conecte-se conosco


Tecnologia

Novo golpe no Instagram finge estar vendendo produtos baratos; saiba se proteger

Publicado


source
Veja como funciona o novo golpe no Instagram
Unsplash

Veja como funciona o novo golpe no Instagram

Se você tem Instagram, já deve ter se deparado com esse golpe por aí. Criminosos estão roubando senhas de contas na rede social e publicando imagens de eletrodomésticos sendo “vendidos” por preços mais baratos do que o de costume. Uma usuária denunciou a situação pelo Twitter, e o post acabou viralizando na rede, com mais pessoas comentando que também passaram por isso.

Ela visualizou uma publicação no story em que uma amiga supostamente vendia os eletrodomésticos de sua casa. Cada post continha um produto e o preço dele. Ao se interessar por uma máquina de lavar, a usuária mandou uma mensagem para a dona da conta. Mas, por sorte, acabou não fechando a venda, porque a lavadora não caberia no espaço desejado.

“As mensagens trocadas não me deixaram em dúvida. A minha sorte é que a máquina não caberia no espaço que eu tenho e aí acabei não comprando. Agora, minha amiga conseguiu recuperar a conta e começou a avisar as pessoas que responderam aos stories. Eu, entre elas”, disse.

“Achei o golpe sofisticadíssimo. Em nenhum momento desconfiei. Eu ia cair direitinho. Fica o alerta”, continuou.

Depois da publicação no Twitter, que já acumula mais de 2 mil curtidas, outras pessoas começaram a relatar que vivenciaram a mesma situação. Confira alguns tweets:





Leia Também




Três dicas para evitar golpes no Instagram

  • Ative a autenticação de dois fatores

A autenticação de dois fatores é uma boa estratégia para evitar que a sua conta caia nas mãos de hackers. Quando ela está ativa, o usuário tem que inserir um código ao fazer login ou confirmar a tentativa de acesso todas as vezes que tentar acessar a rede social de um dispositivo novo.

  • Confira quais dispositivos têm acesso à sua conta

É possível ver a lista dos aparelhos que entraram recentemente na sua conta. Para isso, dentro do próprio Instagram, vá em “Configurações”, “Segurança” e “Atividade de login”. Se você não reconhecer algum dos dispositivos logados, é possível desconectar-se dele.

  • Jamais forneça dados pessoais para perfis desconhecidos

Jamais informe dados pessoais, como nome completo, CPF, endereço e telefone, para contas desconhecidas. Nunca se sabe se a outra pessoa usará essas informações de má fé.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

WhatsApp planeja excluir grupos que violam suas regras

Publicado


source
WhatsApp pode começar a moderar conteúdo
Unsplash/Mourizal Zativa

WhatsApp pode começar a moderar conteúdo

O WhatsApp pode, em breve, passar a fechar grupos que violarem suas regras. A descoberta foi feita pelo site especializado WABetaInfo, que encontrou o recurso na versão beta (de testes) 2.22.4.5 para Android.

Se a novidade realmente for implementada, ela vai permitir que o WhatsApp exclua grupos com o objetivo de conter desinformação, pornografia, venda de drogas e outras ações proibidas no mensageiro.

Isso não significa, porém, que o WhatsApp terá acesso ao conteúdo das conversas. Um grupo só será banido quando usuários denunciarem um conteúdo compartilhado nele.

Se a investigação do mensageiro concluir que determinado grupo está compartilhando conteúdos proibidos, com base nessas denúncias, ele será encerrado. Por enquanto, não há previsão de quando isso pode ser posto em prática pelo WhatsApp.

Continue lendo

Tecnologia

Anatel autoriza empresa de Elon Musk a oferecer internet no Brasil

Publicado


source
Elon Musk, dono da SpaceX
Steve Jurvetson/Flickr

Elon Musk, dono da SpaceX

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorizou nesta sexta-feira (28) a empresa SpaceX, do bilionário Elon Musk, a oferecer internet via satélite do seu programa Starlink no Brasil.

A companhia adquiriu o direito de exploração de satélite estrangeiro não-geoestacionário de baixa órbita até 2027. Anteriormente, a agência avaliou conceder o direito até 2033, mas reduziu o prazo por conta do “caráter pioneiro” da tecnologia, que pode ter impactos ainda não previstos.

A oferta final de banda larga para os consumidores poderá ser realizada por qualquer empresa autorizada pela Anatel que contrate a capacidade da rede Starlink. A própria SpaceX também poderá oferecer internet diretamente para os consumidores se obtiver uma autorização para ingressar nesse mercado.

“É do interesse da empresa o provimento do acesso à internet para cliente distribuídos em todo o território brasileiro, o que certamente será bastante oportuno para escolas, hospitais e outros estabelecimentos localizados em áreas rurais e remotas”, afirmou o conselheiro e presidente interino da Anatel, Emmanoel Campelo.

Leia Também

A internet via satélite da empresa de Elon Musk deve ser direcionada a clientes que ficam em locais mais afastados, sobretudo zonas rurais, e que, portanto, não têm acesso fácil à internet via cabo.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana