conecte-se conosco


Economia

Nota de R$ 200 falsa circula no RJ antes de lançamento oficial; confira

Publicado


source
Nota de R%24 200 falsa circula no RJ antes de lançamento oficial
Reprodução/redes sociais

Nota de R$ 200 falsa circula no RJ antes de lançamento oficial

No final do mês de agosto deve ocorrer o lançamento da nova nota de R$ 200, entretanto internautas afirmam que já há uma versão falsificada circulando no Rio de Janeiro, mais precisamente no comércio de Madureira , na zona norte.

A cópia falsificada, que é da cor laranja, não segue as cores semelhantes aprovadas pelo Banco Central , cinza com detalhes em marrom. Além disso, na foto aparece o animal escolhido pelo BC , o lobo-guará , contudo não foi divulgada qual será a imagem a ser utilizada nas notas oficiais.

Ao jornal “O Dia”, o Banco Central afirmou “Como a nota de R$ 200 ainda não foi lançada e nem está em circulação, obviamente estamos diante de um caso de falsificação. A falsificação de notas, como sabemos, é crime”.

Ainda de acordo com o BC , as opções da moeda ainda estão em fase final de testes.

A falsificação de notas está prevista no artigo 289 do Código Penal , tendo uma pena que varia de 3 a 12 anos de prisão. O BC explica que quem coloca uma cédula falsa em circulação após tomar conhecimento de sua falsidade, mesmo recebendo-a de boa fé, pode ser condenado a uma penalidade de 6 meses a 2 anos de detenção.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

BB formaliza parceria com suíço UBS para banco de investimentos

Publicado


Depois de um ano de tratativas, o Banco do Brasil (BB) e o banco suíço UBS formalizaram hoje (30) a parceria para iniciarem um banco de investimentos e uma corretora de valores que operará no Brasil e em mais cinco países latino-americanos: Argentina, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai. A operação consta de fato relevante comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Pela parceria, o UBS e o BB criarão uma joint venture (quando duas empresas se unem para criarem uma terceira), com 50,01% do capital nas mãos do banco suíço e 49,99% pertencentes ao BB Banco de Investimento S.A. (BB-BI).

Os bancos de investimentos administram grandes fortunas, com o investidor pagando gestores que aplicam no mercado financeiro. Segundo o fato relevante, a parceria combina a experiência do UBS, um dos maiores bancos de investimentos do mundo, e a rede bancária do BB, com agências espalhadas pelo Brasil e em diversos países latino-americanos.

“A parceria estratégica consolida-se em uma nova companhia e suas controladas, iniciando suas operações como uma plataforma de banco de investimentos completa, combinando a rede de relacionamentos do BB no Brasil e sua forte capacidade de distribuição para pessoas físicas, com a expertise e capacidade de distribuição global do UBS”, destacou o BB no fato relevante.

O acordo prevê que cada acionista nomeie três membros para o Conselho de Administração da joint venture. O presidente será indicado pelo BB; e o vice, pelo UBS. A diretoria executiva terá representantes das duas instituições, com o banco suíço escolhendo o diretor-presidente.

O memorando de entendimentos entre os dois bancos foi assinado em setembro do ano passado. A parceria tinha sido aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), em dezembro do ano passado, e pelo Banco Central, no fim de agosto deste ano.

Edição: Fábio Massalli

Continue lendo

Economia

Correios lançam editais de venda de imóveis

Publicado


Os Correios colocaram dezenas de imóveis à venda em várias regiões do país. São 21 editais de venda de apartamentos, prédios, terrenos, entre outros, no Distrito Federal, em Goiás, no Mato Grosso do Sul, no Paraná e em Santa Catarina. As licitações estão agendadas até o dia 14 de outubro e as informações sobre os editais podem ser encontradas na página dos Correios.

A estatal, existente desde 1969, criou um “Feirão de Imóveis”. A ideia é vender, no total, imóveis em 17 estados e no Distrito Federal. Os interessados poderão conhecer os imóveis por fotos e vídeos, além de agendar visitas presenciais. Para cada imóvel será divulgado o respectivo edital de licitação, contendo o preço mínimo de venda e outros detalhes.

O governo tem demonstrado interesse em vender a empresa para a iniciativa privada. Em agosto, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) homologou o consórcio Postar como vencedor do processo de seleção para realização dos estudos que indicarão alternativas de parceria com a iniciativa privada para gestão do serviço postal no Brasil. A venda da estatal, no entanto, precisa passar pelo Congresso Nacional para ser confirmada.

Edição: Fábio Massalli

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana