conecte-se conosco


Tecnologia

Musk é acusado de mostrar pênis para funcionária e pagar por silêncio

Publicado

source
Elon Musk é acusado de assédio sexual em avião da SpaceX
Reprodução/Instagram – 26.04.2022

Elon Musk é acusado de assédio sexual em avião da SpaceX

Elon Musk é acusado de assediar sexualmente uma funcionária da SpaceX e pagar US$ 250 mil pelo silêncio dela. As informações foram apuradas pelo Business Insider e divulgadas nesta quinta-feira (19).

O veículo ouviu uma amiga da funcionária e obteve documentos que provam que o caso ocorreu. O assédio aconteceu em 2016 dentro de um avião da SpaceX, e a vítima foi uma comissária de bordo.

A amiga conta que a comissária foi incentivada pela SpaceX a se formar como massagista – com seu próprio dinheiro – para que pudesse ser escalada para mais voos. A funcionária atendeu ao pedido e passou a ser acionada para voos de Musk, nos quais massageava o bilionário. A SpaceX é uma empresa que prioriza esse tipo de serviço, tratando as massagens como um privilégio dos executivos.

Em um voo para Londres em 2016, a comissária fazia massagem em Musk quando ele passou a mão em sua perna e mostrou seu pênis ereto para ela. “Ele a tocou e se ofereceu para comprar um cavalo se ela ‘fizesse mais’, referindo-se à realização de atos sexuais”, diz um dos documentos obtidos pelo Business Insider.

A comissária, que costumava montar a cavalo, se negou a realizar qualquer ato sexual e continuou a massagem. A amiga conta que ela pensou que poderia ignorar a situação, mas ficou muito abalada emocionalmente. Além disso, ela começou a ser cortada de voos, aparentemente por ter negado o pedido de Musk.

“Ela imaginou que as coisas poderiam voltar ao normal e ela fingiria que nada aconteceu. No entanto, ela começou a se sentir como se estivesse recebendo algum tipo de retaliação quando seus turnos foram reduzidos e ela estava começando a se sentir muito estressada”, disse a amiga. “Ela estava sendo expulsa e punida por se recusar a se prostituir”.

Em 2018, quando a comissária percebeu que seus turnos estavam, de fato, sendo reduzidos, ela contratou um advogado trabalhista da Califórnia, nos Estados Unidos, e enviou uma reclamação ao departamento de recursos humanos da SpaceX detalhando o assédio.

Rapidamente, a reclamação foi resolvida com uma sessão em que um mediador de Musk compareceu presencialmente. A SpaceX ofereceu US$ 250 mil para que a funcionária não abrisse processo nem falasse sobre o caso. Um acordo de confidencialidade foi assinado por ela.

A amiga da funcionária afirma ao Business Insider que resolveu contar a história publicamente porque também já foi vítima de assédio sexual e sabe da importância das denúncias.

“Espero que ela sinta que fiz a coisa certa. Espero que ela sinta que eu disse as coisas que ela não se sentiu segura o suficiente para dizer”, afirmou. Ela acrescentou, ainda, que se houver outras vítimas de Musk, que ela gostaria que esse fosse o estímulo para elas se apresentarem. “Eu gostaria que a verdade fosse revelada”.

Elon Musk nega as acusações

O Business Insider procurou Musk, que pediu mais tempo para se pronunciar, alegando que há “muito mais nessa história”. “Se eu estava inclinado a me envolver em assédio sexual, é improvável que esta seja a primeira vez em toda a minha carreira de 30 anos que isso venha à tona”, escreveu ele, em e-mail enviado ao veículo. O site, então, deu mais tempo para que Musk se pronunciasse, mas ele não voltou a responder.

Depois que a história foi publicada, Musk foi se defender através de sua conta no Twitter. “Os ataques contra mim devem ser vistos através de uma lente política – este é o seu manual padrão (desprezível) – mas nada me impedirá de lutar por um bom futuro e seu direito à liberdade de expressão”, escreveu ele.

Em seguida, ele debochou do caso. Compartilhando um tuíte que publicou em março de 2021, no qual dizia “Se houver um escândalo sobre mim, por favor chame de Elongate”, Musk escreveu: “Finalmente, podemos usar Elongate como nome do escândalo. É meio perfeito. 🤣”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tecnologia

5G ‘puro’ chega em Salvador, Goiânia e Curitiba na próxima terça

Publicado

5G Standalone deve chegar a Salvador, Goiânia e Curitiba na próxima terça-feira (16)
Giovanni Santa Rosa

5G Standalone deve chegar a Salvador, Goiânia e Curitiba na próxima terça-feira (16)

A rede  5G pura (standalone) será ativada na próxima terça-feira (16) nas cidades de Salvador (Bahia), Goiâna (Goiás) e Curitiba (Paraná). A informação é de Moisés Queiroz, conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e presidente da Gaispi, grupo responsável por acompanhar a instalação da nova rede.

“Vamos começar os testes hoje (9) de tarde nessas cidades. E a rede será ligada na próxima terça-feira nessas três capitais”, adiantou Queiroz.

Segundo ele, o anúncio será feito na sexta-feira, quando ocorre a reunião do Gaispi. “A reunião do Gaispi seria amanhã, mas adiamos para sexta-feira para ter maior segurança em relação aos testes na rede”.

A nova rede 5G pura já foi lançada em Brasília, São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e João Pessoa.

A previsão da Anatel é que até o fim de agosto todas as capitais já estejam com a nova rede liberada, exceto Manaus e Belém.

A nova frequência do 5G pode ter velocidade superior a 1 gigabit por segundo (Gbps). De acordo com a Anatel, há atualmente 81 modelos habilitados para o 5G. Mas só 59 desses smartphones estão aptos à rede pura (SA).

Mas em média, segundo as operadoras, a rede standalone vem registrando velocidade média de conexão entre 300 megabit por segundo (Mbps) e 400 Mbps.

Hoje, diversas cidades do Brasil contam com o 5G DSS, que usa frequência do 4G, e oferecem velocidade que oscila entre 40 Mbps e 60 Mbps. O 4G atual pode ter velocidade de 20 Mbps a 40 Mbps, mas os números podem variar a depender da cidade e da quantidade de pessoas conectadas ao mesmo tempo.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Continue lendo

Tecnologia

Google TV se prepara para adicionar mais canais ao vivo gratuitos.

Publicado

Google TV vai lançar 50 canais
Unsplash/Kai Wenzel

Google TV vai lançar 50 canais

O Google TV deve implementar em breve 50 novos canais ao vivo gratuitos. A expectativa é de que eles sejam suportados por anúncios e veiculados ao próprio aplicativo, o que poderia excluir a necessidade de uso de serviços concorrentes, como o Pluto TV. A informação foi encontrada em um código recente da plataforma.

Divulgada pelo site 9to5Google, a descoberta foi feita após a análise da versão mais recente do aplicativo do Google TV (antigo Android TV) enviado à Play Store. No código descompilado foi possível ter acesso à frase “desfrute de 50 canais de TV ao vivo sem a necessidade de assinatura, inscrição ou download”, além de uma imagem com trinta dos canais que estariam disponíveis no momento do seu lançamento.

Atualmente, o Google TV é conhecido por ser um agregador de indicações de conteúdos de outros streamings (tal qual a Apple TV) e também oferecer suporte de aluguel e compra de produções na própria plataforma. No Brasil, além de estar presente em televisores, boxes, dongles e dispositivos Android, em junho desse ano ele também foi disponibilizado para iOS e iPadOS.

Se concretizada, a mudança trará conteúdos ao vivo para a plataforma que vão desde os noticiários até programas de culinária, filmes e esportes. Além disso, ela traz um diferencial ao sistema que o deixava atrás de outros serviços parecidos, como a Samsung TV Plus e a Pluto TV – sendo essa última, inclusive, quem, até então, transmitia sua grade de programação ao vivo no Google TV.

Abaixo, seguem os canais vistos na imagem ao que o 9to5Google teve acesso e que possivelmente estarão disponíveis ao vivo e gratuitamente na plataforma:

  • ABC News Live
  • America’s Test Kitchen
  • American Classics
  • The Asylum
  • Battery Pop
  • CBC News
  • ChiveTV
  • Deal or No Deal
  • Divorce Court
  • Dry Bar Comedy
  • FailArmy
  • Filmrise Free Movies
  • Hallmark Movies & More
  • It’s Showtime at the Apollo!
  • Kevin Hart’s LOL! Network
  • Love Nature
  • Maverick Black Cinema
  • MooviMex
  • Nature Vision
  • NBC News Now
  • Newsmax TV
  • Nosey
  • The Pet Collective
  • Power Nation
  • Reelz
  • Teletubbies
  • Today All Day
  • Toon Goggles
  • USA Today
  • World Poker Tour
  • Wu Tang Collection TV
  • Xumo Crime TV
  • Xumo Movies
  • Xumo Westerns

Google TV ganhou suporte para múltiplos perfis

Em maio, o Google TV deu um importante passo para tornar sua interface mais focada e personalizada para cada um de seus usuários. A plataforma anunciou o lançamento de perfis, recomendações e listas individuais em sua página inicial, um recurso bastante comum em plataformas de streaming.

A ferramenta, que havia sido anunciada ainda em 2021, ajuda a direcionar a experiência do usuário. Dessa maneira, pessoas que moram em uma mesma casa e utilizam o aplicativo do Google TV podem ter seu próprio espaço na plataforma, criando listas individuais do que desejam assistir e recebendo sugestões que, de fato, tem a ver com suas preferências.

Com a mudança, inclusive, é possível vincular diferentes contas do Google para cada um dos perfis, registrando de maneira individual o histórico de buscas e ajudando o Google Assistente a dar respostas mais precisas para o usuário.


Fonte: IG TECNOLOGIA

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana