conecte-se conosco


Carros e Motos

Nova KTM 1290 SuperDUKE R chega ao Brasil em julho por R$149,9 mil

Publicado


KTM 1290 SuperDUKE R 2022
Divulgação

KTM 1290 SuperDUKE R 2022

A KTM anunciou a linha 2022 da 1290 SuperDUKE R ao mercado brasileiro, disponível a partir do mês de julho, cujas novidades estão diversos ajustes e melhorias de engenharia, além  do motor LC8 e chassi retrabalhados.

O modelo que esteve exposto durante o Festival Interlagos 2022 teve uma redução nas paredes internas do motor, nova caixa de ar, sistema maior de escape,  Além de um novo posicionamento do braço oscilante do amortecimento traseiro integrado na carcaça do motor.

 A naked da KTM é equipada com motor V-twin 75°, DOHC, com 8V e quatro tempos, e dispõe de 1.301 cm³ , o que gera 180 cv e 14,1 kgf.m de torque máximo.

O pacote eletrônico também foi atualizado, e conta com modos de condução Rain, Street, Sport e opcional Track e Performance que podem ser selecionados em tempo real com os novos punhos de comandos, que aprimoram a pilotagem com controle de tração e antiempinadas.

Outra mudança ocorreu na resposta do acelerador com novo punho veloz, reduzido em 7 graus para 65 graus, a fim de diminuir o ângulo no punho do piloto e o posicionamento do cotovelo em aceleração máxima.

As novas cores prata e laranja complementam o apelo agressivo e foram inspiradas na MotoGP KTM RC16 , que definem os vincos musculosos da  1290 SuperDUKE R .

Para reforçar a esportividade, a marca incorporou rodas forjadas de cinco raios com medidas de 6 polegadas na traseira e 3,5 polegadas na dianteira, ambas na cor laranja exclusiva KTM , assim como no chassi em formato treliça.

Já a suspensão, na dianteira é composta pelo WP Apex com funções diversas e um amortecedor WP Apex ajustável com reservatório de gás e óleo na parte traseira. Os freios são da Brembo com pinças Stylema de 4 pistões e discos de 320 mm garantem as melhores frenagem e sistema da classe disponível na atualidade.

1290 SuperDUKE R 2022 chega ao Brasil no mês de julho nas concessionárias KTM em todo o país custando a partir de R$ 149.990.

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Financiamento de veículos leves e pesados tem leve alta em julho

Publicado

Financiamento de veículos leves e pesados registrou oscilação positiva de 0,8%, em relação ao mês anterior
Divulgação

Financiamento de veículos leves e pesados registrou oscilação positiva de 0,8%, em relação ao mês anterior

De acordo com a B3, empresa voltada para infraestrutura de mercado financeiro, no segmento de autos leves , julho registrou oscilação positiva de 0,8%, em relação ao mês anterior.

Já comparado com julho de 2021, o número de financiamentos de autos leves teve queda de 20,4%. Já o financiamento de veículos pesados registrou crescimento de 0,6% na comparação com junho, mas queda de 18,2%, considerando julho de 2021.

No entanto, as vendas financiadas de autos leves, motos e pesados em julho de 2022 somaram 436 mil unidades , entre novos e usados, ou seja, um saldo negativo de 2,8% em relação a junho, ( 449 mil unidades ). Em comparação com julho de 2021, foi registrado recuo de 18,8%.

O segmento de motos registrou queda d e 16,2% no número de financiamentos em relação a junho, com 82 mil unidades . Na comparação com julho de 2021 também houve recuo, de 12,3%.

 No acumulado de janeiro a julho, as vendas financiadas de veículos somaram 3 milhões de unidades . O número representa queda de 10,7% em relação ao mesmo período de 2021, o que equivale a 368 mil unidades financiadas a menos.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Conhecemos o Ford Mustang Mach-E e andamos em um Bronco 100% autônomo

Publicado

Ford Mustang Mach-E foi apresentado para a imprensa no centro de testes da marca em Tatuí, no interior de SP
Guilherme Menezes/iG

Ford Mustang Mach-E foi apresentado para a imprensa no centro de testes da marca em Tatuí, no interior de SP

Depois de ter sido visto em testes, na pista de desenvolvimento da Ford em Tatuí (SP), o Ford Mustang Mach-E que virá ao Brasil é revelado. Pudemos conhecer pessoalmente o SUV elétrico que representará a marca americana na nova fase da mobilidade.

A versão que nós foi apresentada é a GT, que tem 487 cv e 87,6 kgfm de torque imediatos. Com isso, pode acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos, o que é mais rápido do que o Mustang Mach 1 , a combustão. A autonomia é de 420 km no ciclo EPA (usado nos EUA).

Há uma enorme central multimídia com 15 polegadas e alta resolução. Nela, é possível ver todo o funcionamento do carro e determinar todas as funções de entretenimento e desempenho. Há também, apps de conectividade, como o Ford Pass.

O acabamento é feito com tecido reciclado, mas há materiais diversos, muitos deles sensíveis ao toque e com texturização. Também notamos iluminação ambiente , que pode ser de várias cores (conforme a preferência dos passageiros) e espaço interno bem satisfatório.

Outro ponto alto da nossa visita à pista de testes do Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Ford foi andarmos em um SUV Bronco . Mas não era qualquer um, e sim, um carro (que poderia ser qualquer outro) equipado com todo o aparelhamento necessário para que virasse um veículo 100% autônomo .

No caso, estava repleto de robôs , computadores, antenas e outros dispositivos. Quando somados, custam R$ 2,2 milhões, sem contar o valor do veículo que os recebeu.

Por meio de dados via satélite , essas partes que, juntas, compõem esse “robô”, têm capacidade de utilizar sensores para “enxergar” o que está no caminho. Assim, é capaz de tomar decisões para que a condução ocorra de forma possível.

O resultado é observado na capacidade do carro acelerar e desacelerar, contornar curvas mesmo em velocidades mais elevadas, além de realizar exercícios de contorno entre cones enfileirados.

Como se não bastasse, mesmo ao detectar um objeto (que poderia ser um ciclista, um carro ou até mesmo um pedestre ) que surge na via de repente, o sistema calcula a forma mais eficiente de mitigação, em uma fração de segundos.

Ou seja, se, para a inteligência , frear é o mais eficaz, ele o faz. Ou se a alternativa mais segura seria se esquivar, é essa a decisão que tomará.

Apesar desse Ford Bronco ter virado um carro totalmente autônomo, não pode ser chamado como tal, uma vez que não se trata de um veículo homologado para essa tecnologia.

Trata-se de um carro de testes que servirá para colocar o Brasil no mesmo nível de aptidão para o desenvolvimento dessa tecnologia, em relação a outros centros da Ford no mundo, segundo apuramos com a equipe de engenharia.

Ainda segundo eles, o próximo passo vai ser realizar testes mais definitivos, como aqueles nos EUA, onde o carro autônomo já estava circulando pelas ruas, por exemplo.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana