conecte-se conosco


Nacional

Na contramão do Vaticano, Arautos do Evangelho intimida quem denuncia abusos

Publicado

IstoÉ

Arautos do Evangelho arrow-options
Reprodução/Facebook

Grupo foi denunciado por acobertar casos de abuso dentro da instituição

Enquanto o papa Francisco anuncia que vai abrir o sigilo nas investigações dos casos de abuso na Igreja Católica, facilitando que a justiça secular faça seu trabalho, no Brasil há tentativas deslavadas de censura e coação.

Leia também: Bolsonaro defende ‘juiz de garantias’ e rebate críticas: “não posso ser escravo”

Denunciada em reportagem de ISTOÉ, o grupo ultraconservador Arautos do Evangelho tenta intimidar ex-integrantes e pais de alunos de seus internatos com ações judiciais.

Mesmo sob investigação do Vaticano por práticas “não ortodoxas”, como a realização de cerimônias de votos forçados, exorcismos, alienação parental e assédio sexual , os Arautos insistem em atacar seus denunciantes.

Só esquecem que o caso é observado de perto pela Congregação para a Doutrina da Fé , entidade da hierarquia católica encarregada de julgar desvios doutrinários e heresias. A direita católica está na mira do Vaticano .

Leia também: MEC diz que MP sobre reitores traz ‘autonomia’ e ‘democracia’ para universidades

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Damares leva 7 da família de Michelle Bolsonaro em voo da FAB para SP

Publicado


source
Damares levou sete parentes de Michelle Bolsonaro em voo da FAB para São Paulo
Carolina Antunes/Presidência/01-03-2020

Damares levou sete parentes de Michelle Bolsonaro em voo da FAB para São Paulo

ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) deu carona em avião da Força Aérea Brasileira (FAB) a sete parentes da  primeira-dama, Michelle Bolsonaro, em uma viagem de Brasília para São Paulo no dia 21 de agosto, um sábado. O voo foi solicitado por Damares com a justificativa de ir a um evento do Pátria Voluntária, programa social coordenado por Michelle, que também estava na aeronave.

Um decreto do governo federal estipula que “a comitiva que acompanha a autoridade na aeronave do Comando da Aeronáutica terá estrita ligação com a agenda a ser cumprida, exceto nos casos de emergência médica ou de segurança”. À noite, Damares e Michelle participaram na capital paulista do aniversário do maquiador e influenciador digital Agustin Fernandez, amigo das duas.

O avião deixou Brasília com 16 passageiros, incluindo Sarita Pessoa, mulher do ministro do Turismo, Gilson Machado. No dia seguinte, na volta para a capital federal, o grupo se manteve: a filha mais velha, três irmãos, uma cunhada e dois sobrinhos de Michelle embarcaram. Fernandez, o aniversariante, também pegou carona no voo oficial de retorno.

Na noite anterior, a comemoração ocorreu em um restaurante badalado em Moema, bairro nobre de São Paulo, e contou com um bolo de quatro andares, mesa de doces, espumantes, vinhos e uma cabine de fotos. Damares e Michelle não eram as únicas autoridades presentes. Gilson Machado e a mulher também estiveram no local — o ministro, inclusive, arriscou a veia de cantor.

Impessoalidade ignorada

A nova versão do decreto que regula os voos da FAB foi editada em março de 2020, após  Bolsonaro se irritar com o que, à época, considerou mau uso das aeronaves. Na ocasião, Vicente Santini, então secretário-executivo da Casa Civil, perdeu o cargo depois de usar um jato para ir de Davos, na Suíça, à Índia.

Para a advogada Vera Chemim, mestre em direito público administrativo, a situação contraria os princípios da moralidade e da impessoalidade da administração pública, previstos na Constituição:

Leia Também

Leia Também

“Você está usando um bem público, que tem que ser utilizado estritamente para o exercício da função pública daquela pessoa. Eu colocaria a moralidade e a impessoalidade (como princípios violados)”.

Leia Também

Questionada pelo GLOBO sobre a viagem, Damares não deu uma justificativa.

“A gente vai explicar. Tem algum impedimento na lei?”, perguntou, ao ser abordada em um evento no Palácio do Planalto.

Em nota, o ministério disse que cabe à autoridade que solicitou a aeronave definir os critérios para o preenchimento das vagas e que todos os que foram transportados são voluntários no programa social coordenado por Michelle.

“Este ministério considera que não houve qualquer irregularidade no transporte da comitiva”, diz o texto. Ainda de acordo com a pasta, Fernandez foi incluído no voo de volta a Brasília também na condição de voluntário do programa, pois participou da organização de casamentos comunitários no escopo do projeto. Ele publicou uma foto em rede social mostrando sua participação em um casamento do projeto, mas no dia 5 de setembro.

A assessoria de Michelle disse que a pasta de Damares seria responsável por responder. O Ministério do Turismo afirmou que Machado “cumpriu extensa agenda de trabalho nos municípios de São Paulo e Boituva”, mas não explicou a presença da mulher do ministro. Uma das irmãs de Michelle disse por telefone que a viagem foi “pessoal”, enquanto a cunhada solicitou que o ministério fosse procurado para esclarecer. Fernandez não retornou.

Continue lendo

Nacional

VÍDEO: Homem persegue e vandaliza carro de mulher após batida de trânsito

Publicado


source
Homem persegue e vandaliza carro de mulher após batida de trânsito
Reprodução/redes sociais

Homem persegue e vandaliza carro de mulher após batida de trânsito

O carro de Paula Paiva Ferreira, personal trainer de 25 anos, foi vandalizado por um homem após uma batida de trânsito ocorrida no  Distrito Federal no último domingo (24). Isso porque, segundo a vítima, o rapaz a perseguiu e depredou seu carro após um carro encostar no outro. As informações são do portal Metrópoles. Assista ao momento da confusão:

Inicialmente, o rapaz sobe no veículo e pula em cima do mesmo. Com seus pés, o agressos quebra o para-brisa. Em outra cena, o homem agride verbalmente a personal enquanto familiares da vítima gritam por socorro.

Paula afirmou que está “até agora sem acreditar, devastada. Fisicamente, está tudo certo, mas psicologicamente, não muito. Uma violência na frente da minha família, estou me sentindo muito abalada com isso”.

Leia Também

Segundo a jovem, a confusão se iniciou em um posto de gasolina. A mulher calibrou os pneus de seu automóvel e, ao dar a té, não observou o carro do agressor e encostou na lataria de seu carro. “Rapidamente freei, nem teve barulho de colisão nem nada, nem vi que tinha batido”.


O episódio, então, deu início a uma perseguição do rapaz, que a fechou dentro do posto e a seguiu para depredar seu veículo. Um boletim de ocorrência foi realizado por Paula na 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga). O homem foi preso, mas acabou liberado após pagar fiança.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana