conecte-se conosco


Polícia Federal

NOTA CONJUNTA PF e TRT/SE: OPERAÇÃO ANTIVÍRUS

Publicado

Aracaju/SE. A Polícia Federal, com o apoio do Tribunal Regional do Trabalho de Sergipe (TRT/SE), deflagrou a Operação ANTIVÍRUS nesta sexta-feira (05/08/2022), com a finalidade de combater associação criminosa responsável pela subtração de grande quantidade de notebooks do referido Tribunal neste ano de 2022.

Segundo o corpo de segurança do TRT/SE, foi identificado o sumiço de cerca de 48 notebooks. Alguns desses equipamentos desparecidos começaram a ser anunciados em sites de vendas, motivando a suspeita de furto e receptação ilegal.

Diante do ocorrido, o TRT/SE acionou a Polícia Federal para a apuração dos fatos e, no decorrer da investigação policial, alguns equipamentos foram recuperados, sendo possível identificar a participação direta de funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviços para o Tribunal na área de informática.

Assim, buscando colher mais elementos de prova, a Polícia Federal cumpriu 4 mandados de busca e apreensão contra 3 suspeitos, incluindo a sala destinada aos funcionários terceirizados do setor de informática do Tribunal Regional do Trabalho em Sergipe. Também foram cumpridas medidas de afastamento do cargo contra dois colaboradores da empresa terceirizada, os quais vinham prestando serviços no Tribunal.

Segundo informou o Presidente do TRT/SE, até o momento não foi identificada a participação de servidores do Tribunal, e, desde o instante em que soube da suspeita de furto, determinou apuração rigorosa internamento através de processo administrativo e total apoio às investigações feitas pela Polícia Federal.

No decorrer do cumprimento dos mandados de busca e apreensão, foram apreendidos um notebook e equipamentos periféricos de informática.

Comunicação Social da Polícia Federal em Sergipe
E-mail: [email protected]
Telefone: 79.3234-8511

Fonte: Polícia Federal

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia Federal

Polícia Federal executa extradição de uruguaio foragido da justiça do Rio Grande do Sul

Publicado

Santana do Livramento/RS: A Polícia Federal, em atuação conjunta com autoridades do Uruguai, extraditou, nesta quarta-feira (17/08), um cidadão uruguaio condenado pela Vara Criminal de Santana do Livramento a 6 anos e 4 meses de prisão pelo assalto a uma corretora de seguros e a um escritório de advocacia no centro da cidade, em 2018.

O extraditado cumpria pena na Penitenciária Estadual de Santana do Livramento e fez parte do grupo de oito detentos que fugiram do estabelecimento prisional em 18 de novembro de 2021. Esse foi o terceiro foragido do grupo recapturado e extraditado pela Polícia Federal.

Após a fuga, o estrangeiro teve seus dados inseridos na “Difusão Vermelha” da Interpol, lista de procurados internacionais. A partir da publicação da informação, as autoridades uruguaias comunicaram que o foragido já se encontrava preso naquele país por tráfico de armas de fogo e executou o mandado de captura internacional emitido a pedido das autoridades brasileiras.

Desde então, o extraditado permaneceu detido no país vizinho até a conclusão do processo de extradição.

O preso tem 30 anos e foi entregue pela Interpol uruguaia à Polícia Federal em Santana do Livramento-Rivera. O estrangeiro será encaminhado à Penitenciária Estadual de Santana do Livramento para o cumprimento da pena.

Participaram do processo de extradição a Representação Regional da Interpol no Rio Grande do Sul (PF), a Interpol uruguaia e a Delegacia de Polícia Federal em Santana do Livramento.

Comunicação Social
Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul
Fone: (51) 3235.9005

Delegacia de Polícia Federal em Santana do Livramento
Fone: (55) 3241-9000

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal prende estrangeiro procurado por furtos e fraudes, em Salvador/BA

Publicado

Salvador/BA – Na manhã desta quarta-feira (17/08), a Polícia Federal, com apoio da Representação da Interpol na Bahia, cumpriu mandado de prisão para extradição, em desfavor do nacional português JPBCS.

O extraditando foi localizado na Região Metropolitana de Salvador, onde trabalhava como corretor de imóveis. O réu ficará detido à disposição do Superior Tribunal Federal e, caso o pedido de extradição seja julgado procedente, o estrangeiro será extraditado para Portugal, país requerente da prisão, onde é acusado dos crimes de apropriação indébita, falsificação de documentos, furto e fraude qualificada.

Maiores informações poderão ser obtidas através da Comunicação Social.

Serviço de Comunicação Social Polícia Federal / Bahia

[email protected] | www.pf.gov.br

(71) 3319-6002

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana