conecte-se conosco


Nacional

Novo terremoto atinge as Filipinas e eleva número de mortos para 16

Publicado


Terremoto nas Filipinas
Reprodução/Twitter

Após novo terremoto na região, número de vítimas subiu nesta terça-feira



Um novo terremoto
de magnitude 6,3 na escala Richter voltou a atingir as Filipinas nesta terça-feira (23), informou a imprensa local. Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, o hipocentro do forte tremor foi registrado a cerca de 8,4km a leste de Paranas, na província de Samar, a uma profundidade de 70km.

As equipas de resgate encontraram mais corpos durante a última madrugada, na cidade de Porac, nos escombros de um supermercado, que caiu depois do tremor que danificou edifícios e um aeroporto no norte das Filipinas
. Equipes de resgate ainda trabalham na região e procuram por sobreviventes. Máquinas e cães farejadores estão sendo utilizados na operação.

Leia também: País asiático envia carta ao Parlamento Europeu defendendo morte de homossexuais

De acordo com a Agência Nacional de Desastres das Filipinas, o terremoto da última segunda-feira (22) deixou 81 pessoas feridas e 24 desaparecidas, além de ter danificado 29 prédios em toda a ilha de Luzon.

Relembre o incidente

Um forte terremoto foi registrado na manhã desta segunda-feira (22), na ilha filipina de Luzón. Embora sem relatos oficiais de vítimas ou de danos – nem alerta de um possível tsunami, segundo o governo local – o terremoto teria matado ao menos cinco pessoas, de acordo com a mídia local.

O tremor ocorreu às 5h11 (horário de Brasília) com o epicentro a uma profundidade de 40 quilômetros, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos. De acordo com mesmo serviço, o sismo atingiu os 6,1 graus de magnitude.

Leia também: Presidente do Sri Lanka dá poder de polícia ao Exército

O terremoto atingiu a ilha filipina Luzón, localizada a 60 quilômetros a noroeste de Manila, capital das  Filipinas
.

*Com informações da Agência Ansa

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Após relaxar quarentena, governador do Ceará volta atrás e mantém isolamento

Publicado


source
Camilo Santana arrow-options
Reprodução

Governador Ceará

Durou poucas horas o relaxamento da quarentena no estado do Ceará. Depois de anunciar, na noite deste domingo (5) que iria liberar as atividades de parte da indústria, comércios da área de limpeza, higiene e material de construção, e feiras populares, o governador Camilo Santana voltou atrás e manteve o isolamento até o próximo dia 20.

Leia também: Datafolha: 76% consideram importante ficar em casa para combater a covid-19

“Diante da argumentação feita pelo nosso Comitê de Saúde, demonstrando preocupação com as flexibilizações de funcionamento colocadas pelo Governo do Estado nesse último decreto que entraria em vigor nesta segunda-feira (6), decidi revogar imediatamente o mesmo, e publicar um novo decreto, mantendo todas as proibições dos decretos anteriores, e com o mesmo prazo de validade de 15 dias. Se houve um erro nessa proposta de flexibilização, que seja imediatamente corrigido”, informou a nota divulgada pelo governador nas redes sociais.

Com isso, o decreto estadual, publicado no dia 19 de março e que tinha sido prorrogado até este último domingo, passa a valer por mais 15 dias e mantém as atividades paralisadas no Ceará . O descumprimento da medida prevê multa diária de até R$ 50 mil.

Leia também: Com 104 anos, sobrevivente da gripe espanhola é mais velha a vencer Covid-19


Continue lendo

Nacional

Itália usará satélites europeus para monitorar aglomerações

Publicado


source
pessoa segurado máscara arrow-options
Reprodução

País é um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus

A Defesa Civil da Itália ativou os satélites do programa europeu Copernicus para mapear estruturas sanitárias e monitorar possíveis zonas de aglomerações de pessoas por conta da pandemia do novo coronavírus.

O anúncio foi feito no Twitter pelo comissário da União Europeia para Gestão de Crises, o esloveno Janez Lenarcic. “O objetivo é ter um claro entendimento do território para o subsequente monitoramento das atividades e espaços públicos durante a emergência da Covid-19 [doença provocada pelo novo coronavírus]”, disse.

Leia também: Coronavírus: sinais de celulares ajudam a localizar aglomerações de pessoas

A Itália já tem usado drones para inibir concentrações de pessoas nas ruas e eventuais violações das medidas de confinamento impostas pelo governo. Apenas no último fim de semana, o Ministério do Interior registrou mais de 20 mil denúncias por desrespeito da quarentena. Desde 11 de março, já são quase 190 mil denunciados.

Até o momento, o novo coronavírus contaminou cerca de 130 mil pessoas na Itália e deixou aproximadamente 16 mil mortos. As medidas de isolamento no país ficam em vigor pelo menos até 13 de abril.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana