conecte-se conosco


Política MT

“Não compactuamos com a impunidade”, diz Barbudo ao defender votação da PEC da prisão em segunda instância

Publicado

Ferrenho aliado de Bolsonaro, Nelson Barbudo defende que votação da PEC avance no Congresso

A reação do julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que na semana passada, por 6 votos a 5, derrubou o entendimento de 2016, que previa a possibilidade do cumprimento de pena após o julgamento em segunda instância, que culminou na soltura da prisão do ex-presidente da República, Lula da Silva, continua ganhando adeptos no Congresso Nacional.

Depois de a senadora Selma Arruda (Podemos), relatora da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que propõe a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, apresentar parecer favorável à matéria, agora foi a vez de o deputado federal, o mato-grossense Nelson Barbudo (PSL), se posicionar favorável à tramitação da PEC.

O federal entende que a PEC precisa ter um trâmite célere. “Apoio que isso de fato ocorra e que a proposta avance e que vá para apreciação no Plenário, para mostrarmos ao Brasil que não compactuamos com a impunidade”, disse o deputado federal mais votado em Mato Grosso nas eleições de 2018.

Leia Também:  Max Russi cobra reativação da Superintendência de Políticas de Promoção de Igualdade Racial de MT

Barbudo afirma que não vê motivos para que a jurisprudência seja mudada e vê isso com estranheza. “Entendo como estranha a mudança da jurisprudência”. No entendimento do deputado, esse tema vai protagonizar muitos desdobramentos nas duas casas, ou seja, Senado e Câmara Federal.

Os defensores da versão original do pacote anticrime do ministro da Justiça e ex-juiz Sérgio Moro, na visão de Nelson Barbudo vai polarizar as discussões no Congresso. “Temos que ouvir o clamor da população, o que diz o povo”, destacou o parlamentar.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Considerado prioridade, presidente da AL quer projeto de aumento na alíquota previdenciária votado antes do recesso

Publicado


Eduardo Botelho quer a aprovação até sexta-feira

Considerada como prioridade pelo presidente da Assembleia Legislativa (ALMT) Eduardo Botelho (DEM), a proposta do Governo do Estado que eleva a alíquota de contribuição do servidor com a Previdência de 11% para 14% deverá ser votada esta semana pelos deputados. A afirmação partiu do próprio Botelho, que quer o projeto votado antes do recesso de Natal e Ano Novo.

“A Previdência é prioridade aqui e já convoquei os deputados para que saibam dessa questão. Temos que aprovar até a próxima sexta-feira (20). A alíquota é prioridade e é uma causa que tem que ser feita”, disse o parlamentar na sexta-feira (13).

Nesta segunda-feira (16) às 14h na ALMT, acontece uma audiência pública para debater o assunto. A partir de sexta-feira, os parlamentares encerram as atividades deste ano e só retornam na segunda semana de 2020.

A prioridade dos deputados após o recesso, de acordo com Botelho será a apreciação da PEC sobre regras de aposentadoria. “A alíquota é prioritária. É uma cláusula que tem que ser feita. Depois é que temos que discutir a regra de aposentadoria, porque temos um plano para que a Previdência se torne viável. Isso de se aposentar com40 anos, 45 anos não vai mais existir. Será acima de 60 anos para que a Previdência se torne viável. Senão vamos ter que aumentar a alíquota lá na frente novamente”, completou.

Leia Também:  Finanças melhoram e pagamento dos salários dos servidores estaduais será efetuado em duas parcelas

.

Continue lendo

Política MT

Lideranças do Movimento Comunitário lançam Elizeu Nascimento ao Senado

Publicado

Elizeu recebe apoio e indicação dos comunitários e agradece pelo reconhecimento do trabalhoPor: JORGE MACIEL

Uma das gratas revelações da política mato-grossense, o deputado Elizeu do Nascimento (DC) foi lançado na manhã deste domingo 15, no auditório da Ucamb – União Cuiabana das Associações de Moradores de Bairros, entidade que reúne 220 associações comunitárias, como pré-candidato ao Senado Federal, uma vez que, com a cassação da ex-senadora Selma Arruda, abre-se uma vaga para Mato Grosso.

Apoiado por policiais civis e militares e por integrantes do setor de segurança pública,  além de diversas outras entidades de classe no Estado, Elizeu foi lançado durante o evento em que o presidente e vice-presidente da Ucamb, Édio Martins e Jonail Costa, foram reeleitos por aclamação para quatro novos anos à frente da entidade.

A Ucamb não se envolve em questões político-partidárias, mas o lançamento da candidatura de Elizeu foi espontânea e feito por lideranças e o vereador Kleber Borges e presentes, durante pronunciamento, para mais de 300 pessoas.

Leia Também:  Max Russi solicita postos policiais em distrito e bairro de Sorriso

Homem ligado ao movimento comunitário, tendo ocupado cargo de presidente de associação de moradores, Elizeu tem forte atuação nos bairros de Cuiabá, principalmente nas regiões do Dr. Fábio I e II, Altos da Serra, Jardim Brasil, 1º de Marços, Planalto, Novo Paraíso, comunidades onde tem sua marca em obras e serviços.

Um dos fundadores de parte desses bairros e com forte perfil comunitário, , Elizeu saiu de dirigente comunitário, elegeu-se vereador e deputado estadual, crescendo como uma das mais legítimas lideranças do Estado. Na Baixada Cuiabana e em vários outros polos, no interior, tornou-se conhecido pelas ações em favor das comunidades, principalmente as mais carentes de serviços públicos.

Numa provável candidatura ao Senado, com o novo perfil do eleitorado, ele já aparece na cabeça das pesquisas para o cargo de senador, na modalidade espontânea, à frente de nomes importantes como Blairo Maggi, Júlio Campos, Adilton Sachetti, Nilson Leitão entre outros.

Ele diz que será, se for confirmado candidato, uma maratona difícil porque terá que percorrer o Estado atrás de votos para a eleição que deve acontecer no primeiro trimestre do ano que vem. “Não fujo à luta. Se for candidato lançado pelo meu partido, vou atrás de cada voto, pois Mato Grosso se ressente de novas lideranças”. No  evento deste domingo, ele agradeceu a cada um dos presentes pela manifestação de apoio.

Leia Também:  Max Russi cobra reativação da Superintendência de Políticas de Promoção de Igualdade Racial de MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana