conecte-se conosco


Carros e Motos

Novo Peugeot 2008: quais os problemas de comprar este SUV?

Publicado

Carro francês desvaloriza mais do que a média do mercado, tem manutenção cara, peças difíceis de encontrar, preço de seguro elevado… Essas são algumas das más impressões que muitos consumidores ainda têm em relação aos modelos de Peugeot, Renault e Citroën no Brasil. Mas será que são argumentos verídicos ou somente resquícios do passado? Falaremos sobre isso nesta coluna e também sobre os problemas (será mesmo?) que você terá ao comprar o Peugeot 2008 reestilizado.

LEIA MAIS: Qual comprar: Honda HR-V LX zero-km ou seminovo topo de linha? Veja vídeo

O SUV derivado do hatch Peugeot 208 foi apresentado neste mês de maio na linha 2020, com alterações visuais na dianteira e preços entre R$ 69.990 e R$ 99.990. Além do discreto facelift, o Peugeot 2008 passa a ter como novidade a oferta de câmbio automático para a versão topo de linha, a única equipada com o motor 1.6 THP. Mas essa configuração só chega às lojas no segundo semestre, em meados de outubro, sendo oferecida inicialmente em uma série especial de 50 unidades batizada de InConcert by JBL.

Leia Também:  Renault mostrará versão elétrica do Kwid no Salão de Xangai, na China

Peugeot 2008
Leandro Alvares/iG Carros

Peugeot 2008: Com design pensado especialmente para atrair o nosso mercado, promete reverter a imagem da marca

Desenhado pela equipe brasileira da marca no centro de estilo da América Latina, o para-choque dianteiro tem um ressalto nas extremidades diferenciado em relação ao do modelo europeu. São novos também os faróis com luzes diurnas de led, as molduras maiores dos faróis de neblina e a grade inspirada na dos irmãos Peugeot 3008 e 5008.

LEIA MAIS: Mitsubishi Pajero Sport: ele é melhor que SW4 e Trailblazer? Assista ao vídeo

A motorização e o interior do 2008 não sofreram alterações. O SUV continua sendo oferecido com motor 1.6 flex de até 118 cv combinado com transmissão automática de seis marchas e tração dianteira. Na configuração mais cara, o 1.6 é turbo flex de até 173 cv e conta com um seletor de modos de condução no console.

Equipamentos


Peugeot 2008
Leandro Alvares/iG Carros

Lista de equipamentos é bem recheada, o que permite boa conectividade e acessibilidade

Todas as versões do Peugeot 2008 trazem de série itens como quatro airbags, ar-condicionado, direção, vidros e retrovisores elétricos, além de controle de velocidade de cruzeiro, volante multifuncional, led de iluminação diurna e central multimídia com tela sensível ao toque e espelhamento dos sistemas Android Auto e Apple CarPlay. No THP InConcert by JBL, o destaque é o sistema de som com dois tweeters de 135 watts, alto falantes de 180 watts, amplificador e subwoofer de 200 watts.

Leia Também:  Renault resolve mostrar as primeiras fotos do novo Sandero antes da estreia

LEIA MAIS: Por que é melhor gastar R$ 300 mil no Ford Edge ST e não no Mustang?

Gostoso de dirigir, o 2008 tem como diferencial seu pequeno volante à la kart herdado do 208. A condução é extremamente prazerosa e boa pedida para quem aprecia esportividade. O desempenho do modelo é satisfatório mesmo nas versões com o propulsor 1.6 aspirado. Os 118 cv e 16,1 kgfm conferem um bom arrojo para acelerações e retomadas de velocidade.

No 1.6 THP, claro, as impressões são muito melhores graças aos 24,5 kgfm de torque, que fazem do Peugeot 2008 turbinado um dos utilitários-esportivos mais velozes da atualidade. De acordo com a marca, a versão topo de linha acelera de zero a 100 km/h em 8,5 segundos.


Escreva para coluna De Carona com Leandro no  Youtube ou no Instagram .

Fonte: IG Carros
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Carros e Motos

Ford Mustang Lithium, Chevy E-10 e Bronco R querem dar alma aos eletrificados

Publicado

source
Ford Mustang arrow-options
Divulgação

Totalmente elétrico, o conceito Ford Mustang Lithium tem mais de 900 cv

As duas maiores montadoras dos Estados Unidos têm grandes planos de eletrificação e utilizam eventos para mostrá-los. No SEMA Show em Las Vegas, principal exposição comercial de modelos especiais do mundo, a Ford exibiu o Ford Mustang Lithium e, a General Motors, a picape E-10 num design retrô. Já no deserto do México, foi vez do Ford Bronco R. Em comum, potência é o ponto alto desses veículos-conceito que querem dar alma aos veículos eletrificados.

LEIA MAIS: Fusão entre PSA e FCA vai beneficiar 12 marcas com modelos eletrificados

Ford Mustang arrow-options
Divulgação

O Mustang Lithium propõe total envolvimento com o carro e tem um interior totalmente conectado

Os fãs do Ford Mustang terão novidades com a derivação de um SUV elétrico que chega em 2021. Mas tiveram uma prévia de como poderá ser o famoso automóvel cupê esportivo – aliás, o mais vendido do mundo. E potência não faltará ao novo modelo EV. O protótipo do Mustang Lithium é a bateria. Possui mais de 900 cavalos de potência (671 quilowatts) sob o capô com transmissão manual de seis marchas. O objetivo é manter o motor em seu ponto ideal da potência para o uso elétrico.

Leia Também:  5 carros de Roberto Carlos, que faz 78 anos

É alimentado por um sistema de energia de 800 volts, mais do que o dobro da maioria dos carros elétricos em circulação atualmente, segundo a Ford. O motorista do carro elétrico pode selecionar entre quatro modos de condução, incluindo esporte, pista e animal. O quarto é o modo valet, para quando você precisa entregar a chave a outra pessoa.

Chevy E-10 arrow-options
Divulgação

O conceito Chevy E-10 tem um design retrô baseado na primeira picape S10 de 1962, um dos veículos mais carismáticos

O Mustang Lithium também foi criado como uma maneira de testar sistemas de gerenciamento de calor de um carro elétrico: a suspensão rebaixada visa dar segurança nas curvas e, é claro, ajuda no visual esportivo. O envolvimento com o carro também está presente no seu interior conectado.

LEIA MAIS: Corsa e Peugeot 208 ganham versões elétricas

Já a Chevy, como é chamada a GM nos EUA, exibiu a E-10, que tem muita potência para uma picape, segmento altamente disputado. Em contraste com a atual S10, o veículo mostrado em Las Vegas é conceitual, com estilo vintage.

Este novo conceito de picape elétrica é baseado na primeira picape S10, de 1962. Tem um pacote de propulsão elétrica oriundo da experiência obtida com o Chevrolet Bolt, o sucesso da montadora entre os modelos totalmente EVs. Seu trem de força tem 450 cv de potência com duas baterias de 60 kWh. A GM diz que o E-10 atingirá 100 km/h em cinco segundos e percorrerá 400 metros em 13 segundos.

Ford Bronco Hybrid

Ford Bronco arrow-options
Divulgação

O SUV off-road Bronco R mostra como será o futuro veículo da Ford, ressuscitado agora com a tecnologia híbrida

A Ford prepara ainda a reedição do novo Bronco, um tradicional SUV off-road que agora será híbrido. Trata-se de um utilitário grandalhão, ícone norte-americano nos anos 70, que será ressuscitado.

LEIA MAIS: Saiba quais são as novidades de carros elétricos e híbridos no Japão

Sua revelação ocorrerá no início de 2020, mas a montadora fez uma demonstração prévia com um veículo de corrida chamado Bronco R para a competição Baja 1000 no deserto do México. O novo Ford Bronco Hybrid terá um motor V6 3.5 turbo de 450 cv de potência combinado com um elétrico. Ele virá em duas e quatro portas para competir com o Jeep Wrangler. Terá uma versão do novo chassi T6 que vai também ser usado na futura picape Ranger.

Afinal, as centenárias montadoras americanas correm contra o tempo. Além de manter seus clientes atuais com veículos potentes (como o Ford Mustang ), elas precisam atrair uma nova geração de pessoas desejam modelos econômicos e de reduzidas emissões.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros e Motos

Ferrari Roma é a nova estrela da Casa de Maranello

Publicado

source

Motor Show

Ferrari arrow-options
Divulgação

Ferrari Roma: visual conta com uma dianteira longa e uma traseira curta, aliado a equipamentos de última geração

Eis o novo ícone da Casa de Maranello: a Ferrari Roma. Ela foi apresentada durante uma festa para convidados especiais e presta uma homenagem a cidade de Roma, na Itália. Lado a lado com o modelo Portofino , a Roma cresceu 70 mm no comprimento (4,656 m) e 44 mm na largura (1,974 m), enquanto a altura diminuiu 17 mm (1,301 m) e o entre se manteve inalterado (2,670 m).

LEIA MAIS: Avaliação: Ferrari 488 Pista é um esportivo impecável

O visual exibe uma dianteira longa associada a traseira curta. Aliás, alguns elementos de design roubam os olhares, como os faróis Matrix LED com barra horizontal, inspirados nos modelos Monza SP1 e Monza SP2, e as lanternas divididas em quatro seções (uma clássica solução de estilo nos carros da Ferrari ).

LEIA MAIS: Ferrari revela novo 812 GTS, o conversível mais potente do mundo

Interior e mecânica

Por dentro, a cabine adota o conceito “Dual Cockpit”, com duas células bem divididas para motorista e passageiro. O habitáculo oferece três telas, com novo multimídia vertical de 8,4″, um display para o passageiro e o quadro de instrumentos de 16″. Outro destaque do super-carro aparece no volante com botões táteis.

LEIA MAIS: Ferrari lança o conversível F8 Spider que será vendido no Brasil em breve

Sob o capô, se esconde um motor V8 3.9 turbinado, na posição central-traseira, com 620 cv de 5.750 a 7.500 rpm e torque de 77 kgfm disponível entre 3.000 e 5.750 rpm. O câmbio é de dupla embreagem derivado da Ferrari SF90 Stradale , mas com oito marchas. Com 1.570 kg e relação peso-potência de 2,53 kg/cv, é possível acelerar de 0-100 km/h em baixos 3,4 segundos, de 0-200 km/h em 9,3 segundos, e atingir 320 km/h de velocidade máxima.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana