conecte-se conosco


Política MT

Municípios recebem terceiro repasse do FPM de novembro com acréscimo, e valores chegam a R$ 48 milhões

Publicado

As prefeituras de Mato Grosso receberam nesta sexta-feira (27) o equivalente a R$ 48,4 milhões referente ao Fundo de Participação dos Municípios. O valor é 1,47 % maior que o transferido no mesmo período do ano passado quando os municípios receberam R$ 47,7 milhões referentes ao terceiro decêndio de novembro. Neste repasse, já estão creditados os descontos para o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica-Fundeb.

Conforme o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga, o  Fundo é uma das principais receitas para as prefeituras, notadamente das menores que dependem mais das transferências constitucionais. “A AMM acompanha todos os repasses e informa aos gestores municipais toda semana.  Sempre orientamos que tenham cautela nos controle de gastos, principalmente agora, em que estão finalizando o mandato, período que estão fechando as contas e quitando os compromissos”, assinalou.

Fraga destaca que em relação ao acumulado do ano, o valor total do FPM apresentou muita variação e um cenário negativo, devido ao impacto da pandemia da Covid-19. As reduções registradas ao longo deste ano foram compensadas pelo Governo Federal, garantindo que os valores ficassem no mesmo patamar de 2019. A lei que garantiu a reposição do FPM até novembro, aprovada pelo Congresso Nacional, foi resultado de uma intensa mobilização do movimento municipalista. Ele lembra que os municípios ainda esperam pela aprovação do acréscimo de 1% do FPM de setembro.

Na esfera nacional, os municípios brasileiros vão receber o montante de R$ 2,1 bilhões,  já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O FPM é composto pelo Imposto de Renda-IR e pelo Imposto sobre Produtos Industrializados-IPI. A Secretaria do Tesouro Nacional repassa os valores direto para as contas bancárias das prefeituras, nos dias 10, 20 e 30 de cada mês.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Xuxu Dal Molin cobra aquisição de patrulhas mecanizadas para recuperação de estradas de MT

Publicado


Foto: Miro Ribeiro / Assessoria de Gabinete

Durante audiência com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira e Silva, o deputado estadual Xuxu Dal Molin(PSC) voltou a apontar a necessidade urgente da aquisição de patrulhas mecanizadas para serem utilizadas na recuperação de rodovias não pavimentadas de Mato Grosso.

As patrulhas compostas por caminhões-caçamba, motoniveladoras, caminhões-pranchas e veículos dotados de estrutura para abastecimento e lubrificação de comboios, os chamados caminhões “melosas”, serão entregues aos consórcios e associações responsáveis pela manutenção dessas rodovias.

“Nós temos hoje em obras, mais de mil quilômetros sendo pavimentados e outros mais de mil quilômetros com ordem de serviço para o início da pavimentação. Mesmo assim, temos muitas rodovias não pavimentadas que são importantes para madeireiros, produtores, pecuaristas e chacareiros. São pessoas que precisam trabalhar, estudar e se locomover. Por isso estamos tratando junto à SINFRA e ao governo a aquisição dessas patrulhas”, disse.

Logo após o encontro, Xuxu Dal Molin informou que obteve resposta positiva do secretário quanto a essa reivindicação. “Este ano ainda o governo fará uma grande aquisição de equipamentos a serem repassados a todas as regiões de Mato Grosso que é um estado gigante. O Estado está arrecadando bem, com boa gestão, estamos acompanhando, cobrando e fiscalizando e se Deus quiser, teremos esta grande novidade que é a aquisição dessas patrulhas”, finalizou. 

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Marido da ex-prefeita de Sinop morre aos 62 anos após complicações de saúde

Publicado

Em 2004 ele foi acometido por uma meningite e desde então vivia acamado, com um lado do corpo paralisado

Morreu na manhã desta segunda-feira (25), em Sinop, aos 62 anos, Osmar Messias Martinelli, esposo da ex-prefeita, Rosana Martinelli. Ele estava em tratamento desde novembro do ano passado, sendo internado em UTI de hospitais particulares de Sinop e São Paulo. Em 2004 ele foi acometido por uma meningite e, desde então, vivia acamado com um lado do corpo paralisado.

Osmar se alimentava por sonda e teve complicações no intestino. No final de 2020, após melhora no quadro de saúde, Osmar retornou para Sinop e seguia o tratamento em home care.

Osmar Messias Martinelli mudou-se para Sinop em 1974. De família pioneira ele era agrônomo, foi vereador do município por um mandato (1989-1992) e Secretário de Tributação da Prefeitura do município nos anos de 1997-1999.

Produtor rural, Osmar foi um visionário ao colocar exportação de madeira de Sinop para a Europa, Estados Unidos e China. Ele também fez parte da Diretoria da Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (Acrinot). A Prefeitura de Sinop decretou luto oficial de três dias. Osmar deixa a esposa e um filho. Ainda não há informações sobre o velório dele.

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana