conecte-se conosco


Saúde

Novo coronavírus: grupo em quarentena em Anápolis será liberado amanhã

Publicado

O grupo de repatriados da China que está em quarentena na Base Aérea de Anápolis será liberado amanhã (23). Na última sexta-feira (21), foi feita a terceira e última coleta de material para exame específico para o novo coronavírus e, após análise do Laboratório Central do Estado de Goiás, os resultados foram negativos.

“Todos os hóspedes da Base Aérea de Anápolis, que permanecem com o quadro assintomático, serão transportados, neste domingo, pela Força Aérea Brasileira para nove estados do Brasil”, diz a nota divulgada pelo Ministério da Defesa neste sábado.

No dia 5 de fevereiro, duas aeronaves da Força Aérea Brasileira foram à China buscar brasileiros em Wuhan, epicentro da doença que já matou mais de 2.300 pessoas na China . Entre brasileiros e familiares de outras nacionalidades, 34 chegaram ao Brasil no dia 9 de fevereiro. Além dos repatriados, 24 profissionais que fizeram parte do resgate também estão cumprindo a quarentena de 18 dias contados a partir da decolagem do avião brasileiro no dia 5. O procedimento é um protocolo internacional para evitar a disseminação da doença no Brasil.

Casos suspeitos

Até o momento, no Brasil, não há registro de casos da doença. O mais recente boletim epidemiológico do Ministério da Saúde mostra que, no período entre 18 de janeiro a 21 de fevereiro de 2020, foram notificados 154 casos para investigação de possível contaminação pelo coronavírus (COVID-19). O primeiro caso suspeito no Brasil foi notificado no dia 22 de janeiro de 2020. Desse total, apenas um caso (0,7%) caso permanece em investigação como caso suspeito, 51 (33,1%) foram descartados por confirmação laboratorial para outros vírus respiratórios e 102 (66,2%) foram classificados como excluídos, por não atenderem à definição de caso.

“Destaca-se, no entanto, que todos os casos excluídos estão sendo monitorados conforme protocolo da vigilância da Influenza. O perfil epidemiológico do atual caso suspeito é: brasileira, sexo feminino, 21 anos de idade, residente da China, encontra-se atualmente no RJ, chegou ao Brasil no dia 17 de fevereiro de 2020, início dos sintomas no dia 11 de fevereiro de 2020 (febre,tosse,dor de garganta e fraqueza)”, diz o boletim.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), não foi estabelecido um tratamento definitivo para a doença. Contudo, a organização está aguardando os resultados de dois ensaios clínicos, incluindo uma combinação de medicamentos antivirais usados no tratamento do HIV. Os resultados devem ser conhecidos em três semanas.

Disseminação

Autoridades de saúde pública da China confirmaram, na sexta-feira (21), mais 109 mortes pelo novo coronavírus, elevando o total para 2.345 em todo o país. A maior parte ocorreu em Hubei, província onde o surto de coronavírus surgiu e cuja capital é Wuhan.

As autoridades informaram sobre um número adicional de 397 casos confirmados, elevando o total de infecções para 76.288. Acrescentaram que o vírus está se alastrando em diversas prisões nas províncias de Hubei, Zhejiang e Shandong, onde mais de 500 presos e agentes penitenciários foram infectados.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

Covid-19: São Paulo lança projeto de teleconsulta para UTI

Publicado

coronavírus arrow-options
Pixabay/Tumisu

Nova ação para melhorar o atendimento de pacientes graves do coronavírus

O governador do Estado de São Paulo, João Doria, anunciou nesta terça-feira (31) um projeto pioneiro para otimizar e aumentar a qualidade no atendimento dos pacientes de UTI por complicações do Covid-19 . De acordo com o governador, um protocolo unificado de teleconsulta para Unidade de Terapia Intensiva, apelidada de “TeleUTI”, será instituído em mais de 100 hospitais do estado. 

A ação foi desenvolvida pelo Incor, instituto referência ligado ao Hospital das Clínicas. O protocolo , que conta com plataformas de teleatendimento com base nos hospitais, funciona com uma espécie de mentoria. “Isso irá permitir a discussão de casos mais complexos em tempo real e a agilização de procedimentos. Essa agilidade pode fazer a diferença entre viver e não viver”, afirmou o governador. 

Segundo o professor Carlos Carvalho, que coordena a ação do Incor , “o desafio era criar uma rede de UTIs para casos graves do coronavírus. Como o estado é grande, vamos contar com ajuda da telemedicina”, explicou. “Todos os dias, nós vamos ver esses pacientes, assistir esses pacientes e fazer sugestões de como ele deve ser conduzido”, afirmou o professor, referindo-se a equipe que será responsável pela mentoria. 

Covid-19: Doença já vez vítimas em mais de 130 países com 40 mil mortes

No momento, já existe uma base da teleUTI no conjunto hospitalar do Mandaqui, na capital paulista. A partir desta terça-feira, a ação deve ser expandida para outros centros médicos de São Paulo. 

Ainda segundo Carlos Carvalho, o protocolo – aprovado pelas autoridades em saúde do estado de São Paulo e pelo comitê de enfrentamento ao Covid-19 – aborda desde a entrada do paciente até uma eventual necessidade intubação e uso de respiradores. 

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Saúde

Aplicação de vacinas contra H1N1 vai ser adiantada nas prisões

Publicado

O ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, anunciou na tarde desta terça-feira (31) que a aplicação de vacinas contra o vírus H1N1 vai ser adiantada nas prisões. O anúncio foi feito em entrevista coletiva que o governo anunciou medidas de combate à Covid-19.

De acordo com o ministro, também não há casos confirmados nas cadeias brasileiras. “Apenas um caso foi registrado, em prisão domiciliar. Dentro do sistema prisional, não há registro”, disse.

O Brasil registrou mais 42 mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) nas últimas 24 horas, fazendo o total subir para 201, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (31) pelo Ministério da Saúde. A alta corresponde a um crescimento de 20,9%.

De acordo com a pasta, os novos casos confirmados de Covid-19  são 1.138, totalizando 5.717. O aumento foi de 19,9%. Já a taxa de letalidade continuou em 3,5%.

Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana