conecte-se conosco


Tecnologia

O Face ID não te reconhece? Veja o truque para desbloquear o iPhone de máscara

Publicado


source
Face ID
Unsplash/engin akyurt

Veja como desbloquear o celular usando máscara


Uma das principais medidas para evitar o contágio pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) é o uso de máscaras de proteção. Mas para quem está acostumado a desbloquear o iPhone com o reconhecimento facial do Face ID , esse pode ser um problema. 

Depois de muitos usuários reclamarem, pesquisadores de segurança digital do laboratório Xuanwu Lab, da chinesa Tencent, encontraram uma forma simples de fazer com que o iPhone reconheça as pessoas mesmo de máscara. As informações foram divulgadas pelo jornal Wall Street Journal. 

A dica é bastante simples, bastando dobrar a máscara ao meio para que a tecnologia do iPhone reconheça tanto o seu rosto de máscara quanto sem. Confira o passo a passo:

  1. No seu iPhone, acesse a página “ajustes”
  2. Clique em “Face ID e código”;
  3. Digite sua senha de desbloqueio;
  4. Clique em “configurar um visual alternativo”;
  5. Coloque a máscara em metade do seu rosto (segurando-a apenas na parte esquerda ou direita da face) e clique em “começar”;
  6. Siga as orientações de escaneamento facial que aparecerem na tela. 

Pronto! Agora, seu iPhone deve te reconhecer mesmo sem máscara. Se a dica não funcionar em algum momento, a recomendação é digitar a senha, e não tirar a proteção.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Google Meet limitará reuniões em uma hora na versão grátis

Publicado


source

Tecnoblog

Google Meet
Divulgação

Google Meet terá limitação para contas gratuitas

O Google Meet passará a limitar a duração das reuniões em uma hora, na versão gratuita. O novo prazo do serviço de chamadas de voz e vídeo entrará em vigor a partir da quarta-feira (30), conforme prometido pela companhia em abril de 2020 . Segundo o Google, a ferramenta continuará aberta a todos os usuários mesmo após a data.

As reuniões da versão gratuita do Google Meet terão duração máxima de uma hora a partir de 30 de setembro de 2020. Dessa forma, para ter acesso a prazos maiores, o usuário terá de recorrer a um dos planos pagos da suíte de produtividade da companhia, o G Suite , que expande o tempo para até 300 horas.

“No produto gratuito, as reuniões podem ter no máximo 60 minutos de duração – mas essa restrição só começa a valer em 30 de setembro deste ano”, anunciou o Google em 29 de abril de 2020.

O Google Meet gratuito manterá a quantidade máxima de participantes de até 100 pessoas após a data. Além disso, os usuários ainda poderão utilizar o serviço pelo navegador e pelos apps para celulares e tablets ( Android e iOS ). As funções para compartilhar a tela e ajustar o layout da reunião também continuam.

Procurado pelo Tecnoblog na semana passada, o Google conta que o serviço registrou o pico de mais de 600 milhões de participantes em uma única semana, durante o segundo trimestre de 2020. “Em abril, registramos cerca de 3 milhões de novos usuários que passaram a se conectar pelo Google Meet diariamente”, afirmam.

Google Meet para G Suite for Education

Ao Tecnoblog nessa sexta-feira (25), o Google explica que alguns recursos serão limitados aos usuários do G Suite for Education na versão gratuita. É o caso da transmissão ao vivo e reuniões com até 250 pessoas. As gravações premium, porém, estarão disponíveis até que o novo recurso de gravações temporárias seja liberado.

Confira a explicação da companhia na íntegra:

“Os usuários de G Suite for Education não terão mais acesso na versão gratuita para recursos premium de transmissão ao vivo ou reuniões maiores de 250 pessoas. As funcionalidades padrão do Google Meet para escolas voltarão automaticamente para o que estava incluído na assinatura original do G Suite for Education.

No entanto, eles terão acesso contínuo às gravações premium até que nosso novo recurso, gravações temporárias, esteja disponível ainda este ano.

As gravações temporárias estarão disponíveis gratuitamente para todos os clientes do G Suite for Education ainda este ano. Com esse novo recurso, qualquer criador de reunião será capaz de gravar uma reunião e compartilhar a gravação em seu domínio por até 30 dias antes que o vídeo expire. Dadas as disparidades no acesso à Internet, as gravações temporárias têm o objetivo de ajudar os alunos ou participantes da reunião a assistir a uma aula que não puderam presenciar ao vivo. As gravações temporárias não podem ser compartilhadas fora do domínio do criador da reunião ou baixadas, mesmo que seja dentro de 30 dias.”

Continue lendo

Tecnologia

Xiaomi anuncia chegada da sua marca POCO ao Brasil

Publicado


source
POCO Xiaomi
Divulgação/Xiaomi

Poco X3 NFC, celular que pode chegar ao Brasil em breve

A POCO , subsidiária da Xiaomi , está chegando no Brasil. Na última sexta-feira (25), a própria Xiaomi anunciou a novidade na sua conta no Twitter e, nesta segunda-feira (28), novidades devem ser anunciadas. 

Em publicação na rede social, o perfil da Xiaomi Brasil repostou um tuíte da POCO Brasil, dizendo que “tem muita coisa legal prestes a acontecer”. Confira:

Já no domingo (27), o perfil da POCO Brasil realizou uma publicação dizendo que, a partir desta segunda-feira, mais novidades sobre a marca seriam reveladas. 

A POCO é uma marca secundária da Xiaomi , e ainda não se sabe quais serão os anúncios dela no Brasil. A expectativa, porém, é da chegada do POCO X3 , que já foi inclusive homologado pela Anatel. Com destaque para a bateria poderosa, o smartphone foi lançado no exterior no início do mês e bateu recorde de vendas no AliExpress.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana