conecte-se conosco


Carros e Motos

Novo Hyundai Tucson impressiona pelo visual ousado no exterior e interior

Publicado


source
Novo Hyundai Tucson
Divulgação

Novo Hyundai Tucson: estilo arrojado e versões eletrificadas entre os principais destaques da nova geração

O novo Hyundai Tucson foi revelado no exterior. A quarta geração do SUV médio, que estreia no mercado internacional em 2021, destaca-se pela carroceria de linhas ousadas e pelo interior, que parece anos-luz mais atual que o do carro produzido atualmente em Anápolis (GO).


Seguindo a nova filosofia de design Sensuous Sportiness da marca (que no Brasil é representada no novo HB20 ), o novo Hyundai Tucson impressiona pelas linhas bem angulosas e por detalhes como o desenho das lanternas e os faróis integrados à grade frontal.

Com 4,50 m de comprimento, 1,865 m de largura, 1,650 m de altura e entre-eixos de 2,680 m, o Tucson de quarta geração cresceu em todas as medidas na comparação com o antecessor. O resultado foi um ganho de 2,6 cm no espaço para pernas dos passageiros do banco traseiro, além de um ganho de 107 litros em espaço no porta-malas, que foi a 620 litros.




Por dentro, o ambiente segue o estilo “duplo cockpit”, com separação clara no espaço entre os bancos dianteiros. O painel agora é composto por uma tela digital do tipo flutuante, enquanto na porção central (do tipo vazada), fica posicionada uma tela de 10,25″. Somem os botões físicos, com os comandos do ar-condicionado sendo feitos por teclas sensíveis ao toque.

De acordo com a fabricante sul-coreana, os ocupantes poderão selecionar ainda 64 cores e dez níveis de brilho para a iluminação da cabine, além da opção dos insertos em tecido no painel e laterais de porta.

A lista de equipamentos traz ainda itens como carregador de celular por indução e ar-condicionado de três zonas, além de um pacote que inclui airbag central na dianteira, frenagem automática de emergência para tráfego cruzado na traseira e em cruzamentos e controlador automático de velocidade de cruzeiro (“piloto automático”), alimentado com dados do GPS.

Motores


O novo SUV da Hyundai será vendido com uma gama de motores que inclui opções diesel e gasolina, híbrida e híbrida-leve. Inicialmente, a opção mais simples será a que combina um motor 1.6 turbo, de 150 cv com o câmbio manual, de seis marchas.

Já as variações híbridas-leve de 48V estão disponíveis com o motor 1.6 turbo a gasolina (de 150 e 180 cv) e a opção do câmbio automatizado, de sete marchas e dupla embreagem, além da tração integral no propulsor de 180 cv. Existe ainda o 1.6 diesel, com 136 cv e o câmbio automatizado de série.

A configuração mais potente é a híbrida “pura”, que combina o motor 1.6 turbo a gasolina com um propulsor elétrico, para desenvolver 230 cv. Nesta opção, o SUV conta com um câmbio automático de seis marchas e pode ser equipado com a tração integral.

Futuramente, o novo Hyundai Tucson será oferecido ainda em uma variação equipada com motor 1.6 diesel de 115 cv e câmbio manual, além de uma configuração híbrida plug-in com 265 cv.

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Volkswagen lança o SUV ID.4, que deve ser vendido no Brasil

Publicado


source
VW ID.4
Divulgação

VW ID.4, o primeiro SUV 100% elétrico da marca

A Volkswagen apresentou o novo SUV ID.4 , modelo 100% elétrico que está sendo cotado para o mercado brasileiro. Ele será vendido a partir de US$ 39 mil nos Estados Unidos (R$ 180 mil em conversão simples), onde lutará por uma fatia do segmento dominado pela Tesla. No Brasil, será o elétrico de entrada da Volkswagen, uma vez que o ID.3 é muito baixo para as nossas ruas.

O utilitário esportivo tem bateria capaz de armazenar até 77 kWh de energia, proporcionando autonomia máxima de 520 km. O motor elétrico posicionado no eixo traseiro gera força equivalente a 204 cv de potência. Dessa forma, o ID.4 poderá acelerar de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos, com velocidade máxima de 160 km/h. 

Apesar de ser um veículo urbano, a Volkswagen garante que o modelo tem bom desempenho em off-roads suaves. A fabricante também divulga que o proprietário poderá recarregar até 320 km de autonomia em uma unidade rápida em até 30 minutos. No carregador convencional, o ID.4 pode retomar 85 km na autonomia em cerca de uma hora.

Seu design preserva as características do ID.3, primeiro veículo elétrico da Volkswagen. Há faróis totalmente em LED com regulagem automática e pintura no estilo “saia e blusa”. Feito sob a plataforma MEB, exclusiva para veículos elétricos, o ID.4 mede 4,58 metros e tem espaço suficiente para cinco adultos. O porta-malas tem 543 litros e pode triplicar de tamanho com os bancos traseiros rebatidos. 

Todos os componentes do ID.4 estão disponíveis em duas telas. O motorista tem um cluster 100% digital onde poderá reproduzir funções de navegação, mídia e conforto. A Volkswagen também preparou um sistema operacional exclusivo para sua linha de elétricos, onde os clientes poderão fazer atualizações e baixar novos recursos, como nos smartphones. 

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Chevrolet poderá apostar no Monza para substituir o Cruze

Publicado


source
Chevrolet Monza
Reprodução

Chevrolet Monza em sua versão “esportivada” vendida na China, diferente da que deverá ser feita no México

A Chevrolet pretende vender o novo sedã Monza na América do Norte, com produção no México. O modelo foi lançado recentemente na China, onde é fabricado pela GM em parceria com a Saic. As informações são do Argentina Autoblog .

Antes um carro global, o Chevrolet Cruze perdeu espaço em todo o mundo. O sedã médio era vendido nos Estados Unidos, México, Canadá, China e Coreia do Sul, mas acabou sendo descontinuado pela baixa nas vendas. Enquanto sua linha de montagem resiste na Argentina – único lugar em que ainda é produzido – a GM já pensa em um “substituto”.

O Monza não está na mesma categoria do Cruze e seus rivais. Feito sob a plataforma GM-Patac-K, ele tem 4,63 metros de comprimento (contra 4,66 m do Cruze) e 2,64 metros de distância entre-eixos (ante 2,70 m). Na China, sua versão básica tem com o mesmo motor 1.0 turbo tricilíndrico do nosso Onix, entregando 116 cv de potência. Já o topo de linha, conta com o novo 1.3 turbo, que tem quatro cilindros e rende 163 cv.

Acordo entre Brasil e México

A Chevrolet tem um complexo de três fábricas no México, onde produz o Equinox que é vendido no Brasil. O SUV é beneficiado pelo acordo de livre comércio entre os países, que existe desde 2002 e permite a importação com carga tributária reduzida.

Se o Monza realmente for produzido no México, a Chevrolet terá sinal verde para importá-lo sem maiores desdobramentos ao Brasil. Entre os sedãs médios vendidos por aqui, Volkswagen Jetta e Nissan Sentra também vêm do México.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana