conecte-se conosco


Carros e Motos

Nova geração do Honda Civic Type R terá cinco cores nos EUA

Publicado


Honda Civic Type R vai competir com VV Golf GTI, Renault Megane RS, Hyundai Elantra N  e Toyota Corolla GR
Divulgação

Honda Civic Type R vai competir com VV Golf GTI, Renault Megane RS, Hyundai Elantra N e Toyota Corolla GR

A próxima geração do Honda Civic Type R está chegando e, embora ainda não há informações técnicas confirmadas, por meio de um membro do Forum Civic 11 que tem acesso a informações de concessionárias nos EUA descobriu que o esportivo terá cinco opções de pintura.

Entre elas, o mercado norte-americano receberá  as cores Crystal Black Pearl (preto), Boost Blue Pearl (azul), Sonic Grey Pearl (cinza), Rallye Red (vermelho) e Championship White (branco), sem dúvida as mais famosa de todas as cores do Honda Civic Type R.

Segundo informações da concessionária local da Honda , as cinco opções de cores serão contrastadas com detalhes pretos e vermelhos, assim como o antigo modelo da geração FK8. De fato, todas as cores do novo Civic Type R também estavam disponíveis com o FK8.

Também foi confirmado que o código do chassi do novo carro será FL5 e se destacará com uma série de modificações de estilo e aerodinâmica , sendo a mais óbvia a instalação de uma grande asa traseira.

Ainda não há detalhes oficiais sobre o conjunto mecânico do esportivo, mas sabe-se que o carro terá motor Honda 2.0 VTEC , de quatro cilindros.

Na especificação européia, este motor produzia 306 cv de potência e torque de 40,8 kgfm, enquanto em mercados como Japão e Austrália, ele foi aumentado para 316 cv . Assim, espera-se que a nova geração entregue mais de 320 cv.

Parece provável que a Honda comemore o lançamento do novo carro, confirmando-o como tendo estabelecido um novo recorde de carro de produção de tração dianteira em Nurburgring. Para isso, será necessário superar o tempo de volta de 7:40.10 estabelecido pelo Renault Megane R.S. Troféu-R em 2019.

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carros e Motos

Kawasaki terá motos elétricas baseadas nos modelos Z125 e Ninja 125

Publicado


Kawasaki EV Project: marca japonesa também se rende à nova era da eletrificação com novos modelos nos planos
Divulgação

Kawasaki EV Project: marca japonesa também se rende à nova era da eletrificação com novos modelos nos planos

A era da eletrificação aos poucos está abocanhando o segmento das motos e nem mesmo os modelos de apelo emocional estão escapando da tecnologia que veio para ficar.

Uma prova desta teoria está no anúncio feito no final de 2021 pelo CEO da Kawasaki, Hiroshi Ito, confirmando que 2022 seria o ano em que a empresa entraria no mercado de motos elétricas .

A Kawasaki é uma das marcas mais tradicionais e que agora vem investindo cada vez mais em projetos voltados para a eletromobilidade. Documentos publicados no site da National Highway Traffic Safety Administration nos EUA reforçam que a empresa japonesa vem trabalhando em duas motos elétricas para 2023 de codinome ‘NX011AP’ e ‘NR011AP’.

A designação segue o padrão usual da Kawasaki, com ‘X’ no segundo lugar usado para denotar uma moto esportiva e ‘R’ para um roadster nake (sem carenagem), mas o ‘N’ inicial é novo e significa ‘Elétrico’ no protocolo de nomenclatura da Kawasaki.

De acordo com o documento no site da NHTSA cada um deles produzirá 11kW (15cv) , e pelas imagens, serão máquinas mecanicamente idênticas, diferenciando-se apenas por uma ser carenada e outra sem carenagens (naked), nos moldes da Z125 e da Ninja 125 , mas com energia elétrica.

Os nomes dos modelos de showroom ainda não são conhecidos, mas a Kawasaki já registrou os títulos Ninja E2 e Ninja E2-R. Tudo será revelado na íntegra ainda este ano, provavelmente na feira EICMA de novembro em Milão , onde o protótipo elétrico apareceu pela primeira vez três anos atrás.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Brasileiro está mais aberto a veículos com novas tecnologias

Publicado

Barreiras para carros eletrificados no Brasil ainda grandes, mas aos poucos o pais vai ganhando infraestrutura
Divulgação

Barreiras para carros eletrificados no Brasil ainda grandes, mas aos poucos o pais vai ganhando infraestrutura

Uma pesquisa realizada pela McKinsey & Company revelou que os brasileiros estão mais abertos a carros com motorizações tecnológicas do que habitantes de países chamados “desenvolvidos”.

O estudo ainda apurou que existem quatro fatores que podem auxiliar a eletromobilidade no Brasil: Incentivos regulatórios, consumidores, tecnologia e infraestrutura.

“O brasileiro tem um apetite enorme por novas tecnologias e nosso estudo identificou que, no país, existe uma intenção de adoção acima da média de países desenvolvidos”, afirma Felipe Fava, líder do centro da mobilidade do futuro da McKinsey na América Latina.

Segundo Fava, além do desejo e do interesse do público por esse tipo de veículo, a preocupação ambiental e o surgimento de novas soluções em mobilidade são fatores importantes para a consolidação da eletromobilidade e também outras formas de se locomover pelas cidades.

Segundo estudo da McKinsey & Company, 39% do público pretende utilizar a eletromobilidade
Divulgação

Segundo estudo da McKinsey & Company, 39% do público pretende utilizar a eletromobilidade

Um exemplo é que 70% dos entrevistados consideram serviços de veículos por assinatura, principalmente pela possibilidade de explorar diferentes tipos de soluções de mobilidade (21%) e por redução de custos totais de propriedade (18%).

“Notamos que os interessados pela eletrificação de veículos não veem mais motivo em serem proprietários de um veículo. O interesse é mais em ter acesso a um carro, uma mobilidade compartilhada, do que sem ser o dono do meio de transporte”, diz.

Além disso, 39% do público ouvido pela pesquisa afirma que pretende utilizar mais meios de locomoção de micromobilidade , como patinetes elétricos e bicicletas, nos próximos 10 anos.

Felipe Fava estará presente no C-MOVE – Congresso da Mobilidade e Veículos Elétricos , previsto para ocorrer nos dias 1 e 2 de setembro, no Expo Center Norte, em São Paulo, simultaneamente ao VE Latino Americano, que é o Salão da Mobilidade Elétrica.

No dia 1º de setembro Fava irá realizar uma apresentação que abordará não só o interesse dos brasileiros em carros eletrificados , mas também tendências de mercado, e oportunidades de ganhos econômicos em diversos setores que a eletrificação pode proporcionar.

“A ideia é tratarmos, de maneira ampla, os benefícios que a adoção de veículos eletrificados pode trazer ao País. Há espaço de desenvolvimento em diversas áreas e temos que explorar as possibilidades de forma planejada”, afirma Ricardo Guggisberg, presidente da MES Eventos, organizadora do C-MOVE

O C-MOVE acontece simultaneamente ao VE – Veículo Elétrico Latino-Americano. O evento, que é conhecido como o Salão da Mobilidade Elétrica , visa apresentar as principais tendências e novidades em eletromobilidade, reunindo setores como veículos elétricos Pesados, Leves, Levíssimos, além de Componentes, Infraestrutura e Serviços.

Segundo levantamento recente da FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, os emplacamentos de automóveis e comerciais leves eletrificados cresceram quase 35% nos sete primeiros meses de 2022, na comparação com o mesmo período do ano passado. 

E de acordo com o acompanhamento mensal da ABVE (Associação Brasileira do Veículo elétrico) , o Brasil superou a marca de 100 mil veículos leves eletrificados comercializados.

Em 2021, o VE recebeu 4,3 mil visitantes e contou com mais de 40 empresas expositoras, enquanto o C-MOVE teve a participação de 130 especialistas, que apresentaram 27 horas de conteúdo para mais de 300 congressistas. A expectativa para 2022, segundo Guggisberg, é que o VE receba 10 mil visitantes e tenha 60 empresas expositoras.

Serviço

VE e C-MOVE

VE: 1 a 3 setembro, das 13h às 20h

C-MOVE: 1 e 2 de setembro, das 9h às 18h Pavilhão Amarelo – Expo Center Norte – São Paulo, SP Rua José Bernardo Pinto, 333 Vila Guilherme, São Paulo – SP

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana