conecte-se conosco


Policial

Nova sede da Delegacia da Mulher de Cáceres será inaugurada nesta sexta (09/08)

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Na semana que a lei Maria da Penha (11.340/2006) completou 13 anos, a Polícia Civil inaugura a nova sede da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso, em Cáceres (225 km a Oeste), obedecendo a um dos requisitos da lei, no tange ao atendimento policial especializado para mulheres em delegacia de defesa da mulher.

A Delegacia da Mulher de Cáceres mudou de endereço e está, agora, em funcionamento na Rua General Osório, nº 1084, centro de Cáceres. A inauguração acontece, nesta sexta-feira (09.08), às 09h30, com a presença de diretores da Polícia Civil e autoridades locais.

“A cidade receberá uma delegacia moderna e apropriada para o público que atende”, afirma a delegada Judá Maali Pinheiro Marcondes, titular da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres.

A unidade policial foi instalada em um prédio mais amplo, que é o triplo do tamanho da antiga sede, e localizada em região acessível à população. O imóvel foi locado e realizado adequações obedecendo a requisitos do acolhimento humanizado e especializado às vítimas mulheres, e ainda crianças e idosos, que também são público da Delegacia. A unidade dispõe de acessibilidade aos portadores de deficiência e idosos, com banheiros em conformidade às suas necessidades.

Uma das novidades da delegacia é a brinquedoteca para amparo das crianças e adolescentes em atendimento na unidade, ou aquelas que acompanham as mães durante procedimentos. A delegacia terá uma sala de escuta especializada para oitivas de crianças vítimas de abuso sexual, de acordo com a lei 13.341/2017, com espaço acoplado para o delegado, escrivão, advogado e outras pessoas autorizadas a acompanhar oitivas de menores durante as formalidades do ato.

“Temos um equipamento com ponto eletrônico para o interlocutor, que é aquele que estará conversando com a criança. Pelo projeto Luz é uma psicóloga do Ministério Público colherá o depoimento dessa criança”, explicou a delegada Judá Maali Pinheiro Marcondes

A delegada ainda informou que a unidade tem sala de atendimento psicossocial para assistência às vítimas de violência doméstica e familiar contra a mulher; sala de atendimento jurídico em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Unemat, com alunos estagiários sob a supervisão de professore e advogados, que deverão prestar assistência jurídica no âmbito familiar.

A parceria com entidades e órgãos também é uma das prerrogativas do artigo 8º da Lei Maria da Penha, que prevê a celebração de convênios, protocolos, ajustes, termos ou outros instrumentos de promoção de parcerias com entidades governamentais e não-governamentais, com o objetivo de implementar programas de erradicação à violência doméstica e familiar contra a mulher.

Leia Também:  Polícia Civil defende autonomia financeira em encontro de Sistemas da Justiça Criminal

“Muitas mulheres nos procuram para perguntar quais são seus direitos de partilha em separação, pensão alimentícia. Elas querem saber quais são seus direitos em uma possível separação diante de uma agressão, os caminhos que poderá percorrer. Então teremos essa sala de assistência jurídica, onde poderemos propiciar atendimento mais profundo às vítimas”, afirma a delegada.

A delegada Judá acrescentou que também foi firmada parceria com a Unemat, para estágio com estudantes, que ajudarão nos procedimentos policiais, dando mais celeridade em suas conclusões.

Outro viés no atendimento será o espaço dedicado a palestras visando promover a autoestima das mulheres vítimas e também o empoderamento feminino. Além dessa sala, haverá ainda um ambiente voltado à assistência naqueles casos em que o agressor ou até a mesmo a própria vítima tenham dependência de álcool ou drogas.

As estatísticas apontam que o consumo de álcool está presente em muitos dos casos de agressores à mulheres. “Queremos fazer um trabalho com os alcoólicos anônimos para diminuir a incidência dos casos”, afirma.

Ainda no espaço da unidade, haverá uma oficina para cursos profissionalizantes, por meio de parcerias que deverão ser firmadas.

 

Leia Também:  Ação conjunta da Polícia Civil prende homem com dois mandados de prisão

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Cinco pessoas são presas suspeitas de envolvimento com jogo do ‘bicho’; grupo teria movimentado R$ 156 mil

Publicado

Foram presos três homens e duas mulheres que responderão por contravenção penal e outros crimes [F – PJC]

Três homens e duas mulheres, integrantes de uma associação atuante na prática de jogos de azar, foram presos pela Polícia Judiciária Civil no município de Colíder (650 km ao Norte de Cuiabá), durante operação “Loterias” deflagrada na terça-feira (15), visando desarticular pontos de venda de jogo do bicho na cidade.

Além das prisões, a operação resultou na apreensão de cerca de R$ 3,7 mil em dinheiro, e de diversos materiais utilizados para contravenção penal. Segundo as investigações, nos últimos meses a quadrilha movimentou ilegalmente mais de R$ 156 mil.

J.S.R., 66, L.X.M.P., 21, V.V.S., 32, e as mulheres, D.S.C., 36, e K.C.S.,28, responderão por crimes de falsificação, corrupção, adulteração de produtos destinados para fins terapêuticos, além da contravenção penal de jogo do bicho.

A operação “Loterias” foi realizada após várias denúncias sobre a prática de jogos de azar, tipo jogo do bicho, ocorrendo na região. Durante diligências iniciadas há cerca de cinco meses, os investigadores conseguiram identificar os envolvidos.

Leia Também:  Homem é preso em ação integrada entre PRF e PM no Mato Grosso

Segundo apurado, a suspeita K.C.S.,28 atuava como gerente do jogo do bicho em Colíder, responsável pela distribuição das maquininhas e pela arrecadação dos valores proveniente da venda de bilhetes.

A segunda investigada, D.S.C., 36, utilizava do guichê de venda de passagens de uma empresa particular no terminal Rodoviário de Colíder para vender os bilhetes do jogo de azar. As duas foram detidas pelos policiais civis no guichê onde D.S.C. ficava.

Os outros três indivíduos seriam responsáveis pela vendas dos bilhetes do jogo do bicho, em diferentes pontos da cidade. O trio foi abordado cada um em seu respectivo endereço de atuação.

Foram apreendidos com os suspeitos: estimulantes sexuais de origem paraguaia e venda proibida no Brasil, aproximadamente R$ 3,7 mil em notas trocadas, vários extratos bancários, oito máquinas de jogo, diversas tabelas de bichos com valores e numeração dos animais, impressoras, notebooks, entre outros materiais.

Conduzidos à Delegacia de Colíder, os cinco foram ouvidos pelo delegado Ruy Guilherme Peral da Silva, ocasião em que colaboraram com as investigações. Na delegacia foi verificado através das máquinas apreendidas, que o grupo contraventor movimentou nos últimos cinco meses mais de R$ 156 mil.

Leia Também:  Trabalho integrado reduz ocorrências de roubo a banco em 50%

Conforme o delegado, as investigações continuam com objetivo de identificar outros possíveis envolvidos, bem como verificar as possibilidades da existência de outros crimes, como lavagem de dinheiro.

Continue lendo

Policial

PRF ministra palestra sobre segurança e prevenção de acidentes no SENAI

Publicado

Os temas como uso do celular, ultrapassagens indevidas e o consumo de bebidas alcoólica também foram debatidos.

A Polícia Rodoviária Federal em Rondonópolis realizou nessa terça-feira (15), uma palestra aos alunos e colaboradores do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). O evento teve como tema Direção Defensiva e cuidados no trânsito, sendo abordados as questões relativas a segurança e prevenção de acidentes.

Estiveram presentes no evento 130 pessoas, que participaram do debate fazendo questionamentos, tirando dúvidas sobre as leis de trânsito, fazendo com o que o evento se tornasse produtivo e gratificante ao palestrante e aos organizadores.

“Essas ações visam uma cultura de paz e segurança no trânsito” disse o palestrante PRF Glauber Vargas.

Nucom PRF MT

Fonte: PRF MT
Leia Também:  Trabalho integrado reduz ocorrências de roubo a banco em 50%
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana