conecte-se conosco


Mato Grosso

Obra de ampliação da PCE se torna referência para outros estados

Publicado


O modelo adotado por Mato Grosso para ampliação de vagas no Sistema Penitenciário tem despertado o interesse de outros estados brasileiros, como é o caso de Goiás. Nesta quinta-feira (22.10), o diretor penitenciário do Governo de Goiás conheceu o Raio 6 da Penitenciária Central do Estado (PCE), obra lançada há aproximadamente 45 dias e que está praticamente pronta.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, conduziu a visita, que também teve a presença do vice-governador do Estado, Otaviano Pivetta. Ao todo, 432 vagas serão disponibilizadas com o lançamento do novo raio, situação que diminuirá o déficit de vagas na unidade.

“Mato Grosso precisa de aproximadamente 5 mil vagas e a missão que o governador Mauro Mendes nos passou é a criação de pelo menos 4 mil vagas até 2022. E é isso que estamos buscando. Este ano já inauguramos o Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, que gerou um aumento de 1.008 vagas, além de uma série de ampliações em outras unidades já existentes”, disse o secretário da Sesp-MT.

O déficit de vagas é uma realidade em diversos estados brasileiros. Em Goiás, por exemplo, há 21 mil presos para aproximadamente 12 mil vagas, variando entre 50% a 60% de déficit. Mas a proposta apresentada por Mato Grosso pode servir como solução não só para o estado vizinho, mas para o país, segundo o coronel PM Agnaldo Augusto da Cruz, diretor-geral de Administração Penitenciária do Estado de Goiás.

“Essa obra agrega três fatores fundamentais para o sistema prisional: custo, tempo e qualidade. É uma solução que o Governo Federal tem que encampar e apresentar para os demais estados do Brasil. Então, acredito que Mato Grosso sai na frente e cria uma solução para o país e que Goiás tem a possibilidade de adotar”, pontuou Agnaldo.

A visita do representante do estado vizinho se deu após agenda do secretário Alexandre Bustamante com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que demonstrou interesse em conhecer o modelo utilizado em Mato Grosso.

A obra

Orçada em R$ 9,7 milhões, a obra é um dos itens para cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público Estadual (MPE), Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Defensoria Pública, Tribunal de Contas do Estado (TCE) e OAB. A construção foi montada por meio de um sistema de pré-moldado e prevê a instalação de portas e travas automatizadas, além de câmeras de monitoramento em cada cela, que inclusive já estão instaladas.

“Normalmente as obras de presídios no Brasil demoram de dois a três anos e essa daqui em 45 dias já está praticamente pronta. É o programa Tolerância Zero do Governo do Estado promovendo a modernidade que os novos tempos pedem”, frisou Alexandre Bustamante.

Toda a mão de obra foi feita por cerca de 70 recuperandos da unidade penitenciária. Além disso, o baixo custo operacional com a tecnologia empregada proporcionará a atuação de menos policiais penais e, mesmo assim, mantendo o alto nível de produtividade.

“Estou positivamente impressionado com esse importante passo que a Sesp deu, é um modelo que vai revolucionar o Sistema Prisional de Mato Grosso e torna-lo um sistema de vanguarda em todo o Brasil, sem deixar de oferecer condições para que nossos presos tenham uma vida digna”, destacou o vice-governador do Estado, Otaviano Pivetta.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Sesp-MT realiza teste de comunicação por vídeo durante Copa América

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) tem aproveitado a realização de grandes eventos em Cuiabá, como a Copa América e o Campeonato Brasileiro, para testar novas tecnologias que podem melhorar a rotina operacional. Os jogos da Copa América desta segunda-feira (21.06) e da última sexta-feira (18.06) serviram para a realização de uma prova de conceito de um tipo diferente de radiocomunicação.

Trata-se de um rádio multimodo que além da comunicação digital, que já é utilizada em Mato Grosso, traz ainda vídeos com voz em tempo real. Pode parecer algo simples para qualquer cidadão que tenha um smartphone nas mãos, mas este tipo de equipamento com tecnologia LTE ainda não é utilizado por nenhuma força de segurança do Brasil, apenas em países europeus ou nos Estados Unidos.

Na prática, o policial que carrega este tipo de rádio multimodo, tem a comunicação com seu batalhão ou até mesmo com o Centro Integrado de Comando e Controle da Sesp-MT facilitada, porque além do comando de voz, pode transmitir imagens do que está acontecendo – em especial em grandes eventos.

“Trata-se de uma tecnologia inovadora que estamos fazendo uma POC (prova de conceito) em um grande evento, para entender melhor a ferramenta e analisar o custo-benefício, para fins de subsidiar a decisão relacionada a uma aquisição futura. As imagens são gravadas em alta resolução e podem contribuir para outras ações no âmbito da segurança pública”, explicou o secretário adjunto de Integração Operacional, coronel PM Victor Fortes.

Os policiais militares do 10º Batalhão da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT) foram equipados e as imagens exibidas tanto no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciosp), quanto no Centro Integrado de Comando e Controle Móvel, que está do lado de fora da Arena Pantanal.

“Com a expansão da tecnologia digital, foi propício que a Sesp-MT testasse este equipamento que traz consigo um streaming de vídeo em alta resolução para ser testado em um grande evento, mesmo que sem público, mas simulado para quando houver situações de grande circulação de pessoas”, disse o gerente técnico do Ciosp, sargento BM Leandro Alves.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Militar forma 72 alunos do Curso Superior

Publicado


A Polícia Militar de Mato Grosso realiza nesta quarta-feira (23.06), às 10h, a solenidade de formatura de 72 alunos que concluíram o Curso Superior de Polícia (CSP) – ‘Especialização Lato Sensu em ‘Política Estratégica e Desenvolvimento Regional Aplicado à Segurança Pública’. A formatura será no Espaço Cultural Liu Arruda, no Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE).

Dos participantes, 66 são oficiais da Polícia Militar, um Bombeiro Militar e cinco delegados da Polícia Judiciária Civil.Todas as medidas de biossegurança serão tomadas, como o distanciamento social e uso obrigatório de máscaras. Na sua sétima edição, a qualificação teve carga horária de 420 horas aula e tratou de temáticas nas de áreas de gestão, humanas, política, estratégia e planejamento com ênfase em estudos de comando de Estado Maior; um dos requisitos exigidos pela instituição para habilitar tenentes-coronéis ao posto de coronel, segunda mais alta patente da carreira militar.

A especialização foi baseada na matriz curricular nacional da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), e as disciplinas abordaram temas voltados para atualidade regional e nacional (logística, cultura, política, pesquisa cientifica, globalização, agronegócio, economia, entre outros). O conhecimento agrega e qualifica ainda mais os profissionais da segurança pública na prestação de serviços à população.

Serviço

O que: Formatura do Curso Superior de Polícia (CSP) 
Onde:  Espaço Cultural Liu Arruda – Tribunal de Contas de Mato Grosso
Dia e horário: Quarta-feira (23), às 10h. 

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana