conecte-se conosco


Esportes

Na Bolívia, vice-presidente de clube da elite é brutalmente assassinado

Publicado

Lance

Nelson Mauriel
Reprodução/Twitter Memedeportes Bolivia

O vice-presidente do Blooming, Nelson Mauriel, foi brutalmente assassinado em Santa Cruz.

Na Avenida Brasil, via importante da região central de Santa Cruz de la Sierra, o vice-presidente do Blooming , Nelson Mauriel, foi brutalmente assassinado por quatro criminosos na noite da última quinta-feira (4) por volta das 21 h locais (22 h no horário de Brasília).

Leia também: Medalhista olímpico é condenado a quatro anos por tráfico de drogas na Austrália

Segundo o que pode ser apurado até o momento pela polícia local, o vice-presidente  que também era empresário e trabalhava na empresa Sublimaker, responsável por ter adquirido a região onde estão as instalações da sede Celeste, foi abordado pelos assassinos enquanto estava em seu veículo junto com outro dirigente do clube cruzenho, Sebastián Peña.

Tendo recebido múltiplos disparos , Mauriel morreu ainda no local enquanto Sebastián conseguiu escapar mesmo também sendo alvejado por quatro vezes, três na região da perna e um no braço. Após o ocorrido, ele foi internado na Clínica Foianini onde não há maiores informações sobre o seu quadro médico.

Pouco depois do ocorrido, as autoridades ainda conseguiram capturar ao menos um dos meliantes responsáveis pelo assassinado do vice-presidente  enquanto todos os outros seguem foragidos. Nelson Mauriel era casado com Gabriela Ferrier, com a qual tinha quatro filhos.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Treze abre vantagem sobre rival Campinense na final do Paraibano

Publicado


.

No primeiro Clássico dos Maiorais pela decisão do Campeonato Paraibano, o Treze levou a melhor sobre o Campinense. Nesta quarta-feira (12), em Campina Grande (PB), o Galo da Borborema fez 2 a 0 no maior rival e pode até perder por um gol de diferença na partida de volta da final, no sábado (15), às 16h (de Brasília). À Raposa, será necessário ganhar por três gols ou mais de saldo. Se vencer por dois, a decisão será nos pênaltis.

Apesar de o Campinense ter começado o jogo mais agressivo, foi o Treze quem criou as melhores chances e balançou as redes no estádio Amigão. Aos 25 minutos, o meia Douglas Lima deu passe açucarado para o camisa 10 Alexandre Santana abrir o placar, batendo na saída do goleiro Wellington.

No segundo tempo, o meia Bismarck, da Raposa, acertou o travessão, aos 38 minutos, após um rebote do arqueiro Jeferson. Quatro minutos depois, veio o castigo: o meia Bruno Mota recebeu do atacante Ermínio perto da marca do pênalti, girou e mandou para o gol, sacramentando a vitória do Treze.

Campeão pela última vez em 2011 e dono de 15 títulos paraibanos, o Galo disputa a primeira final estadual desde 2017, quando foi superado pelo Botafogo de João Pessoa. O Campinense, com 20 taças estaduais no currículo, tenta evitar o terceiro vice-campeonato seguido. A última conquista foi em 2016.

Veja aqui a classificação atualizada do Campeonato Paraibano.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Esportes

Disputa pelo vice da Fórmula E embola em prova ruim para brasileiros

Publicado


.

A penúltima etapa da temporada 2019/2020 da Fórmula E, em Berlim (Alemanha), foi ruim para o trio brasileiro da categoria dos carros elétricos. Após largarem entre os 10 primeiros, Felipe Massa (13º) e Sérgio Sette Câmara (15º) terminaram fora da zona de pontuação, assim como Lucas Di Grassi. Este último colidiu duas vezes na corrida desta quarta-feira (12) e finalizou em 22º.

O resultado deixou Di Grassi com chances remotas de terminar o campeonato entre os três primeiros. Apesar de somar um ponto pela volta mais rápida da prova, o brasileiro mais bem colocado na temporada caiu para oitavo na classificação geral de pilotos, 14 pontos atrás do britânico Oliver Rowland, que assumiu a vice-liderança ao vencer a etapa desta quarta (o holandês Robin Frinjs, que chegou em segundo, e o alemão René Rast, que ficou em terceiro, completaram o pódio).

Também brigam pelo vice-campeonato o francês Jean-Eric Vergne, o neozelandês Mitch Evans, os alemães André Lotterer e Max Gunther e o suíço Sébastien Buemi. O título, com duas corridas de antecedência, foi assegurado por Antônio Félix da Costa. O português teve problemas e não terminou a corrida. Confira aqui a classificação da temporada, que tem Massa em 22º (três pontos) e Sette Câmara em 27º, zerado.

A Fórmula E tinha sido interrompida em março, após quatro corridas disputadas, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A saída encontrada pela categoria para terminar a temporada foi realizar uma maratona de provas em Berlim: seis em nove dias. A sexta e última etapa será nesta quinta-feira (13). Foi estabelecido um rígido protocolo aeroporto de Tempelhof, que recebe pilotos e funcionários, com limitação de pessoas, realização frequente de testes e portões fechados.

Edição: Fábio Lisboa

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana