipes do 2º Comando Regional de Várzea Grande, na mesma situação, uma tentativa de furto a banco, desta vez, na Avenida Couto Magalhães. 

A polícia cercou o local e prendeu em flagrante um homem de 28 anos que contou que ele e mais dois comparsas iriam explodir os dois cofres da agência, mas ao perceber a chegada dos policiais, fugiram do local. Os policiais encontraram o buraco feito pelos suspeitos para entrar na agência e apreenderam uma maleta que o suposto trio teria abandonado em cima do telhado do banco. Nas malas os policiais encontraram diversas ferramentas como mantas térmicas, esmerilhadeira, martelete, corda, alicates dentre outros objetos.

Outra tentativa de furto a banco foi impedida por policiais do 4ª Companhia Independente da PM, no domingo (29.03). Eles foram acionados para verificar uma situação de incêndio a uma agência bancária localizada na Avenida Fernando Correa, na capital.

No local, os policiais constataram que alguns caixas eletrônicos estavam pegando fogo e perceberam um artefato explosivo no chão do estabelecimento. De imediato, os policiais solicitaram apoio de uma equipe do Bope e da Polícia Federal. A PM fez a retirada do artefato explosivo do saguão do banco e equipes seguiram em buscas dos suspeitos.

Das três ocorrências registradas nestas últimas, duas delas receberam apoio das equipes do Batalhão Rotam da PM. O comandante da unidade especializada, tenente-coronel Paulo Cesar explica que regiões bancárias e comerciais, por serem muito visadas por criminosos, são monitoradas constantemente para frustrar ações criminosas.

Policiais Militares em frente a uma agência bancária nesta madrugada de segunda – feira (30.03), no CPA II, em Cuiabá.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana